A Tatuí o que é de Tatuí

Tatuí,  

PUBLICIDADE

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Polícia divulga fotos de ladrões de carros

Na tarde de segunda-feira, 5, a Polícia Civil anunciou o esclarecimento de um roubo de veículo. O crime ocorreu no final do mês de maio num dos bairros mais valorizados do município, o Jardim Junqueira. A vítima, uma comerciante de 53 anos, teve um Fiesta Sedan, preto, ano 2006, com placas de Tatuí, levado por dois homens – um negro e outro branco -, perto das 20h30 do dia 24.
Um dos criminosos estava armado e ordenou que a comerciante entrasse no veículo. A vítima, contudo, pediu para ficar, porque teria de cuidar do pai. O criminoso aceitou com a condição de que ela entrasse na casa. Em seguida, a dupla fugiu, rumo ao ribeirão Manduca. No veículo, havia documentos pessoais, 40 folhas de cheque em branco, um celular e R$ 150 em dinheiro.
Para esclarecer o caso, o delegado titular do município, José Alexandre Garcia Andreucci, contou com apoio da PC de Tietê, que encaminhou foto de duas pessoas acusadas de integrar uma quadrilha especializada em roubo de automóveis. A primeira é Ana Paula Passoni, detida em Cerquilho por receptação de veículo roubado. Na casa dela, os policiais encontraram, além do Fiesta da comerciante tatuiana, um outro veículo, que teria sido roubado em Tietê.
“Nas buscas realizadas na residência da acusada, os investigadores encontraram documentos da vítima de Tatuí, prova da receptação”, disse Andreucci. Passoni recebeu voz de prisão junto com o marido, Antônio Carlos Machado Júnior. Os dois agiriam em conjunto com Rafael Ribeiro Rodrigues, responsável pelos roubos. “Ele mora em Tietê, mas agia nas cidades da região”, contou o delegado. A identificação de Rodrigues foi possível por meio das fotografias. “Já temos o reconhecimento de testemunhas”, adicionou o delegado.
O agravante, no caso da Passoni, é que ela teria trabalhado para o filho da vítima. “Acreditamos que ela tenha facilitado o crime por saber os costumes da família”, afirmou Andreucci. O delegado encaminhou representação pela prisão temporária dos envolvidos, já presos, e pela prisão preventiva de Rodrigues. A partir daí, a PC vai concentrar o trabalho na identificação de novas vítimas. A suspeita é de que o trio possa ter cometido mais roubos na região. “Quem reconhecer o casal no jornal, deve vir à delegacia”, pediu o delegado.

Transcrito do site www.oprogressodetatui.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário