10 anos


sexta-feira, 19 de abril de 2013

Réu é condenado por ter feito o transporte do assassino

O Tribunal do Juri da Comarca de Tatuí condenou, na terça-feira 16, o réu Antonio Alessandro Alves de Oliveira à pena de treze anos de reclusão, no regime inicial fechado, pela participação na morte de Fernando Henrique Machado, e ainda à pena de três meses de detenção pelas lesões corporais causadas a Carlos Jamar Bernardo, que foi atingido por um dos tiros por erro de quem disparou a arma, o corréu Robson José Marques da Silva. Antonio Os fatos ocorreram em Capela do Alto (SP) na noite do dia cinco de fevereiro de 2006. Alessandro concorreu para o crime porque levou o atirador em sua moto. Embora tenha alegado que não sabia da intensão do executor, não convenceu o Conselho de Sentença. Ao todo, quatro pessoas participaram da execução. Pelo Ministério Público, atuou o promotor de justiça Carlos Eduardo Pozzi. Na defesa do réu, o advogado Marlei Barbosa de Carvalho. A sessão foi presidida pela juíza Mariana Teixeira Salviano da Rocha, auxiliada pelo escrevente técnico judiciário Rogério Lopes e pelos oficiais de justiça Cleiton Manoel de Oliveira e Clélia Maria João de Alencar. O julgamento durou quatro horas e dez minutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário