Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Beisebol / Thyago Vieira é chamado para a MLB pelos Mariners

Reliever tatuiano torna-se o quarto jogador brasileiro a chegar à Major League Baseball


Do THE PLAYOFFS - No começo de 2016, o brasileiro Thyago Vieira estava sem a confiança do Seattle Mariners, e a franquia decidia se daria mais uma chance ao arremessador ou se o dispensaria. Nesta segunda-feira (14), comprovando que o mundo dá voltas, Thyago fez história ao tornar-se o quarto jogador brasileiro a ser chamado para a Major League Baseball. Os Mariners confirmaram, no final da tarde, que adquiriram o contrato do reliever de 24 anos junto ao Tacoma Rainiers, time do Triple-A filiado à franquia, e com isso ele passa a integrar o roster principal do time que briga por uma vaga de Wild Card na Liga Americana e pode retornar aos playoffs após 16 anos.

O paulista de Tatuí, que fez parte do elenco brasileiro no World Baseball Classic de 2013 e nas eliminatórias do WBC de 2017, passa agora a integrar um seleto grupo, formado até então pelo catcher Yan Gomes (Cleveland Indians), o outfielder Paulo Orlando (Kansas City Royals) e o arremessador Andre Rienzo (recuperando-se de lesão sofrida defendendo o time de Triple-A do San Diego Padres), até então os únicos atletas nascidos no Brasil a atuar em um jogo da MLB.

Thyago junta-se ao bullpen dos Mariners na vaga de Christian Bergman, que foi enviado pela franquia aos Rainiers. Ele usará o número 40 e já está à disposição para a partida desta segunda-feira contra o Baltimore Orioles no Safeco Field. Ele junta-se, no bullpen, ao closer Edwin Diaz e aos relievers Emilio Pagan, Casey Lawrence, Nick Vincent, Tony Zych, James Pazos e Marc Rzepczynski.

Incluído no 40-man roster após o encerramento da última temporada, Thyago esteve com a franquia durante o Spring Training, mas começou 2017 no Double-A e foi promovido para o Triple-A há pouco menos de um mês. Ele, que é o nono na lista de melhores prospects dos Mariners, atuou em sete partidas com o Tacoma Rainiers, garantindo dois saves e cedendo quatro corridas merecidas em 11 1/3 entradas, com ERA de 3.18. No ano, o brasileiro tem ERA de 3.72 em 47 2/3 entradas, divididas por 36 jogos, e quatro saves.


Em 13 ocasiões, conseguiu dois ou mais strikeouts em aparições curtas, de no máximo dois innings, o que mostra a qualidade de seus arremessos. Ele participou, no mês passado, do Futures Game, espécie de “All-Star Game dos jovens” que ocorreu em Miami como parte das atividades do All-Star Game. O brasileiro conseguiu duas eliminações, cedendo ainda um walk e uma rebatida simples.

Thyago começou a brilhar em 2016: até então, ele era visto como um jovem com uma bola rápida veloz, mas que não havia destacado-se e que, aos 23 anos, ainda estava no Single-A. Tudo mudou com a chegada de Ethan Katz, técnico de arremessadores que começou a trabalhar com ele e transformou o brasileiro em uma arma no bullpen, beirando 100 milhas por hora e com maior controle e variedade. Em janeiro, ele conversou com exclusividade com o The Playoffs, e falou sobre o trabalho com Katz.

Com mais confiança e um guru a lhe ajudar, o reliever começou a escalar os níveis até a chegada à MLB, transformando este 14 de agosto de 2017 em uma data que jamais será esquecida.

Crédito das imagens: Reprodução/Twitter e Divulgação/MLB

Nenhum comentário:

Postar um comentário