Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Repertório festivo marca concerto da Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí

Apresentação terá regência de João Maurício Galindo na próxima sexta-feira, dia 9



Um repertório festivo, exclusivamente selecionado pelo maestro João Maurício Galindo, marca o próximo concerto da Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí. A apresentação será na próxima sexta-feira, dia 9, no teatro Procópio Ferreira (rua São Bento, 415). Os ingressos custam R$ 12 (R$ 6 meia entrada).

O concerto será iniciado com a abertura da ópera “Oberon”, do compositor alemão Carl Maria von Weber. Trata-se de uma ópera romântica inspirada no poema de Christoph Martin Wieland.

A segunda a ser apresentada será “Haffner – Sinfonia n. 35”, de Wolfgang Amadeus Mozart, em quatro movimentos. Em 1776, o compositor recebera, de Sigmund Haffner Filho, a encomenda de uma obra para celebrar o casamento de sua irmã. O pai de Sigmund, além de respeitado negociante, havia sido prefeito de Salzburgo. Mozart compôs uma serenata em oito movimentos que, por ter entrado para a história com o título de Serenata Haffner, acabou muitas vezes sendo confundida com a Sinfonia Haffner. Em julho de 1782, Sigmund Haffner foi elevado à posição de Cavaleiro do Reino pelo imperador José II. Leopold Mozart escreveu ao filho transmitindo o pedido, de Sigmund, de uma nova serenata para essa ocasião. Wolfgang vivia em Viena, na época, e estava sobrecarregado de trabalho. Mas, para não desapontar o pai, aceitou a encomenda, prometendo enviar a nova obra, parte por parte, assim que fosse sendo composta. O último movimento foi enviado pelo correio e não se sabe se a partitura chegou a tempo para as festividades, nem se a música foi alguma vez executada em sua forma original. Em dezembro do mesmo ano, Mozart pediu ao pai que lhe enviasse o manuscrito da “nova sinfonia composta para Haffner”. Sua intenção era apresentá-la em uma série de concertos em Viena. O manuscrito chegou em fevereiro de 1783. Embora fosse originalmente pensada como música de divertimento, e composta com muita pressa, a música era de qualidade ímpar. Mozart alterou a partitura e dos sete movimentos originais, retirou o primeiro e o sétimo e ainda um segundo minueto. A Sinfonia Haffner, em sua versão definitiva, possui quatro movimentos.

O concerto será encerrado com a obra “Capricho Espanhol, op.34”, de Nikolai Rimsky-Korsakov. A obra, em cinco movimentos, foi escrita em 1887 inspirada na publicação “Ecos de Espanha”, de José Inzenga.

A Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí, que tem João Maurício Galindo como regente titular, é formada por monitores e alunos bolsistas da instituição. O concerto abre a temporada do grupo no segundo semestre, com participação dos alunos aprovados no último teste de bolsas.

SERVIÇO
Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí
João Maurício Galindo, regência
Quando: 9 de setembro, sexta-feira, 20h00
Local: Teatro Procópio Ferreira – Rua São Bento, 415
Ingressos: R$ 12 (R$ 6 meia entrada) à venda de terça a sexta, das 14h às 17h30 e das 19h às 21h; ou uma hora antes do evento
Informações: 15 32058444 ou conservatoriodetatui.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário