Nosso Jornal Online

Tatuí, 


quarta-feira, 19 de setembro de 2012

'Saúde' é o principal item debatido na campanha eleitoral

Tema muito sensível para a população, a saúde pública tem sido muito debatida na campanha eleitoral. A proposta mais ousada é do candidato do PV, Julio Vila Nova. Julio quer construir um hospital municipal e demonstra que o município tem capacidade financeira para executar a obra, e ainda lembra que pretende buscar ajuda dos governos federal e estadual. Nesse hospital também haveria serviços de hemodiálise. Quer criar ainda o 'Amem', um ambulatório de assistência médica municipal, nos moldes do Ame - Ambulatório Médico de Especialidades, conquistado por Itapetininga junto ao governo do Estado.

Luiz Paulo, do PSDB, declarou que, com a inauguração da UPA - Unidade de Pronto Atendimento, obra conquistada junto ao Governo Federal, deverá transferir o Pronto Socorro Municipal para o local e, no atual prédio, pretende por em funcionamento o Centro de Hemodiálise. Manu, do PMDB, criticou a transferência, alegando que o pronto-socorro deve estar anexo a hospital. Na administração de Borssato, o pronto-socorro municipal de Tatuí foi transferido para o prédio do Cemem (Postão) e não deu certo. Luiz Paul, no entanto, lembra que continuará a funcionar no atual endereço um pronto-socorro para casos graves. Seria um pronto-socorro 'fechado', destinado a receber atendimentos de ambulâncias. As ambulâncias do Samu estarão junto à UPA. Luiz Paulo também já anunciou a construção de uma UBS no Jardim Primavera, loteamento que fica de frente para o cemitério do Vale da Lua.

Manu também promete o centro de hemodiálise e um posto avançado para quimioterapia e radioterapia aos doentes de câncer, mas quer manter o pronto-socorro nos mesmos moldes de hoje, mesmo após a inauguração da UPA.

Borssato, do PSD, anuncia que dividirá a cidade em quatro setores para construir neles quatro unidades de pronto-atendimento. Diz ainda que é prioridade a ajuda à Santa Casa. Enfim, Tatuí pode ter um grande ganho no setor de saúde pública no próximo governo. É bom anotar para cobrar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário