Boletim de informações COVID-19 n° 356 Tatuí, 17 de janeiro de 2021, domingo - 11h00h

5878 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
5678 PACIENTES RECUPERADOS
114 ÓBITOS CONFIRMADOS
86 INFECTADOS EM TRATAMENTO
48,57 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sábado, 10 de outubro de 2020

Tatuí avança para a fase verde do Plano SP

Anúncio foi feito pelo governo estadual no início da tarde desta sexta-feira (9).

Do G1, com copidesque do DT

Mapa da 14ª atualização do Plano SP (09/10) — Foto: Governo do Estado de São Paulo

09/10/2020 | Cidades da região de Sorocaba avançaram para a fase verde do Plano São Paulo de flexibilização da economia. O anúncio foi feito pelo governo estadual no início da tarde desta sexta-feira (9).

Os municípios fazem parte do Departamento Regional de Saúde (DRS) de Sorocaba (SP), que foi reclassificado da fase 3, amarela, para a 4, de cor verde no mapa divulgado pelo governo de SP.


Para que a região evoluísse para a fase verde, era necessária uma estabilidade de 28 dias na fase amarela. Nesta etapa podem reabrir eventos, convenções e atividades culturais com público em pé, mas com restrições.

A cor no mapa é determinada por uma série de critérios, entre eles taxa de ocupação de UTIs e total de leitos a cada 100 mil habitantes. Esses indicadores são avaliados com dados de mortes, casos e internações por Covid-19 para determinar a fase em que se encontra cada região.

As regiões serão avaliadas periodicamente de acordo com os indicadores de saúde, verificando se cumprem os critérios para avançarem a uma fase de maior relaxamento.

Mudanças em critérios possibilitaram avanço

A chegada de cidades à fase verde ocorreu após o governo realizar novas mudanças na análise de critérios do Plano São Paulo de flexibilização econômica, as quais foram publicadas no Diário Oficial nesta sexta-feira (9).

Com as alterações, a variação de óbitos e internações passou a ser considerada no período de 28 dias e o indicador por 100 mil habitantes passou a levar em conta os valores registrados nos últimos 14 dias.

Além das mudanças para a classificação, o governo também estipulou nesta sexta que as regiões que estão na fase amarela vão poder estender de 8h para 10h o funcionamento dos estabelecimentos comerciais, incluindo comércios de rua, shoppings, academias e prestadores de serviços.

Os critérios que baseiam a classificação das regiões são:

Ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTIs);
Total de leitos por 100 mil habitantes;
Variação de novas internações, em comparação com a semana anterior;
Variação de novos casos confirmados, em comparação com a semana anterior;
Variação de novos óbitos confirmados, em comparação com a semana anterior.
Na fase verde também é considerado óbitos e casos para cada 100 mil habitantes;
Regiões que atingirem as fases 3 (Amarela) ou 4 (Verde) permanecerão nessas fases desde que tenham indicadores semanais inferiores a 40 internações por Covid-19 a cada 100 mil habitantes e 5 mortes a cada 100 mil habitantes.

Veja as principais regras de cada fase:

Fase vermelha: Permitido o funcionamento apenas de serviços essenciais.
Fase laranja: Também podem reabrir imobiliárias, concessionárias, escritórios, comércio e shoppings podem reabrir, mas com restrições.
Fase amarela: Também podem reabrir salões de beleza, bares, restaurantes, academias, parques e atividades culturais com público sentado podem funcionar, mas com restrições.
Fase verde: Também podem reabrir eventos, convenções e atividades culturais com público em pé poderão voltar a acontecer quando houver uma estabilidade de quatro semanas do estado de São Paulo na fase verde (4), também com restrições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE