Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

O que pensam os candidatos a prefeito de Tatuí

Em entrevista ao jornal O Progresso de Tatuí, os candidatos a prefeito de Tatuí disseram, entre outras coisas, o seguinte:

@ Guiga/PSC vê como um dos maiores problemas de Tatuí hoje a briga entre grupos políticos. @ Como  situação positiva, Guiga aponta a fartura de água e eletricidade no município: "Estamos preparados, hoje, para receber uma população de 200 mil habitantes", declarou. @ Manu/PMDB destaca que, mesmo num momento de crise política e econômica nacional, Tatuí não tem nenhum serviço paralisado e o funcionalismo está com seu pagamento em dia. @ Gonzaga/PSDB vê a cidade "numa crise de desemprego enorme" e com "má condição das nossas ruas e praças". @ Rogério Milagre/PRTB também destaca a falta de emprego e a "pavimentação fora do normal". @ Manu pretende, num segundo mandato, construir mais oito creches e mais quatro escolas de ensino fundamental. @ Manu destaca também que em seu governo baixou o índice de mortalidade infantil no município de 15 para 7 por mil nascidos vivos. @ Gonzaga/PSDB tem seu plano de governo dividido em cinco eixos. O primeiro é deixar a cidade mais bonita. Na sequência: saúde com dignidade, emprego, educação para jovens e, por último, inserir a cidade na era digital. @ Guiga divide seu projeto em três pilares: Saúde, Educação e Segurança Pública.  @ Rogério Milagre planeja aumentar o horário de atendimento das UBS até as 20 horas, com escala de seis horas por período. @ Outro projeto de Rogério é a construção de piscinas públicas nos bairros. Também quer levar aos bairros o modelo da Praça do Carroção. @ Na geração de empregos, o candidato do PRTB quer, além de trazer novas indústrias, apoiar o agronegócio. "Esse é o objetivo principal de nossa administração", concluiu. @ Gonzaga insiste que, na região, "dificilmente tem uma cidade que sofre tanto com emprego como Tatuí". @ Manu concorda que "a questão de Tatuí é a geração de emprego". @ Destacou que, na construção das casas populares, fez questão de que fossem usados tijolos produzidos na cidade. @ Anunciou mais uma vez que, ao lado da Noma, mais duas outras empresas fornecedoras desta já estão em diálogo com a Prefeitura e devem gerar mais 2. mil empregos. @ Gonzaga lembra que criou mais de 8 mil empregos em suas gestões. @ Disse que no momento na cidade "não se vendem lotes"  pela falta de perspectivas. @  Rogério menciona a dispensa de funcionários pela Rontam e pela FBA, mas atribui o fato à "crise no Brasil".  @ Guiga diz que "hoje 15% do nosso Orçamento é direcionado para a Saúde". @ Manu diz que gasta 34% do Orçamento na Saúde, mesmo com a previsão de 15%.  @ Devido ao baixo crescimento na arrecadação municipal, Guiga pretende "fechar a torneira e ajustar, adequar o Orçamento de Tatuí com a atual realidade". @ Guiga acrescenta: "não quero deixar para o próximo governo dívidas que nem foram deixadas no governo passado". @ Manu fala que pegou a cidade com dívida de 40 milhões de dívidas, com nome sujo e serviços de energia e telefone cortados. E que colocou tudo isso em dia. Que diminuiu os cargos em comissão em seu governo de 150 para 43, e as secretarias de 11 para 8. @ Manu prevê que o Shopping, em 2 anos, vai aumentar em 10% a arrecadação do município. @ Gonzaga diz que o monitoramento das escolas poderia ser feito com 10% do valor pago pela prefeitura. @ O ex-prefeito anuncia: "jamais faremos um aumento de imposto na nossa gestão".  @ Rogério vai na mesma direção: "nada disso vai ser feito na minha gestão". 

Nenhum comentário:

Postar um comentário