Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE


sexta-feira, 28 de abril de 2017

poesia / Ana Moraes

Paquequer


E o rio Paquequer perguntava:
Pra que quer Sol?
Pra me secar?

E o rio Paquequer perguntava:
Pea que quer chuva?
Pra me afogar?

E o rio Paquequer perguntava:
Pra que quer Nuvem?
Pra me esfriar?

E o rio Paquequer perguntava:
Pra que quer homem?
Pra me matar?


A.M.O.R.
(Ana Moraes de Oliveira Rosa)


“O Rio Paquequer é o principal rio do município de Teresópolis, no estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Faz parte da bacia do Rio Paraíba do Sul.”

(Wikipédia, 2016)

O poema faz alusão a uma reflexão do rio (personificação) Paquequer sobre as condições da Natureza, indagando por que ele gostaria de tantas coisas só para prejudica-lo. Além do mais, o poema faz uma crítica as mudanças climáticas na Terra e a influência da ação do homem sobre a natureza.


Nenhum comentário:

Postar um comentário