Boletim de informações COVID-19 n° 127 Tatuí, 03 de junho de 2020 - 11h

182 CONFIRMADOS
125 RECUPERADOS
11 ÓBITOS
33 SUSPEITOS
0 ÓBITOS SUSPEITOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Governo anuncia marginal de acesso para novo distrito industrial na SP-127

Christian Pereira de Camargo

O Governo do Estado, através da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP) confirmou na quarta-feira (17) um pacote de obras para a região no valor de R$ 243 milhões. As obras beneficiam Tatuí, Porto Feliz, Avaré e Sorocaba.

Em Tatuí, a obra será na Rodovia Antônio Romano Schincariol (SP-127), que receberá implantação de marginal e um novo acesso, na altura do km 116, em frente às áreas onde estão se instalando importantes indústrias, como a Noma e a Zoomlion, conquistas da administração do ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo. Noma assinou protocolo de intenções com Tatuí em 2011 e a Zoomlion, em 2012

Os investimentos somam R$ 6 milhões nos serviços que estão a cargo da concessionária CCR SPvias e a obra iniciará em dezembro de 2014 com conclusão prevista para outubro de 2015.

Avaré - Começam em fevereiro as obras de duplicação na Rodovia João Mellão (SP-255), no km 254 ao km 262, no município de Avaré. Serão investidos R$ 141 milhões na ampliação da rodovia. A obra está prevista para ser concluída até agosto de 2016 pela Concessionária SPVias e trará mais segurança e fluidez para o trecho urbano da rodovia.

Porto Feliz - O município de Porto Feliz receberá uma passarela no km 132, da Rodovia Marechal Rondon (SP-300). Serão investidos R$ 2 milhões na obra que iniciará em dezembro de 2014 e será concluída até abril de 2015 pela Concessionária Colinas.

Sorocaba - A marginal da Rodovia Raposo Tavares (SP-270) será prolongada em aproximadamente um quilômetro na pista sentido capital na altura do km 106, em Sorocaba. As obras tem previsão de início para janeiro de 2015, e ampliam a marginal já existente no local, do km 95 ao km 105, que foi implantada em 2011. Os serviços serão executados pela concessionária ViaOeste e o custo da obra está estimado em R$ 24 milhões.

Todas essas obras integram Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo e são gerenciadas e fiscalizadas pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo - ARTESP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário