Nosso Jornal Online

Tatuí, 


terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Prefeita leva à Delegacia Regional a defasagem no número de funcionários da Polícia Civil

Delegado prometeu que irá priorizar Tatuí num possível reenquadramento de servidores.



A prefeita Maria José Vieira de Camargo esteve no Deinter 7 - Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior, em Sorocaba, no último dia 7, com o delegado regional, Osmar Guimarães Júnior, reivindicando aumento do efetivo da Polícia Civil em Tatuí. 

Maria José, que se fez acompanhar do secretário de Segurança Pública, José Roberto Xavier da Silva, e do diretor de Segurança Pública, Francisco Carlos Severino, mostrou ao delegado que a Delegacia de Polícia local funciona graças à colaboração da Prefeitura, que cede 23 servidores municipais ao trabalho administrativo da delegacia, além de 4 guardas civis municipais.

A prefeita quer também que uma delegada responda pelo expediente da DDM - Delegacia de Defesa da Mulher local, para atender com mais acolhimento as mulheres que precisam de ajuda policial. Em 2018, foram registrados pela unidade 70 flagrantes, 251 medidas protetivas e 105 registros de casos ligados à Lei Maria da Penha.

"Pedimos providências urgentes e vamos ainda levar nossa luta até o governador João Dória e seus secretários de governo. A questão de melhorias na condição da segurança pública, principalmente na área da Polícia Civil, é uma prioridade da administração", destacou a chefe do Poder Executivo local.

Defasagem em comparação com Itapetininga

Um relatório foi entregue ao delegado regional. Em um trecho do documento, é demonstrado o trabalho realizado em 2018 pelas unidades da Polícia Civil em Tatuí e Itapetininga. Na vizinha cidade, ano passado, foram registrados 1.976 inquéritos policiais e a unidade dispõe de 108 funcionários do Estado. Em Tatuí, foram 1378 inquéritos registrados e apenas 35 servidores estaduais na ativa.

O delegado regional entendeu como legítima as reivindicações de Tatuí e relatou a grande defasagem no efetivo da Polícia Civil no Estado de São Paulo. Revelou que em outubro deste ano haverá mais efetivo à disposição, pois haverá o encerramento do treinamento de novos policiais civis. Disse que irá priorizar Tatuí num possível reenquadramento de servidores, diante da documentação apresentada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário