Nosso Jornal Online

Tatuí, 


domingo, 25 de abril de 2010

Grupo de Performance Histórica apresenta dança barroca espanhola dia 8


O Grupo de Performance Histórica do Conservatório de Tatuí, mantido pelo Governo de São Paulo, faz, no próximo dia 8 de maio, às 20h30, no teatro “Procópio Ferreira” única apresentação do programa “Danças Ibéricas”. O concerto inédito terá coordenação de Selma Marino e participação especial do bailarino Ricardo Barros – brasileiro naturalizado luso-britânico que é PhD em dança e música teatrais francesas dos séculos XVII e XVIII.

Para o concerto especial, o Grupo de Performance Histórica convida Ricardo Barros para apresentar danças do barroco espanhol baseadas no tratado de Juan Antonio Jacque que traz uma variedade de danças da época, como Sarabandas, Xácaras, Chaconas, Folias, entre outras. “Devido às relações históricas e culturais estabelecidas entre os reinos da França, Itália, Inglaterra e Espanha, muitas vezes através dos casamentos de membros da família real e da nobreza, manifestam-se similaridades entre as danças nesses países”, iniciou Selma Marino, coordenadora do grupo. “Como exemplo, podemos citar o matrimônio de Luis XIV da França com a Infanta espanhola Maria Teresa, que provocou influência artística e cultural na dança barroca francesa”, citou.

O grande destaque da apresentação do Grupo de Performance Histórica, a primeira deste ano de 2010, será o bailarino Ricardo Barros. Ele é um dos poucos especialistas a conciliar execução com conhecimento profundo do panorama da dança e música no período barroco. Vivendo na Grã Bretanha desde 1993, Barros foi recentemente agraciado com o título honorário da “Associate Royal Academy of Music” pelo seu “papel e importância no engrandecimento da música na Grã-Bretanha”. Formado em música pela Unicamp, o bailarino fez pós-graduação em música antiga na Guildhall School of Music & Drama de Londres e especializou-se em danças antigas. Também é pós-graduado em cravo na aclamada Royal Academy of Music de Londres e obteve seu PhD (doutorado) em dança e música teatrais francesas dos séculos XVII e XVIII. Atualmente, Ricardo Barros atua tanto como cravista quanto como bailarino barroco e coreógrafo na Grã-Bretanha e Europa.

Programa
Ruiz de Ribayas (Xacara por primer tono), Santiago de Murcia (Fandango e Folias), Anônimo (Quiero y no saber qui quiero, Nao tragais Burzeguis Pretos e Cumbées), André Campra (Sarabande Aimable Vainqueur), Henry Purcell (Chaconne 'Two Upon a Ground' do Dioclesian e Sarabande do Dioclesian), Archangelo Corelli (Folies d' Espagne) e Jean-Baptiste Lully (Chaconne des Maures e Chaconne de Phaeton).

Grupo de Performance Histórica
O Grupo de Performance Histórica do Conservatório de Tatuí iniciou suas atividades em 2009 e tem por objetivo a interpretação e a divulgação do repertório dos séculos XVI ao XVIII. É formado por professores e alunos bolsistas de nível avançado (flautas doces, cordas e cravo). É um dos grupos artístico-pedagógicos da instituição mantidos pelo Governo de São Paulo. Ele é coordenado pela professora Selma Marino e integrado pelos alunos Henrique Cananosque Neto (flauta), Isaias Augusto Gabriel e Samira Giro Zeber Lopes (violinos). Para esta apresentação, contará com a participação especial dos músicos convidados João Guilherme Figueiredo (viola da gamba), Dagma Eid (guitarra barroca), Diogo Rodrigues (alaúde e guitarra barroca), Osny Fonseca (cravo), além do bailarino Ricardo Barros.

SERVIÇO
Grupo de Performance Histórica do Conservatório de Tatuí
Selma Marino, coordenação
Ricardo Barros, dança barroca
8 de Maio de 2010 – 20h30
Teatro Procópio Ferreira
Rua São Bento, 415 – Centro – Tatuí-SP
Ingressos: R$ 10 (R$ 5 idosos, estudantes e aposentados)
Informações: 15 32058444

Um comentário:

RUBENS OFICIAL disse...

Havia sido divulgado que este evento ocorreria no dia 7. Agora o próprio Conservatório divulga que será no dia 8.

Postar um comentário