Nosso Jornal Online

Tatuí, 


sábado, 20 de julho de 2019

Prefeitura lança o programa Hydroluz para incentivar a economia de água e energia

Previsão é que o consumo de água e energia elétrica nos prédios públicos seja reduzido em até 30%, 

Secretário Miguel Lopes Cardoso Júnior (Educação) e o coordenador da UGHEM, Jamil Miranda.

A Prefeita de Tatuí está lançando, por meio da Unidade de Gestão Hídrica e Energética Municipal (UGHEM), o Programa “Hydroluz”, para acompanhar com mais transparência o consumo de água e energia elétrica no município, tanto na área urbana quanto na zona rural.

A UGHEM foi criada por meio do Decreto Municipal nº 17.883, de maio de 2017, visando o uso racional de água e energia elétrica na cidade de Tatuí, e tem como coordenador o servidor público municipal Jamil Miranda, locado na Secretaria de Educação.

O Programa “Hydroluz” proporcionará uma maior transparência no consumo de água e energia elétrica em todos os locais públicos do município, dispondo de um responsável por cobrar de todos os funcionários de cada setor a economia de água e energia elétrica. Além disso, será realizada diariamente a leitura do relógio de água e energia elétrica do local, o que permitirá que os funcionários tenham conhecimento da média de consumo de água e luz diariamente em seu local de trabalho.

O coordenador da UGHEM, Jamil Miranda, explica que essa medida tem o intuito de conscientizar todos os funcionários a adotarem em seu dia a dia pequenos hábitos que fazem toda a diferença para economizar, como por exemplo apagar lâmpadas ao sair do local, desligar ventiladores e demais aparelhos elétricos, economizar água e avisar os responsáveis pela manutenção sobre qualquer vazamento ou problema elétrico que possa causar desperdício.

Outra orientação simples e importante para todos é olhar o relógio de água pela manhã, antes de abrir qualquer torneira. O relógio deve estar parado, pois se estiver rodando, é sinal de que existe algum vazamento no local.

Atualmente, a Prefeitura de Tatuí possui 208 contas de água e 273 contas de luz nos locais públicos, além dos pontos de iluminação pública. As despesas do município nos prédios públicos com água e luz, hoje em dia, estão em torno de R$ 320 mil, além de outros R$ 330 mil mensais com iluminação pública, uma despesa estimada em R$ 650 mil por mês. Apenas neste ano, essas despesas custarão cerca de R$ 7,5 milhões ao município.

“Com a implantação do Programa “Hydroluz”, a previsão é que o consumo de água e energia elétrica dos prédios públicos seja reduzido em até 30%, a médio e longo prazo, derrubando o custo para, em média, R$ 100 mil mensais. Todavia, isso só será possível com a colaboração e o engajamento de todos os funcionários”, enfatizou o coordenador da UGHEM, Jamil Miranda. Ele acrescentou que a Prefeitura de Tatuí pretende difundir o Programa, além dos funcionários, a todos os cidadãos do município, pois as futuras gerações também precisarão desses bens tão preciosos que ainda dispomos, afinal, é sempre importante lembrar que água e energia elétrica são recursos finitos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário