Boletim de informações COVID-19 n° 126 Tatuí, 02 de junho de 2020 - 11h

173 CONFIRMADOS
124 RECUPERADOS
10 ÓBITOS
22 SUSPEITOS
1 ÓBITOS SUSPEITOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Inscrições a Oficinas Técnicas Itinerantes terminam no dia 8

Terminam neste mês as inscrições das Oficinas Técnicas Itinerantes oferecidas pelo Conservatório de Tatuí, instituição do Governo do Estado de São Paulo e da Secretaria da Cultura do Estado. São cursos gratuitos voltadas a regentes e músicos, com objetivo de propiciar apoio técnico aos agrupamentos musicais de sopros e percussão de todo o Estado. As oficinas são coordenadas por Marcelo Maganha.

Elas integram a edição 2014 do Coreto Paulista e recebem inscrições de instrumentistas das cidades de Adamantina, Leme e Itapeva até as 18h do dia 8, segunda quarta-feira do mês. Para participar, os músicos interessados deverão se inscrever nos respectivos municípios-sede. Outra opção é o site do evento, acessível em www.coretopaulista.com.br, preenchendo formulário próprio.

Preferencialmente, as oficinas são abertas a músicos com conhecimento musical. Os participantes podem, ou não necessariamente, ser instrumentistas que integram grupos, como: banda sinfônica, banda musical, banda marcial, fanfarras, corporações e demais corpos musicais.

Na edição 2014, os músicos selecionados nas três cidades participarão de cursos de regência, flauta transversal, clarinete, saxofone, trompete, trombone, tuba e percussão, por professores gabaritados. A lista divulgada nesta semana pela coordenação inclui nomes como os de Akira Miyashiro, Marcos Virmond e Max Ferreira (regência); Edson Beltrami, Isaura Melo e Otávio Blóes (flauta transversal); e Julio José de Oliveira Neto, Marcelo Afonso e Rafael Pelaes (clarinete).

O conteúdo do curso de saxofone será repassado por Maikel Morelli, Giancarlo Medeiros e Rafael Migliani. Em trompete, as oficinas a serem ministradas ficarão a cargo de Claudio Cambé Sampaio, Gerson Brandino e Lino Martins. Os conhecimentos em tuba serão repassados por Luciano Vaz, Marco Antonio de Almeida Junior e Ricardo de Souza Francisco. As oficinas em percussão serão ministradas por Agnaldo Silva, Luis Marcos Caldana e Robson Moraes (Bob).

As cidades-sedes foram escolhidas dentre 21 inscritas para receber os cursos ministrados gratuitamente. Adamantina, Leme e Itapeva participaram de processo de escolha que envolveu análise, apresentação de propostas feitas pelos municípios que receberam visitas técnicas.


As oficinas terão duração total de 12 horas cada, sendo ministradas durante um final de semana. Elas acontecerão nos dias 18 e 19 de outubro, nas três cidades selecionadas. No sábado, 18, os músicos selecionados por Adamantina, Leme e Itapeva receberão instruções das 9h às 12h e das 14h às 19h; no domingo, 19, as atividades acontecerão no horário das 8h às 12h.

Cada músico inscrito só poderá participar de uma oficina por município-sede. As oficinas inteiramente gratuitas são abertas a qualquer instrumentista interessado, desde que respeitando os limites de vagas. O número de vagas varia, sendo 80 vagas (mínimo) e 265 (máximo).

O Conservatório oferece aos municípios-sedes das Oficinas Técnicas Itinerantes seleção, contratação, capacitação e supervisão dos profissionais que atuarão nos cursos. Também fornece material didático de cada uma das disciplinas ministradas e emite certificado de participação aos alunos. Em contrapartida, as cidades que receberão as ações gratuitas cedem espaço físico.

Ação do Coreto Paulista
As Oficinas Técnicas Itinerantes para maestros e músicos são oficinas práticas para regentes e músicos que visam propiciar apoio técnico aos agrupamentos musicais de sopros e percussão de todo o Estado de São Paulo. Trata-se de uma das ações que compõem o Coreto Paulista deste ano.

Em sua essência, as atividades das oficinas têm como propósitos fomentar, formar e difundir a cultura musical das bandas do Estado. Ao longo de um final de semana, instrumentistas e regentes praticam uma ampla abordagem ao universo musical atual recebendo, por meio de novos materiais, um acompanhamento pessoal de profissionais atuantes no mercado, num processo interativo de essenciais trocas de experiência, que envolve centenas de grupos musicais de São Paulo.

Os resultados das oficinas são sentidos não só de forma imediata, como também a médio e longo prazo. Em médio prazo, os participantes sentem-se mais à vontade na execução instrumental e desenvolvem a técnica musical a partir do material distribuído pelos ministrantes das oficinas. Em longo prazo, as bandas são fortalecidas e mostram-se empenhadas na manutenção dessa tradição cultural.

As difusões de obras musicais e técnicas oferecidas pelo Conservatório de Tatuí, por meio de suas oficinas, tornaram-se ação fundamental para a ampliação de repertório. Elas contribuem significativamente para a manutenção daquelas que são as mais antigas instituições musicais de que se têm notícias no país.

Para os municípios-sede das oficinas, os resultados são obtidos pela visibilidade junto a meios de comunicação e, principalmente, pela quantidade de instrumentistas e regentes envolvidos na ação. Fazer parte do projeto significa apoiar a movimentação cultural de bandas que atinge grande parte do ­­Estado de São Paulo e figurar de forma bastante relevante no segmento musical.

Sobre o Coreto Paulista
O Coreto Paulista surgiu a partir da necessidade de se promover e fomentar as atividades desenvolvidas pelas bandas e corporações musicais espalhadas pelo Estado de São Paulo. O programa é concebido e realizado pelo Conservatório de Tatuí, tendo como objetivo o atendimento aos preceitos específicos.

Entre eles, destacam-se: reciclar e capacitar músicos e regentes de bandas; elevar o nível técnico e artístico das execuções musicais; e organizar festivais e encontros, promovendo a cidadania, fraternidade e troca de experiências.

A iniciativa também compreende o incentivo a concertos e retretas das bandas, promovendo cultura e entretenimento para a população, resgatando a tradição das bandas municipais tocando em praças públicas; incentivo a pesquisa, documentação e divulgação das tradições musicais; e propicia orientação administrativa/cultural/musical para os administradores municipais.

SERVIÇO
CORETO PAULISTA – OFICINAS TÉCNICAS ITINERANTES
18 e 19 de outubro . 8h às 12h e das 14h às 19h
Marcelo Maganha, coordenação
Inscrições: coretopaulista.com.br ou nos municípios

Nenhum comentário:

Postar um comentário