Nosso Jornal Online

Tatuí, 


domingo, 3 de março de 2019

Delegacia de Defesa da Mulher agora é dirigida por uma delegada

Deinter 7 atendeu pedido da prefeita Maria José, que desejava uma mulher delegada na DDM.


Funcionários da DDM se despedem do delegado Silvan Renosto (foto: Diléa Silva)

02/03/2019 | A Delegacia de Defesa da Mulher de Tatuí tem agora uma mulher como delegada titular. A publicação da nomeação saiu no DOE (Diário Oficial do Estado) na sexta-feira da semana passada, 22 de fevereiro, e a nova delegada assumiu a direção da DDM nesta sexta-feira, 1º.

De acordo com a prefeita Maria José Vieira de Camargo, depois de revindicação levada ao delegado regional Osmar Guimarães Júnior, no Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior (Deinter 7), em Sorocaba, o governo do estado nomeou a delegada Rafaela Valério de Melo para o cargo.

“Sabíamos da necessidade de uma mulher para atender no expediente da DDM. Então, insisti muito quando fui a Sorocaba, no Deinter 7. É muito importante ter uma mulher aqui na delegacia como titular, se dedicando exclusivamente a esta unidade”, salientou Maria José.

A chefe do Executivo reuniu-se com o delegado regional no dia 7 de fevereiro, para pedir aumento no efetivo da Polícia Civil e solicitar que uma delegada respondesse pelo expediente da DDM, “para atender com mais acolhimento às mulheres que precisam de ajuda policial’.

Até quinta-feira, 28 de fevereiro, o delegado Silvan Renosto era responsável pela delegacia. Ele permaneceu à frente da DDM durante dois anos, conciliando o trabalho com plantões na Delegacia Central de Tatuí, em Boituva, Quadra e Cesário Lange, onde é delegado titular.

Ao jornal O Progresso de Tatuí, Renosto salientou que o maior ganho para a unidade é ter uma delegada titular. “Isso quer dizer que a dedicação dela será exclusiva para a Delegacia de Defesa da Mulher, o que pode dinamizar ainda mais os serviços e o atendimento às vítimas de violência”, comentou o delegado.

Ele afirmou que já esperava a nomeação da nova delegada. “Existe uma prerrogativa de que a direção de uma DDM seja sempre de uma mulher, esta é a diretriz principal do estado. Então, eu estava aqui excepcionalmente, já aguardando a nomeação da nova delegada”, comentou.

Da reportagem do jornal O Progresso de Tatuí, com edição do DT

Nenhum comentário:

Postar um comentário