Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE


domingo, 16 de abril de 2017

poesia / Ana Moraes

O deserto e a esperança


As areias e os ventos,
O Sol escaldante,
com fé enfrento
as provas como ambulante

O frio e secura me atingem
me fazem quase desacreditar,
mas não me afligem
diante da fé no altar

E na vasta imensidão,
de pura realidade,
dá-me consolação.

A minha sede mata
e com sua sensibilidade
os nós desata.


A.M.O.R.

(Ana Moraes de Oliveira Rosa)

Nenhum comentário:

Postar um comentário