Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Mesários da região de Tatuí recebem treinamento para as eleições

Cartório eleitoral da cidade chamou 1,5 mil pessoas de seis municípios.
Convocados que faltarem ou abandonarem serviço podem ser punidos.


Do G1 Itapetininga e Região

Mesários convocados pelo cartório eleitoral de Tatuí receberam um treinamento para as eleições nesta sexta-feira (23). Eles tiveram orientações sobre como fazer a conferência de dados dos títulos de eleitores e como liberar as urnas para votação no dia 2 de outubro.

Ao todo, 1,5 mil pessoas foram convocadas pelo cartório que é responsável por Tatuí e outras cinco cidades da região. Além das orientações presenciais, os mesários que participaram da ação receberam um manual para em casos de dúvidas no dia.

O professor Gérson Trevisan, morador de Cesário Lange, será mesário pela terceira vez e antes mesmo do treinamento já sabia o que fazer. “No meu caso é a conferência dos documentos das pessoas, destaque do comprovante da votação. É o trabalho que o mesário faz no dia da votação”, explica.

Depois de participar 10 vezes como mesária, a funcionária pública Maria Cristina Batista será este ano presidente de seção nas eleições deste ano. Ela começou na função aos 18 anos, quando o voto era ainda com cédulas de papel. Apesar da experiência, ressalta o treinamento. “O treinamento é muito importante, porque a gente se sente mais seguro para fazer o trabalho para exercer a função. Tudo para garantir que o eleitor faça o seu voto”, afirma.

O eleitor que foi convocado para ser mesário pode ser punido caso falte ou saia da seção durante o exercício da função, afirma o chefe do cartório eleitoral de Tatuí, Rodrigo Proença. “Tem que justificar essa ausência até 30 dias para o juiz eleitoral, e o mesário que abandonar tem até três dias para justificar esse abandono também ao juiz eleitoral. Quem se ausentar ou abandonar está sujeita a uma penalidade de multa e pode responder por crime de desobediência. Se for um servidor público ou autárquico, está sujeito a uma suspensão de 15 dias do trabalho”, completa.

Mesários receberam treinamento em Tatuí para 2 de outubro (Foto: Reprodução/ TV TEM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário