Boletim de informações COVID-19 n° 268 Tatuí, 22 de outubro de 2020, sexta-feira - 13h00h

3104 CASOS CONFIRMADOS
2962 PACIENTES RECUPERADOS
75 ÓBITOS CONFIRMADOS
67 INFECTADOS EM TRATAMENTO
13,28 INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sexta-feira, 16 de outubro de 2020

Grande número de plantas aquáticas pode ter causado mortandade de peixes no Rio Sorocaba

Segundo a Ambiental, não há volume de água suficiente para arrastar as plantas, provocando falta de oxigênio para os peixes. A hidrelétrica não pode abrir todas as comportas porque pode causar alagamentos

Do G1, com edição do DT

Peixes foram encontrados mortos em rio de Boituva e Tatuí — Foto: Reprodução/TV TEM

15/10/2020 | A Polícia Ambiental vistoriou o trecho do Rio Sorocaba, em Tatuí, onde foram encontrados peixes mortos. Segundo a polícia, a suspeita é de que o grande número de plantas aquáticas no rio tenha reduzido a quantidade de oxigênio na água, causando a mortandade dos peixes.

Os policiais ambientais entraram na hidrelétrica para verificar a situação, pois os peixes mortos acabam descendo o Rio Sorocaba e parando em um trecho cheio de plantas, próximo à barragem.

Os responsáveis pela hidrelétrica informaram que a usina está funcionando normalmente e que isso não teria relação com a morte dos peixes.

Peixes foram encontrados mortos no Rio Sorocaba, entre Tatuí e Boituva — Foto: Reprodução/TV TEM

Por conta da estiagem, não há volume de água suficiente no rio para arrastar as plantas de lá. Por isso, elas acabam paradas e se espalhando mais rápido, provocando a falta de oxigênio para os peixes. Contudo, quando as chuvas começarem, o volume de água deve aumentar e elas serão levadas do local.

Segundo a Polícia Ambiental, a hidrelétrica não pode abrir todas as comportas porque prejudicaria a população ribeirinha com inundações, mas, mesmo se pudesse, as plantas continuariam paradas por causa do volume de água no rio e da vegetação no local, como o capim, que segura as plantas aquáticas.

Polícia Ambiental vistoriou trecho onde foram encontrados peixes mortos — Foto: Reprodução/TV TEM

Os ribeirinhos contam que os peixes apareceram boiando no rio desde sábado (10) e que a quantidade de peixes mortos impressiona. Em algumas imagens enviadas à TV TEM, os peixes aparecem pulando em busca de oxigênio.

A Cetesb informou que coletou amostras de água para investigar o motivo da morte de tanto peixe, mas não deu prazo para divulgar o resultado.

Usina hidrelétrica de Tatuí. Polícia Ambiental vistoriou trecho do rio Sorocaba — Foto: Reprodução/TV TEM

Já a Sabesp disse que está monitorando o trecho onde está a captação no Rio Sarapuí, localizada a 800 metros acima de onde foi verificada a mortandade de peixes, visando garantir a segurança da operação. Informou que as análises não constataram anomalia e a operação não foi afetada.

A prefeitura de Tatuí disse à TV TEM que está acompanhando a situação e percorrendo áreas próximas de onde os peixes foram encontrados mortos, inclusive na área da usina.

A prefeitura de Boituva (SP), cidade por onde passa o rio, informou que uma equipe da Secretaria do Meio Ambiente constatou o problema e comunicou a Cetesb e a Sabesp.

Polícia Ambiental vistoriou trecho onde foram encontrados peixes mortos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE