PUBLICIDADE

Boletim de informações COVID-19 n° 167 Tatuí, 13 de julho de 2020 - 11h

634 CONFIRMADOS
548 RECUPERADOS
30 ÓBITOS
151 SUSPEITOS
32 HOSPITALIZADOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

domingo, 20 de outubro de 2019

Preso por tentativa de estupro em Capela do Alto era procurado pelo mesmo crime

Mecânico Agnaldo Ferreira da Mata, de 41 anos, foi preso em Capela do Alto. Em 2017, suspeito chegou a ser localizado, mas não foi detido porque não houve flagrante em Sorocaba.

Por G1 Sorocaba e Jundiaí, com edição do DT

Preso por tentativa de estupro em Capela do Alto era procurado por estupro contra autista em Sorocaba (SP) — Foto: Polícia Civil/Divulgação

18/10/2019 | O homem de 41 anos preso suspeito de tentar estuprar duas mulheres e colocar fogo em uma casa na madrugada desta quinta-feira (17), em Capela do Alto (SP), era procurado pelo estupro de uma jovem autista, de 13 anos, em Sorocaba. O crime aconteceu em 2017.

Na época, o mecânico Agnaldo Ferreira da Mata chegou a ser localizado, mas não foi detido porque não houve flagrante. Ele fugiu depois que um pedido de prisão preventiva foi expedido.

De acordo com o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, o suspeito passou por audiência de custódia nesta quinta-feira e teve a prisão preventiva decretada.

De acordo com o boletim de ocorrência registrada nesta quinta-feira, o suspeito estaria na casa de um casal quando teria tentado tirar a roupa de uma mulher. Uma discussão começou e, então, o homem teria colocado fogo na casa e fugido.

Depois disso, segundo o BO, o mesmo homem invadiu a casa de outra mulher e tentou estuprá-la. Ele também fugiu, mas acabou detido por moradores, que queriam linchá-lo.

A Guarda Municipal chegou até o local por conta da denúncia da primeira tentativa de estupro cometida. As duas vítimas e o homem foram levados para o pronto-socorro da cidade, onde as mulheres reconheceram o suspeito.

Estupro em Sorocaba

Em 2017, Agnaldo Ferreira da Mata foi detido suspeito de estuprar uma menina de 13 anos na Vila Barão, em Sorocaba.

Suspeito seguiu a jovem de carro por ruas de Sorocaba em 2017 — Foto: Reprodução/TV TEM

Quando o pedido de prisão preventiva foi decretado, o suspeito fugiu. De acordo a Polícia Civil, o indiciado não foi detido quando localizado porque não estava em situação de flagrante. Na época, a família relatou que estava apreensiva com a fuga do mecânico.

Segundo família, a jovem foi atingida por um soco para ficar quieta, enquanto gritava pedindo por socorro. Em seguida, ele a colocou dentro do carro à força durante duas horas. A ação foi filmada por uma câmera.

Homem é detido suspeito de estuprar menina de 13 anos em Sorocaba

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE