Boletim de informaç0ões COVID-19 n° 628 Tatuí, 17 de domingo de 2021, sábado - 11h00h

18.331 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
17.862 PACIENTES RECUPERADOS
456 ÓBITOS CONFIRMADOS
13 INFECTADOS EM TRATAMENTO
3,28 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

domingo, 17 de outubro de 2021

Rally Serra Azul: Nicole Piano/Manuel Ruivo completam em 3º na UTV Start no primeiro dia de disputas

Dupla de Tatuí (SP) acelera neste fim de semana as 3ª e 4ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja, em Pardinho (SP). Neste domingo, a prova prossegue com mais duas Especiais de 57 km.

Aos 15 anos, Nicole está em sua 3a temporada nos ralis pilotando UTVs (Divulgação)

Rally Serra Azul prossegue neste domingo com mais duas Especiais (Nelson Santos Jr/PhotoAction)

Campeã Brasileira de Rally Baja em 2020, na categoria UTV Start, a piloto Nicole Piano, 15 anos, da equipe Território Motorsport, aguardava ansiosamente para acelerar, pois não competia desde dezembro. E, neste sábado (16), voltou às competições, desta vez, a bordo de um dos UTVs Maverick X3 TM do pai, o multicampeão dos ralis Edu Piano, que também é preparador de veículos competição. A dupla de Tatuí (SP), Nicole e Manuel Ruivo #157, completou o primeiro dia de disputas do Rally Serra Azul em 3º na categoria, com o tempo de 2h17m13. Cinquenta UTVs participam do grid neste fim de semana.

Apesar da chuva da noite na região de Pardinho (SP) que fez a organização cancelar o Prólogo, durante a prova deste sábado não choveu mas deixou vários trechos de lama, piso escorregadio e outros trechos complicados, muitos tiveram problemas durante a Especial de 57 km, no qual os competidores fizeram duas voltas.

“Fiz a prova no meu ritmo, porque além de fazer tempo que eu não competia, em alguns trechos o piso estava complicado para acelerar mas gostei muito da Especial”, diz Nicole. “Mas tivemos um problema na saída de um rio. Não dava para enxergar quase nada de tanta água que batia no rosto, daí caímos numa vala e o UTV enroscou no arame de cerca e perdemos um tempo para sair de lá”, conta a jovem piloto que estreou em outubro/2019 nos ralis, aos 13 anos, na mesma prova.

Já na segunda volta, com a passagem de vários competidores se abriram vários facões no terreno o que também dificultou e exigiu mais da pilotagem. “Pegamos um competidor na nossa frente que acabou bloqueando a passagem porque estava puxando um outro UTV e não havia como passar e tivemos de aguardar. É uma situação de prova e nesse caso não desconta do nosso tempo, diferentemente se fosse uma situação para socorrer alguém”, explica Ruivo,

“A Nicole pilotou bem mas tivemos esses dois incidentes, um na primeira Especial e outro na segunda, que foram situações inéditas para ela mas que serviram como aprendizado e, certamente, vão contribuir para e evolução dela no rali”, conclui o navegador.

A prova deste sábado foi válida pela 3ª etapa do Campeonato Brasileiro de Rally Baja e, neste domingo, acontece a 4ª etapa. Será o mesmo trajeto, a única diferença é que a organização mudou a programação e as motos fazem as duas voltas primeiro para depois os UTVs entrarem na Especial para não danificar mais o piso, como ocorreu neste primeiro dia. O parque de apoio do Rally Serra Azul está localizado no Posto Rodoserv Stop, no Km 193 da Rodovia Castelo Branco.

A equipe Território Motorsport tem patrocínio da General Tire. Mais informações no: www.territoriomotorsport.com.br, Facebook: @territoriomotorsport4x4, Instagram: @territoriomotorsport e Twitter @territorio4x4

Programação Rally Serra Azul 2021

17/10 – Domingo
8h00 – Largada: 1ª moto
14h00 – Premiação: Restaurante do Hotel

*programação sujeita à alteração

Local: Posto Rodoserv Stop (Pardinho SP)
Parque de Apoio: Rodovia Castelo Branco Km 193

(Mércia Suzuki)

Guarda Civil Municipal: ligue 3251-2849

 

Número de casos ativos de covid-19 em Tatuí cai para 13

Foram mais dois  novos casos da doença nas últimas 24 horas e nove pacientes recuperados para voltar às suas atividades normais.



Veja abaixo o boletim deste domingo da Vigilância Epidemiológica de Tatuí 

BOLETIM DE INFORMAÇÃO Nº 629, (COVID-19) | TATUÍ, 17 DE OUTUBRO DE 2021 (11H)

A Secretaria Municipal da Saúde, através da Vigilância Epidemiológica (VE), notificou nas últimas 24h, 2 novos casos positivos e 41 novos casos suspeitos. Foram 39 casos descartados, neste período.

Na Santa Casa de Misericórdia de Tatuí, a UTI tem capacidade para 15 leitos, e estão internados 3 pacientes com COVID-19 na UTI, ou seja, a taxa de ocupação é de 20%. Os leitos clínicos COVID são para 22 pacientes, e estão internados 2 pacientes, ou seja, a taxa de ocupação é de 9%.

No hospital particular de Tatuí, não há pacientes com COVID internados.

Até o momento são 76.473 notificações, sendo 4 casos suspeitos aguardando resultados dos testes, 58.138 descartados e 18.331 positivos (sendo que 456 casos vieram a óbito).

Dos 18.331 casos positivos de COVID-19, 17.862 pacientes já estão recuperados (97,4%) e 456 pacientes vieram a óbito. Dos casos positivos, 13 ainda estão em tratamento, em hospitais ou em tratamento domiciliar. Dos casos suspeitos, 4 estão em tratamento, em hospitais ou em tratamento domiciliar.

sábado, 16 de outubro de 2021

Mesa e banquetas Tatuí, da JB Bechara

 


Coluna da Práxis

A sessão ordinária da Câmara Municipal de Tatuí que deveria acontecer na segunda- feira, 11 de outubro, foi realizada na noite desta quarta-feira, 13 de outubro, por conta do feriado nacional de 12 de outubro, terça feira.

FARRA NA SAÚDE

Em sua primeira intervenção na tribuna, Sallum relatou o trabalho de seu gabinete em busca de informações no executivo para esclarecer, levar a público e, em caso de crime, punir os responsáveis pelo que está sendo denominado “Escândalo da farra na saúde”, em que funcionários supostamente receberam dinheiro público em horas extras não trabalhadas para votar e conquistar votos nas eleições municipais de 2020. Sallum lamentou a tentativa de obstrução da investigação pela prefeitura na resposta oficial aos requerimentos, com evasivas e dissimulação.

VIOLÊNCIA CONTRA A CRIANÇA NA ESCOLA.

A prefeitura propôs veto ao projeto de iniciativa do legislativo com objetivo de combater toda forma de violência contra as crianças nas escolas do município com ações e campanhas de esclarecimento. A alegação é de que a iniciativa não poderia ser do legislativo. Sallum contestou a manifestação da prefeitura e fez a defesa da procuradoria da Câmara que legitimou a iniciativa dos vereadores. "Não haverá qualquer dano ao erário público" garantiu Sallum. "Eu votei a favor desse importante projeto e voto contra o veto pela prefeitura". O veto foi mantido porque mesmo os vereadores proponentes do projeto votaram favoravelmente de forma resignada, apesar do grande alcance social do projeto. Segundo os próprios proponentes, a prefeitura se comprometeu a mandar projeto de sua autoria (Executivo) e com o mesmo propósito de defesa das crianças nas escolas.

A INDIGNAÇÃO DE SALLUM COM O DESMANCHE DO CONSERVATÓRIO

No tempo regimental reservado para manifestação pessoal dos vereadores, Sallum se indignou com o desconhecimento de vereador bolsonarista que afirmou não reconhecer qualquer importância do Conservatório para Tatuí. O vereador Claudião da Oklahoma declarou que não se importa com o fechamento da escola de música que chamou de "elefante branco". Sallum, que foi aluno do Conservatório por oito anos, deu uma aula sobre o que é a escola, sua importância não só no contexto municipal, mas para toda comunidade artística, extrapolando os limites do nosso país. Mostrou conhecimento da hierarquia meritocrática que os musicistas perseguem para ocupar os espaços nas principais orquestras do Brasil e no mundo. Falou da excelência no ensino e do reconhecimento internacional da escola. Arrematou mostrando números e gráficos que provam as ações predatórias do governo do PSDB durante uma década, retirando dinheiro do Conservatório, arrochando o orçamento e sufocando a escola com o claro objetivo de causar o desgaste até a sua extinção.

Esta coluna é da responsabilidade do Movimento Popular Práxis, de Tatuí

Conservatório de Tatuí convida músicos e apreciadores para Rodas de Choro ao ar livre

Lançado no início do mês, o projeto busca envolver ‘chorões’ de toda a região para tocar e, também, para formar um Clube do Choro que seja referência deste gênero musical. Traga seu instrumento e entre nesta roda – próxima terça-feira, às 17h, na Praça da Matriz de Tatuí

Divulgação / Conservatório de Tatuí

16/10/2021 |  O Conservatório de Tatuí – instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, considerada a maior escola de música e teatro da América Latina, convida músicos, musicistas e apreciadores em geral para participar da série “Rodas de Choro 2021”. Lançado no início deste mês, com apoio da Prefeitura Municipal, o projeto tem como principal o objetivo envolver os ‘chorões’ de toda a região para formar o Clube do Choro do Conservatório de Tatuí, que deverá promover Rodas de Choro regularmente e abrigar um amplo acervo de partituras, materiais literários e audiovisuais, tornando-se referência para este gênero tão valioso da música popular brasileira. Traga seu instrumento e entre nessa roda, na próxima terça-feira, dia 19, às 17h, na Praça da Matriz de Tatuí.

As Rodas de Choro são conduzidas pelos professores Alexandre Bauab Jr., Altino Toledo, Benedito de Paula, Marcelo Cândido e Rodrigo Moura, docentes dos cursos de Choro, e alunos(as) do Conservatório de Tatuí. Mas são abertas à participação de músicos e musicistas em geral, como manda a tradição das boas rodas. “E é exatamente isso que buscamos: envolver os ‘chorões’ da cidade e de toda a região”, comenta Claudia Freixedas, superintendente educacional da Sustenidos, organização social gestora do Conservatório de Tatuí.

"Sabemos que existem muitos 'chorões' de diferentes gerações na cidade e em vários municípios vizinhos. Por isso, estamos organizando Rodas de Choro, entre outras ações, a fim de aglutinar interessados e interessadas - tanto professores e estudantes da instituição quanto a comunidade em geral - em torno dessa modalidade. E as rodas ainda servirão como laboratório de prática para os alunos e alunas da instituição", observa Claudia.

Ela reforça que este é o primeiro passo para a implantação do Clube do Choro do Conservatório de Tatuí, que pretende reunir profissionais, estudantes e admiradores do estilo para uma rica troca de informações e experiências. Além de promover regularmente encontros e rodas de choro, o Clube organizará a criação de um acervo colaborativo, além de desenvolver pesquisas e realizar apresentações artísticas, com participação de artistas convidados de todo o país.

Pioneiro entre as escolas de música estaduais na inclusão do Choro em sua grade curricular como curso regular (1989), o Conservatório de Tatuí sempre valorizou esse importante gênero musical brasileiro, fundamental da gênese da música urbana brasileira do século XX. Com a criação do Clube do Choro, o Conservatório de Tatuí busca atuar na Salvaguarda do Patrimônio Material e Imaterial do Choro, a partir da criação de um acervo que disponibilizará partituras, produções literárias e audiovisuais do gênero, de ‘chorões’ da cidade e das cidades vizinhas, para consulta aberta ao público, tornando-se referência para pesquisadores e apreciadores em geral.

As Rodas de Choro são realizadas pelo Conservatório de Tatuí, com apoio da Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, e seguem todos os protocolos de distanciamento e higienização preconizados pelos órgãos de saúde para coibir a disseminação da Covid-19.

SERVIÇO
Rodas de Choro do Conservatório de Tatuí
Alexandre Bauab Jr., Altino Toledo, Benedito de Paula, Marcelo Cândido e Rodrigo Moura, professores responsáveis
Claudio Sampaio, coordenação
Datas: dias 19 e 26 de outubro e dias 11, 23 e 30 de novembro de 2021
Horário: 17h
Local: Praça da Matriz de Tatuí
Eventos gratuitos

Patrocinador Ouro Conservatório de Tatuí: CSN

Patrocinadores Sustenidos: Microsoft e Visa
Apoio institucional: Instituto ACP
Parceiro internacional: JM International

DEFENDA O CONSERVATÓRIO DE TATUÍ. DIGA NÃO À DESATIVAÇÃO DE CURSOS, GRUPOS  E SETORES DO CONSERVATÓRIO..

Vidro de mirante do prédio mais alto de SP é de Tatuí

O espaço fica no coração da capital paulista. A sensação é de flutuar no 42º andar, a uma altura de 170 metros.


Do site do SBT/TV Sorocaba, com edição do DT

14/10/2021 |  Quem gosta de tirar fotos inusitadas já deve ter visto aquele deck de vidro reforçado projetado para fora do prédio mais alto de São Paulo. A imagem lá do alto é incrível mesmo e a tecnologia para a confecção e montagem da caixa de vidro saiu de Tatuí. O espaço fica no coração da capital paulista. A sensação é de flutuar no 42º andar, a uma altura de 170 metros.

Para que a atração turística fosse possível foi necessário um vidro resistente, que suporta até 30 toneladas. Esse tipo de vidro é mais transparente do que um vidro comum, retém menos calor e para suportar todo o peso é composto por quatro camadas. Um processo longo, que começou no ano passado.

A tecnologia é inovadora e saiu de uma empresa de Tatuí, a Guardian. Por causa das características, esse tipo de vidro está bem requisitado. Esse tipo de vidro é mais transparente do que um vidro comum, retém menos calor e para suportar todo o peso é composto por quatro camadas.

vídeo | Vidro de mirante do prédio mais alto de SP é de Tatuí | TV Sorocaba SBT

Temporal derruba pelo menos 15 árvores em Tatuí

A Prefeitura de Tatuí realiza desde a noite de ontem serviços de poda de galhos e árvores, além da limpeza de ruas no Centro e bairros atingidos pelo temporal de ontem (15). Foram contabilizadas as quedas de onze árvores na área urbana e quatro na área rural, devido às chuvas. As fotos foram divulgadas pela Prefeitura de Tatuí.



Vacinação da escola 'João Florêncio' muda para o Ginásio de Esportes na segunda-feira

Hoje há vacinação no sistema drive-thru na Concha Acústica; veja abaixo como será na segunda-feira.

Tatuí fecha a semana neste sábado com 22 casos de covid-19 e dois óbitos

Com apenas dois casos nas últimas 24 horas, a média móvel fechou em 3,14 por dia, quebrando a sequência de altas; a vacinação plena já atinge 62,1% da população total, que inclui os menores de 12 anos e não recebem o imunizante.



Veja abaixo o boletim oficial da Secretaria da Saúde de Tatuí - Vigilância Epidemiológica


A Secretaria Municipal da Saúde, através da Vigilância Epidemiológica (VE), notificou nas últimas 24h, 2 novos casos positivos e 103 novos casos suspeitos. Foram 103 casos descartados, neste período.

Na Santa Casa de Misericórdia de Tatuí, a UTI tem capacidade para 15 leitos, e estão internados 4 pacientes com COVID-19 na UTI, ou seja, a taxa de ocupação é de 26%. Os leitos clínicos COVID são para 22 pacientes, e estão internados 2 pacientes, ou seja, a taxa de ocupação é de 9%.

No hospital particular de Tatuí, não há pacientes com COVID internados.

Até o momento são 76.432 notificações, sendo 4 casos suspeitos aguardando resultados dos testes, 58.099 descartados e 18.329 positivos (sendo que 456 casos vieram a óbito).

Dos 18.329 casos positivos de COVID-19, 17.853 pacientes já estão recuperados (97,4%) e 456 pacientes vieram a óbito. Dos casos positivos, 20 ainda estão em tratamento, em hospitais ou em tratamento domiciliar. Dos casos suspeitos, 4 estão em tratamento, em hospitais ou em tratamento domiciliar.

sexta-feira, 15 de outubro de 2021

foto/cidade | Guarda Civil na Praça da Matriz nesta sexta-feira

Prédio do Museu Paulo Setúbal recebe obras de conservação

1º andar recebe pintura interna
Edifício recebe troca de calhas, limpeza da caixa d'água, dedetização, desratização e pintura interna.

Desde meados de março, diversas obras de melhorias estão sendo realizadas no prédio do Museu Histórico Paulo Setúbal, que é tombado como Patrimônio Histórico, Cultural e Arquitetônico, por meio do processo de tombamento nº 01/2020 do CONDEPHAT (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico e Artístico de Tatuí) e do Decreto Municipal nº 20.708 de 20 de agosto de 2020.

Em virtude de o edifício ser composto de forro e piso de madeira, foi realizada a dedetização e desratização, limpeza das caixas d’água, como tratamento preventivo, para evitar problemas no prédio e no acervo da reserva técnica, que tem um rico material impresso. O telhado do Museu também sofreu intervenções, como a troca de calhas e obras para sanar as goteiras e infiltrações que ocorriam em alguns pontos.

Atualmente, os ambientes que compõe o 1º andar do prédio histórico – sala de exposição temporária, hall, corredor e escada que liga ao piso térreo, auditório, corredor, recepção, sala do administrativo, sala da diretoria – estão tendo a pintura interna refeita.

Desde 2017, outras obras foram realizadas no local, como tratamento de fissuras e infiltrações, e instalação de ar-condicionado no auditório do Museu, que tem capacidade para 50 pessoas.

Sobre o edifício do Museu – O prédio foi construído em um terreno então chamado de “Largo Santos Dumont”, entre as ruas 'Visconde do Rio Branco' (atualmente rua 7 de Maio), medindo 68,70m de frente; '7 de Setembro' (atual Rua Coronel Aureliano de Camargo), medindo 67,20m; 'Rua do Sossego' (Coronel Bento Pires), medindo 68,70m; e 'José Bonifácio', medindo 67,20m. Assim era a Praça Manoel Guedes, popularmente conhecida como a “Praça do Museu”.

Segundo dados do Cartório de Registro de Imóveis, Títulos e Documentos e Civil das Pessoas Jurídicas da Comarca de Tatuí, no livro de transcrição das Transmissões 3-D (velho), na folha 73, o registro nº 2.723, feito em 12 de dezembro de 1913, consta que a Fazenda do Estado de São Paulo adquiriu o terreno, através de doação da Câmara Municipal de Tatuhy, conforme escritura pública de 3 de dezembro de 1913, lavrada nas notas do 6º Tabelionato de São Paulo, Thiago Mazagão, pelo valor de 300$000. O documento apresenta as Condições de Contrato: a doação é feita sob a condição da adquirente construir no terreno doado o edifício que servirá de Cadeia, Fórum, Câmara Municipal e suas dependências nesta cidade.

Nesse local, em 1920, foi construído o prédio, na então 'Praça Antônio Prado', que passou posteriormente a ser a 'Praça Manoel Guedes''. Esse edifício seria a Cadeia e o Fórum. Segundo o registro “Tatuhy através da História”, o prédio tem “construção recente, sob o governo do senhor Dr. Altino Arantes, sendo secretário da Agricultura o senhor Doutor Cândido Motta, que a mandou fazer. Planta elegante, em sobrado, prisões bem arejadas e amplas, vasta sala de júri e audiências e gabinetes diversos. Ocupa lugar no centro da praça, ostentando, no seu salão principal, o retrato a óleo deste ex-secretário, Cândido Motta, e o do Dr. João Feliciano da Costa Ferreira, primeiro juiz desta comarca”.

Em 28 janeiro de 1969, o Decreto nº 51.328 transfere para a Secretaria da Cultura, Esportes e Turismo o prédio do Fórum e Delegacia de Polícia, bem como o terreno do imóvel, toda a Praça Manoel Guedes, com 64 metros para a rua 7 de maio, 64 metros para a rua Coronel Aureliano de Camargo, 64 metros para a rua Coronel Bento Pires e 64 metros para a rua José Bonifácio, sendo o referido imóvel para a instalação da “Casa de Paulo Setúbal” (Museu Histórico de Tatuí). O diretor da “Casa de Paulo Setúbal” era Nilzo Vanni.

Segundo o Jornal “O Estado de São Paulo”, de terça-feira, 12 de agosto de 1975, na matéria “Tatuí Inaugura Museu e a Casa de Paulo Setúbal”, “A ‘Casa de Paulo Setúbal’ e o Museu Histórico de Tatuí, agora instalados no antigo prédio da Cadeia e Fórum, foram inaugurados dentro das comemorações da Semana de Paulo Setúbal e do Aniversário de Tatuí”.

Em 1984, o Acervo do Museu tinha, em média, 1.500 peças, distribuídas nas salas: Sala de Paulo Setúbal, Sala da História de Tatuí, Sala de Objetos Sacros, Sala de Taxidermia, Sala dos Pracinhas da FEB e sala de leitura. Além destas, existiam outras a Biblioteca Raul de Pollilo, doada pela família em 1981, sendo que faz parte, entre outras raridades, um busto em bronze de Eça de Queiroz, a enciclopédia Britânica em Inglês, o webster e algumas coleções importantes, como “Gênios da Pintura”; a Biblioteca Maurício Loureiro Gama, doada em vida pelo jornalista; a Biblioteca Jornalista Walter Silveira da Mota, doada em vida e entregue após a morte pelo irmão Oscar Augusto Silveira da Mota, e a Biblioteca própria da Casa, uma sala de livros da atualidade, inaugurada durante os festejos da Semana de 1978, procurada principalmente por estudantes de Direito e advogados, pois possui uma valiosa coleção de obras jurídicas, o que não ocorre em nenhuma biblioteca pública da cidade.

No ano de 1986, o edifício integra a estrutura da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo do Estado de São Paulo. Segundo o livro “Tatuí/Capital da Música”, de Renato Ferreira de Camargo e Christian Pereira de Camargo, a “Casa de Paulo Setúbal” e Museu Histórico de Tatuí foram administrados, por alguns anos, pelo Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos”.

Em agosto de 2008, a “Casa de Cultura” passa a ser administrada por uma Organização Social – novo modelo de gestão instituída pela Lei 846/98, do governador Mário Covas -, a Associação Cultural de Amigos do Museu Cândido Portinari.

No dia 23 de dezembro de 2008, abriu a Ordem de Início dos Serviços na Casa de Cultura Paulo Setúbal, para o contrato no valor de R$ 795 mil, que realizou intervenções necessárias à modernização e à readequação dos espaços, com instalação de elevador e medidas de acessibilidade. Com a reforma, o prédio ganhou medidas sustentáveis, como iluminação de baixo consumo energético.

Em maio de 2010, a Câmara Municipal aprovou um Projeto de Lei, criando em Tatuí o Museu “Casa de Cultura Paulo Setúbal”, o que em 30 de abril de 2010, a Lei Municipal nº 4.345 dispõe sobre a criação deste espaço, na gestão do então prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo. Em 20 de setembro do mesmo ano, é reinaugurada a “Casa de Cultura Paulo Setúbal” e o Museu de Tatuí, agora batizado como Museu Histórico “Paulo Setúbal”.

A expografia do Museu conta a formação da cidade, movimentos populacionais, primeiros habitantes, colonizadores e os conflitos gerados por eles, além de registrar a presença dos tropeiros na região e a história cultural e musical que levaram Tatuí ao título de “Capital da Música”. Há uma sala dedicada exclusivamente à vida e à obra do escritor e jornalista, imortalizado pela Academia Brasileira de Letras, Paulo Setúbal, o patrono do Museu Histórico; há o gabinete de leitura “Nilzo Vanni” e um auditório. O acervo também conta sobre as participações de tatuianos em conflitos armados na Segunda Guerra Mundial e na Revolução de 1932, além de outras curiosidades.

Em 2020, devido a pandemia da COVID-19, o Museu Histórico “Paulo Setúbal” criou o Projeto #MuseuPauloSetúbalEmSuaCasa, disponibilizando os projetos do educativo por meio de vídeos produzidos por artistas e personalidades da cidade, ou apresentando o acervo do Museu. Dentre os projetos apresentados, destacam-se: #EscritaFalada, no mês de maio, para valorizar o Dia Municipal da Literatura Tatuiana; #VisãodoArtistaPlástico, que homenageou alguns nomes das artes plásticas do município; e #TatuídaFestadeBemfica. O canal do Museu no YouTube tem permitido o acesso de seus usuários, que não podem visitar o equipamento cultural devido à suspensão das atividades presenciais. O “18º Prêmio Literário Paulo Setúbal – Contos, Crônicas e Poesias” faz, neste ano, alusão ao centenário do edifício sede do Museu.

Para as comemorações desta tão importante data, o então diretor e publicitário do Departamento de Comunicação da Prefeitura de Tatuí, Leandro Alexandre Mendes, criou uma logomarca que foca no desenho do edifício – construído para ser sede da Cadeia e do Fórum da cidade -, e destaca o ano de sua criação, bem como o Jubileu do Centenário da sede do Museu Histórico “Paulo Setúbal”.

Praça da Matriz recebe nova edição das Rodas de Choro na terça-feira (19)

O Projeto se estenderá ao longo dos meses de outubro e novembro, sempre às terças-feiras, às 17h, abertas ao público, que pode levar seu instrumento e tocar.

Evento será conduzido pelos professores do curso de Choro do Conservatório de Tatuí.

O Projeto “Rodas de Choro”, idealizado pelo Conservatório de Tatuí em parceria com a Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude, realizará uma nova apresentação na próxima terça-feira (19/10), a partir das 17h, na Praça da Matriz.

Mais uma vez, o evento será conduzido pelos professores do curso de Choro do Conservatório, Alexandre Bauab Júnior, Altino Toledo, Benedito de Paula, Marcelo Cândido e Rodrigo Moura, e por alunos do Conservatório. Os músicos em geral também estão convidados a participar da evento.

Vale ressaltar que todos os protocolos sanitários de combate à Covid-19 devem ser seguidos pelos presentes no evento, que está em sua segunda edição, das seis que compõem o Projeto ao longo dos meses de outubro e novembro, sempre às terças-feiras, às 17h, abertas ao público, que pode levar seu instrumento e tocar.

Clube do Choro 

Pioneiro entre as escolas de música estaduais na inclusão do Choro em sua grade curricular como curso regular (1989), o Conservatório de Tatuí sempre valorizou esse importante gênero musical brasileiro, fundamental na composição da música urbana brasileira do século XX.

O Conservatório de Tatuí buscará, também, atuar na salvaguarda do Patrimônio Material e Imaterial do Choro, a partir da criação de um acervo que disponibilizará partituras, produções literárias e audiovisuais do gênero, de chorões da cidade e das cidades vizinhas, para consulta aberta ao público.

“Sabemos que existem muitos ‘chorões’ de diferentes gerações na cidade e em municípios vizinhos. Por isso, estamos organizando ‘Rodas de Choro’, entre outras ações, a fim de aglutinar interessados e interessadas – tanto professores, estudantes da instituição quanto a comunidade em geral – em torno dessa modalidade e que ainda servirão como laboratório de prática para os alunos e alunas”, explica a superintendente educacional da Sustenidos – Organização Social gestora da instituição, Claudia Freixedas.

O projeto apresenta como ações principais: realizar “Rodas de Choro” periódicas, como um espaço de vivência intergeracional do gênero, inicialmente com professores e alunos do Conservatório de Tatuí – não somente dos cursos de Choro, mas também de MPB/Jazz e música erudita – e ainda contar com a participação de chorões da cidade e de toda região, além de buscar atrair amadores e admiradores do Choro para rodas cada vez maiores; realizar Rodas em homenagem a importantes chorões da cidade e da região; realizar entrevistas com os chorões da região, reunir registros e tornar o Conservatório de Tatuí um importante repositório de partituras e outras memórias do Choro; promover Concertos, inclusive com grupos de chorões e choronas convidados, vindos das mais variadas regiões, com o objetivo de criar pontes entre diversos grupos e estimular o intercâmbio cultural; e implantar o “Clube do Choro” do Conservatório de Tatuí.

Pretende-se, com o passar do tempo, que as Rodas de Choro envolvam a comunidade, seja como músicos ou ouvintes, e que isso evolua para a formação de um clube, onde todos possam trocar experiências e propor ações, opinando democraticamente sobre quais grupos gostariam de convidar, quais músicos/musicistas devem ser homenageados, sempre por meio de decisões coletivas e participativas.

Tatuí volta a ocupar assento no Conselho de Administração da Associação Paulista de Previdência

O diretor-presidente do TatuiPrev, Rosan Paes Camargo Filho, foi eleito pelos associados da instituição para representar Tatuí.

Rosan Paes Camargo Filho toma posse 


15/10/2021 | A Associação Paulista de Entidades de Previdência do Estado e dos Municípios – APEPREM, durante seu 17º Congresso Estadual, realizado em São José do Rio Preto de 5 a 7 de outubro, deu posse ao segundo membro de Tatuí a compor o Conselho de Administração da entidade, que é formado por 15 membros, em que cada um tem um mandato de 3 anos, podendo ser reeleito.

O diretor-presidente do TatuiPrev, Rosan Paes Camargo Filho, foi eleito pelos associados da instituição para representar Tatuí. A cerimônia de posse contou com a presença de diversas autoridades, como: o presidente da ABIPEM (Associação Brasileira de Previdência dos Estados e Municípios), João Carlos Figueiredo; o presidente da APEPREM, Daniel Boccardo; associados e congressistas da APEPREM; e diversos integrantes do Conselho Administrativo do TatuiPrev.

Anteriormente, o ex-presidente do TatuiPrev, Markus Henrique Tavares Gonçalves Silva, também já ocupou uma cadeira do Conselho, sendo o primeiro tatuiano a conquistar tal posição, porém, quando deixou o cargo no órgão, automaticamente foi excluído do Conselho, em virtude do regimento da instituição.

A APEPREM existe há 23 anos, sendo uma entidade sem fins lucrativos, que hoje ocupa lugar de destaque no cenário da Previdência Nacional, com 133 entidades associadas, dentre Estado e Municípios. Ela é constituída com o objetivo de ampliar, promover a interação, fortalecer e desenvolver a capacidade administrativa, técnica e financeira das entidades associadas, promovendo momentos de aprendizado e reflexão acerca da normatização e das práticas previdenciárias, com o intuito de melhorar e aprimorar a capacidade técnica dos servidores e gestores dos regimes próprios.

O Conselho de Administração tem como função: aprovar o regimento interno e outros instrumentos normativos necessários ao funcionamento da APEPREM, bem como o Regulamento Eleitoral; aprovar a estrutura organizacional e o quadro de pessoal da APEPREM; apreciar e aprovar o relatório anual e a prestação de contas da Diretoria Executiva da APEPREM, que deverá estar acompanhado de parecer técnico do Conselho Fiscal; decidir quanto à previsão orçamentária e ao plano de trabalho para o exercício seguinte, proposto pela Diretoria Executiva; deliberar sobre a contratação de empresa de auditoria; deliberar sobre a fixação do valor da taxa de contribuição associativa; e decidir sobre assuntos omissos no estatuto; entre diversas outras atividades.

Música na Praça recebe a centenária Banda de Pereiras neste sábado

A Banda Lira Santa Cecília de Pereiras já tocava no Coreto de Tatuí no início do projeto, na administração de Olívio Junqueira (1978-1982). 

Banda "Lira Santa Cecília", de Pereiras, que se apresentará neste sábado, às 11h, na Praça da Matriz.

15/10/2021 |  O projeto Música na Praça, ação cultural da Prefeitura de Tatuí, receberá neste sábado (16/10) a Banda Lira Santa Cecília, da cidade de Pereiras, que se apresentará, como de costume, às 11h, na Praça da Matriz.

A Banda foi fundada oficialmente em 1884, porém, há registros de sua existência desde 1878, quando o maestro Honório de Almeida viajava a cavalo de Tietê até Pereiras, para dar aulas de música. Por indicação de padre Ângelo Tersi, entre os anos de 1878 e 1880, o grupo musical que até então tinha o nome de “Lyra Pereirense”, foi alterado para “Lira Santa Cecília”, em homenagem à santa que é padroeira dos músicos católicos.

Alexandre Paschoal – que foi um dos alunos de Honório que mais se destacou – foi professor de Sabatino Pastore, que regeu a Banda por 58 anos, sendo o grande responsável pela formação de muitos músicos de Pereiras e região. Ele foi sucedido por Maria Cristina de Jesus da Silva – a primeira maestrina do grupo – que faleceu em 2013, fato que fez com que Juliano Gomes da Silva assumisse a função, a qual exerceu até o mês de agosto, quando assumiu o atual maestro, Roberto Elias da Silva Savoia.

Por meio da Banda “Lira Santa Cecília”, surgiu a Escola de Música “Nicanor Molitor” (que fez parte da Banda até os 92 anos de idade e faleceu em 1998), que exerce suas atividades até hoje, formando músicos e enriquecendo ainda mais a história do grupo musical que existe há mais de um século.

Atualmente, a Escola conta com Matheus Oliveira na área de “madeiras” e Roberto Savóia na área de “metias”. Além disso, a Corporação possui um CD intitulado “Nossa Banda… Nossa História…”, que registra obras de compositores pereirenses, que expressam com evidência o valor da arte musical daquela terra.

Este sábado (16) é o Dia V para a atualização da caderneta de vacinação em Tatuí

Serão 11 postos abertos para receber crianças, jovens e adultos que estão em atraso no recebimento de alguma vacina.

Basta os pais comparecerem com as crianças e adolescentes nos postos de saúde, portando a caderneta de vacinação

15/10/2021 |  Neste sábado (16/10), das 8h às 14h, onze postos de saúde da área urbana de Tatuí estarão abertas para que as crianças e adolescentes com até 15 anos de idade, que estejam com qualquer vacina em atraso, possam ser imunizadas. A ação, intitulada como “Dia V da Campanha de Multivacinação”, é uma mobilização nacional idealizada pelo Ministério da Saúde do Governo Federal de regularização da cobertura vacinal do público-alvo.

Estarão abertas os seguintes postos de Saúde: 
  • UBS Central, 
  • ESF São Cristóvão, 
  • UBS Vila Dr. Laurindo, 
  • ESF Rosa Garcia, 
  • ESF Valinho, 
  • ESF CDHU, 
  • ESF Vila Angélica, 
  • ESF Jardim Santa Rita de Cássia, 
  • UBS Vila Esperança, 
  • ESF Jardim Tóquio e 
  • ESF Vila Santa Luzia.

As vacinas que estarão disponíveis nos postos para as crianças oferecem proteção contra cerca de 20 doenças::
  • BCG, Hepatite A e B, 
  • Penta (DTP/Hib/Hep B), 
  • Pneumocócica 10 valente, 
  • VIP (Vacina Inativada Poliomielite), 
  • VRH (Vacina Rotavírus Humano), 
  • Meningocócica C (conjugada), 
  • VOP (Vacina Oral Poliomielite), 
  • Febre amarela, 
  • Tríplice viral (sarampo, rubéola, caxumba), 
  • Tetraviral (Sarampo, rubéola, caxumba, varicela), 
  • DTP (tríplice bacteriana), 
  • Varicela e 
  • HPV quadrivalente (Papilomavírus Humano).

Aos adolescentes estarão disponíveis para atualização da caderneta as vacinas: HPV, dT (dupla adulto), Febre amarela, Tríplice viral, Hepatite B, dTpa e Meningocócica ACWY (conjugada). Importante lembrar que os adultos também poderão ser vacinados contra a Influenza no “Dia V”.

No dia da ação, basta os pais comparecerem com as crianças e adolescentes nos postos de saúde, portando a caderneta de vacinação, que será avaliada pelos profissionais de saúde, para saber quais doses precisarão ser aplicadas, sejam casos de atraso, falta ou necessidade de reforço de algum imunizante.

Em Tatuí, desde o início do mês de outubro, até o dia 29, a Secretaria de Saúde já vem realizando a ação nos postos de saúde – no horário de funcionamento habitual das unidades -, com o intuito de diminuir o número de crianças e adolescentes que não estão com a cobertura vacinal em dia; a ação continua acontecendo até o dia 29/10.

Vacinação contra a Covid-19

Neste sábado (16/10), haverá vacinação contra a Covid-19 no drive thru da Concha Acústica, das 8h às 14h.

Número de casos de covid-19 em Tatuí sobe pelo terceiro dia consecutivo; mais oito notificados hoje

Média móvel de 4,57 infectados por dia é a pior desde o dia 4



Veja abaixo o boletim da Vigilância Epidemiológica de Tatuí


A Secretaria Municipal da Saúde, através da Vigilância Epidemiológica (VE), notificou nas últimas 24h, 8 novos casos positivos e 65 novos casos suspeitos. Foram 55 casos descartados, neste período.

Na Santa Casa de Misericórdia de Tatuí, a UTI tem capacidade para 15 leitos, e estão internados 3 pacientes com COVID-19 na UTI, ou seja, a taxa de ocupação é de 20%. Os leitos clínicos COVID são para 22 pacientes, e estão internados 2 pacientes, ou seja, a taxa de ocupação é de 9%.

No hospital particular de Tatuí, não há pacientes com COVID internados.

Até o momento são 76.329 notificações, sendo 6 casos suspeitos aguardando resultados dos testes, 57.996 descartados e 18.327 positivos (sendo que 456 casos vieram a óbito).

Dos 18.327 casos positivos de COVID-19, 17.851 pacientes já estão recuperados (97,4%) e 456 pacientes vieram a óbito. Dos casos positivos, 20 ainda estão em tratamento, em hospitais ou em tratamento domiciliar. Dos casos suspeitos, 6 estão em tratamento, em hospitais ou em tratamento domiciliar.

Diego Dedablio lança, nesta sexta-feira, o Projeto “Preleção sobre a Importância da Expressão Artística”

Os vídeos estarão disponíveis no canal do Museu no YouTube

Diego Dedablio
15/10/2021 |  Nesta sexta-feira (15/10), será lançado o Projeto “Preleção sobre a Importância da Expressão Artística”, de Diego Dedablio – parte integrante do “1º Festival de Arte e Cultura de Tatuí”, da Prefeitura de Tatuí. Divididos em duas partes, os vídeos estarão disponíveis no canal do Museu no Youtube (https://bit.ly/3C9eKnw), às 9h e às 15h, respectivamente.

O Projeto busca esclarecer a utilidade da linguagem artística no cotidiano das pessoas, além de comparar a arte clássica e o contemporânea, incluindo a forma poética em fragmentos e menções, por meio de nomes importantes do pensamento artístico, como Goethe e Matisse, por exemplo.

Diego Dedablio, em sua “Preleção sobre a Importância da Expressão Artística”, quer concretizar a definição da abordagem filosófica da arte, em seu utilitarismo pragmático, como ferramenta de conhecimento em forma diálogo aberto, promovendo a reflexão e o senso de análise.

O Projeto foi um dos habilitados no Edital de Cultura 01/2021, do “1º Festival de Arte e Cultura de Tatuí”, da Prefeitura de Tatuí.

Sobre o artista – Nasceu em Tatuí em 1987. Aos 11 anos de idade iniciou a produção de Histórias em Quadrinhos, escrevendo para jornais da região. Em 2000 deu início aos estudos em Arte Urbana – Graffiti e em Pintura. A partir de então, começou a atuar nas ruas com o intuito de fazer obras inteiramente públicas. Em 2005 realizou, no Conservatório de Tatuí, a Exposição “Sigilo”, primeira exposição de Arte Urbana na região. No ano de 2006, executou o projeto expositivo na Picida Yang Culture, em Tatuí, e assinou uma série de camisetas numeradas para a loja e para a marca. No ano seguinte, participou, com outros escritores de rua, da Exposição “Circuito Fechado”, na Associação dos Artistas Plásticos de Tatuí, que teve um recorde de público.

Aprimorou seus conhecimentos em 2008, iniciando os estudos de Cenografia e Iluminação Cênica no Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos”, de Tatuí. No mesmo ano participou, em parceria com a cantora argentina Lila Ibarra, da apresentação “Mãe Terra, Madre Tierra”. Em Tatuí, participou com uma instalação no Projeto “Casa de Bamba” e foi agraciado com o 2º lugar no Mapa Cultural Paulista (Artes Plásticas), do Governo do Estado de São Paulo. Participou, com o setor de Artes Cênicas do Conservatório de Tatuí, do Projeto “Conexões” pela Cultura Inglesa. E, em parceria com Lila Ibarra, participou expondo nas apresentações da cantora no Teatro Galatea, Resistência e Chaco-Argentina. Executou um mural em honra à Nação Indígena Toba, em Resistência, Chaco-Argentina, e outro mural em honra à herança da cultura negra, no Bairro Cambaquan, em Corrientes, Argentina. No ano de 2008, venceu o Prêmio Revista Bravo! de Ilustração, ilustrando o conto “Um Homem Célebre”, de Machado de Assis.

Em 2009, participou expondo no “8º Brasil Instrumental”, pela Cooperativa de Música em Tatuí; na exposição coletiva “Acúmulos”, na loja e galeria “Casa de Quem” em São Paulo; e ganhou a Bolsa de Estudos Vera Holtz, passando a residir em São Paulo.

Em 2010, iniciou os estudos de Xilogravura, Gravura em Metal e Litogravura, no Museu Lasar Segall, em São Paulo. Realizou a instalação “Interno & Externo”, a convite da Cultura Inglesa, de Presidente Prudente, e, na mesma cidade, assinou as ilustrações para a campanha publicitária da Cultura Inglesa. Participou do “8° Encontro de Graffiti Art”, de Santana do Parnaíba, e realizou a exposição “O Timbre do Silêncio”, exposição solo, a convite da Prefeitura de Tatuí. Trabalhou como arte-educador no Instituto Verde Escola, na Praça Victor Civita, em São Paulo.

No ano de 2011 participou do desfile do bloco “Filhos da Santa”, pintando painéis que desfilaram junto ao bloco no Bairro Santa Cecília, em São Paulo. Representou o Brasil, juntamente com grandes nomes do Graffiti Latino, no livro “Nuevo Mundo – Latin American Street Art”, de Maxiliano Ruiz (pesquisador de Street Art), com fotografias e texto, editora Gestalten – Berlim, Alemanha. Participou da exposição “Saudade do Futuro”, na 99ª Semana Euclidiana, em São José do Rio Pardo. Executou a performance de Live-Painting na Maratona de Cinema do Sesc Sorocaba. Realizou a exposição solo no “Rasgada Coletiva”, em Sorocaba, com obra de cunho gráfico (xilo, lito, recorte, gravura em metal e impressos). Executou performance no Fórum de Dança Contemporânea em Votorantim, pelo Sesc Sorocaba.

Em 2012 executou um mural para o projeto “R.U.A. Reflexo on Urban Art”, em Amsterdam, na Holanda. Ministrou um workshop sobre a filosofia do Graffiti com crianças e adolescentes no Lloyd Hotel – Culture Embassy, em parceria com o projeto “R.U.A. Reflexo on Urban Art”. Participou de um debate sobre Intervenção Urbana no Rasgada Coletiva, em Sorocaba.

No ano seguinte, 2013, expos no “Festival Livre”, da USP (Universidade de São Paulo). Em 2014 executou e apresentou a exposição solo “Infinita Finitude”, na Galeria Residência, em Bauru, e participou da exposição coletiva “Com Pos To”, na Verve Galeria, em São Paulo. Depois, em 2017, participou do “Vulica Festival”, realizando um mural público em Minsk, Bielorrússia, a convite da Embaixada Brasileira.

Já em 2018, no Museu Histórico “Paulo Setúbal”, o artista realizou uma exposição individual, com mais de 33 obras, incluindo pinturas, gravuras, colagens, desenhos em diversas técnicas, como spray, óleos, acrílicos colagem, objet trouve, assemblage, instalação, entre outros, que datam de 2012 a 2019.

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Aos 15 anos, piloto de Tatuí Nicole Piano volta a acelerar, no fim de semana, no Rally Serra Azul

Filha do multicampeão dos ralis, Edu Piano, Nicole conquistou o título do Campeonato Brasileiro de Rally Baja 2020, na Categoria Start. Na prova de Pardinho/SP fará dupla com Manuel Ruivo e pilotará um dos UTVs do pai.

Nicole tem 15 anos e foi Campeã Brasileira de Rally Baja 2020 (UTV Start) (Nelson Santos Jr/PhotoAction)

14/10/2021 |  Neste fim de semana, 16 e 17, acontece o Rally Serra Azul, prova de rodada dupla do Campeonato Brasileiro de Rally Baja, em Pardinho, no interior de São Paulo. A equipe Território Motorsport será representada por Nicole Piano/Manuel Ruivo na UTV Start. Nicole é filha do multicampeão Edu Piano, de Tatuí (SP), e não nega o DNA off-road, tanto que aos 15 anos já é Campeã Brasileira de Rally Baja, título conquistado em dezembro 2020.

“Minha estreia no rali foi em 2019 no Rally Serra Azul, com meu pai navegando, então tenho boas recordações desta prova e essa é a terceira edição que vou participar”, diz a adolescente. Na época, com apenas 13 anos, Nicole ganhou de presente de Dia das Crianças competir em uma prova do Campeonato Brasileiro e Piano deixou de competir para navegar, pela primeira vez, para a filha que estreava nos grids.

Nicole não tem treinado com muita frequência em Tatuí, por isso, não vê a hora de voltar a acelerar. “Faz tempo que não participo de um rali então estou bem animada para esse fim de semana, tanto que vou pilotar um dos UTVs que meu pai compete e, agora, tenho mais tranquilidade para acelerar também”, conta a competidora que vai pilotar um Maverick X3 TM com o qual o pai já participou de vários ralis.

Piano não competirá, desta vez, ficará nos bastidores da equipe e avalia a evolução da filha. “De dois anos para cá ela evoluiu bem na pilotagem, está mais confiante para acelerar, já pegou alguns macetes e está no caminho certo e o Manuel tem a ajudado para isso. Eu sou suspeito para falar, mas é muito gratificante ver um filho seguir o esporte que escolhi há quase 30 anos”, afirma o piloto que conquistou, em agosto, seu 9º título no Sertões, o segundo nos UTVs, além dos seis que tem nos Caminhões e um na geral dos Carros (os oito últimos foram ao lado do navegador Solon Mendes).

Manuel Ruivo, também de Tatuí, é o navegador da família. Ele faz dupla com Piano na Mitsubishi Cup e com Nicole nas provas do Brasileiro de Rally Baja. “Meu maior objetivo é contribuir para a evolução da Nicole, vejo a cada prova está andando mais rápido e com consistência. A meta é fazer um bom rali no fim de semana e sair melhor do que entramos”, diz Ruivo. “Esse ano é minha primeira temporada na Mitsubishi Cup e também como navegador do Edu e estou evoluindo e pegando dicas para passar para a Nicole e todo esse processo é muito compensador”, explica o navegador que há cerca de 20 anos quando começou no off-road conheceu Piano nas trilhas e depois se tornou um fã e, agora, faz dupla com seu ídolo.

A edição 2021 do Rally Serra Azul terá duas Especiais de 60 km por dia, serão 144 km (com os deslocamentos) na região de Pardinho. Estão inscritos na prova aproximadamente 50 UTVs, além de motos. O parque de apoio do rali será montado no Posto Rodoserv Stop, no km 193 da Rodovia Castelo Branco Km 193.

A equipe Território Motorsport tem patrocínio da General Tire. Mais informações no: www.territoriomotorsport.com.br, Facebook: @territoriomotorsport4x4, Instagram: @territoriomotorsport e Twitter @territorio4x4

Programação Rally Serra Azul 2021

16/10- Sábado
9h00 – Largada: 1ª moto

17/10 – Domingo
8h00 – Largada: 1ª moto
14h00 – Premiação: Restaurante do Hotel

Ficha técnica:
2 voltas de 60 km por dia e por volta 72 km
DI- 03 km
TE- 60 km
DF – 09 km

Local: Posto Rodoserv Stop (Pardinho SP)
Parque de Apoio: Rodovia Castelo Branco Km 193

Mércia Suzuki