Nosso Jornal Online

Tatuí, 


quarta-feira, 31 de julho de 2019

Museu recebe exposição de curadoria de Jaime Pinheiro

A exposição iniciará juntamente com a abertura oficial da Semana Paulo Setúbal, nesta quinta-feira, 1º de agosto, na sede do Museu



A Prefeitura de Tatuí, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, realizará, de 1º a 8 de agosto, a “77ª Semana Paulo Setúbal”, em parceria com o Conservatório de Tatuí. O evento, que é realizado desde 1943, conta com um vasto número de atividades, entre elas a exposição “Cenografia do Conservatório de Tatuí”, sob curadoria do cenógrafo Jaime Pinheiro.

A exposição iniciará juntamente com a abertura oficial do evento, nesta quinta-feira (1º de agosto), na sede do Museu Histórico Paulo Setúbal, e terá como objetivo apresentar a importância do uso de tal recurso cênico. Na ocasião, haverá três atos, com a presença do cenógrafo: às 10h e às 15h, para um bate-papo com alunos da Rede Municipal de Ensino; e às 19h, com a presença de convidados e amigos.

A exposição “Cenografia do Conservatório de Tatuí” também faz parte das comemorações dos 65 anos do Conservatório de Tatuí e permanecerá aberta para visitação até o dia 29/09, de terça-feira a domingo, das 9h às 17h. O Museu Histórico Paulo Setúbal está situado na Praça Manoel Guedes, nº 98, Centro. Mais informações podem ser obtidas no Setor de Agendamento, pelo fone (15) 3251-4969, ou pelo e-mail museupaulosetubal@tatui.sp.gov.br.

Sobre o cenógrafo Jaime Pinheiro - Graduado em Educação Artística, com habilitação em Artes Plásticas e Especialização em Design, Jaime Pinheiro foi professor de Cenografia e Teatro de Animação na Universidade de Sorocaba (Uniso), de 2008 a 2010 e em 2012.

Desde 1990, atua como cenógrafo no Conservatório de Tatuí, projetando e executando cenários para concertos, shows, festivais e teatro. Também no Conservatório de Tatuí, Jaime Pinheiro leciona o curso de Cenografia e Adereços.

Foi professor de Desenho, Técnicas de Materiais Expressivos, Fundamentos da Expressão Artística, Desenho de Observação e Cenografia, na Associação de Ensino Tatuiense (Asseta), de 1996 a 2010.

Ao longo de sua carreira artística, Jaime Pinheiro participou de diversos projetos para teatros, shows musicais, espetáculos de dança, teatros de animação, e realizou diversos outros eventos para grupos artísticos como: Esparrama, Cia. Mútua, Coletivo Cê, TV Cultura, Encantoria, Balleteatro Mônica Minelli e Fred Astaire e Pindorama. Dentre seus trabalhos mais notáveis estão: Festival de Inverno de Campos do Jordão; Livro de Rua; TV Cultura; Prelúdio; Prêmio "Carlos Gomes"; "Esparrama pela Janela"; "Ser Tão Brasileiro"; e “Um Príncipe chamado Exupéry”.

Jaime Pinheiro também atuou na parte de direção, cenografia e bonecos dos espetáculos: "Pedro e o Lobo" (Teatro São Pedro - Oferenda Musical 2009) e "Cruzada de Crianças" (2009). Bonecos, cenografia, figurinos e adereços para Ingrid Koudela (Espetáculos de 2008, 2009, 2010 e 2012) e nas óperas: "Dido e Enéias", de Henry Purcell (2009), "Orfeu no Inferno", de Jacques Offenbach (2011), e "A Peste e o Intrigante", de Mário Ficarelli (1985).

O cenógrafo também atua no desenvolvimento de pesquisas na área de Teatro de Animação, com trabalhos apresentados em São Paulo, Santa Catarina e Portugal. Além disso, trabalha de maneira autônoma como ilustrador de Artes Gráficas, e em projetos especiais na área de Design, como troféus, móveis, ambientes e arquitetura, como por exemplo o saguão do Conservatório de Tatuí.

Sua carreira também é marcada pela realização das instalações cenográficas do Museu Histórico de Tatuí e por ter sido coordenador do “Festival Estadual de Cururu”, promovido pelo Conservatório de Tatuí.

Nenhum comentário:

Postar um comentário