Nosso Jornal Online

Tatuí, 


terça-feira, 20 de abril de 2010

CIDADE DEVE TER MAIS CÂMERAS DE SEGURANÇA NO CENTRO

Hoje, no Paço Municipal, aconteceu mais uma reunião do Poder Público com os setores de segurança e gerentes de bancos. Na pauta, estava uma parceria para a instalação de novas câmeras de segurança na área central do município. Entre os presentes, estavam o prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo; o secretário José Roberto Xavier da Silva (Segurança Pública e Transportes); o sub-comandante da Guarda Civil Municipal, Francisco Carlos Severino; o Capitão Benedito Tadeu Galende, da Polícia Militar, e o delegado Emanuel dos Santos Françani, representando a Polícia Civil. Pela proposta apresentada pela Prefeitura de Tatuí, seriam instaladas modernas câmeras na região central do município. Segundo um orçamento apresentado, o custo de cada ponto seria de R$ 16,7 mil. “As câmeras seriam das mais modernas e teriam um alcance de 360 graus de funcionamento, a partir do ponto instalado. O zoom é de até 32 vezes, o que garante uma fiscalização até, se necessário, na porta do estabelecimento bancário”, relatou o secretário Xavier. Segundo a Secretaria de Segurança Pública e Transportes, seriam necessárias de quatro a cinco novas câmeras para o monitoramento total dos setores próximos às agências bancárias.O monitoramento seria realizado pelo Centro de Comunicação de Emergência (CCE), órgão que concentra policiais militares, guardas civis municipais e o serviço de emergência do município. Xavier explicou que atualmente apenas uma das câmeras existentes no município funciona no sistema de 360 graus. Ela está localizada na rua XV de Novembro, esquina com a rua José Bonifácio. “Ainda assim, com zoom de 20 vezes”. Todas as demais câmeras - quatro em funcionamento - são estáticas. “Com esta nova tecnologia, poderíamos armazenar todas as imagens por um período de até 60 dias”, acrescentou o secretário. Na reunião, estiveram representantes dos bancos Nossa Caixa, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Unibanco, Itaú, Bradesco, Santander e HSBC. “Todos serão oficiados para integrarem esta parceria. O custo seria dividido pelos bancos e a operacionalização do sistema ficaria com o CCE. O principal objetivo é coibir a onda de assaltos nas imediações das agências bancárias. Outra medida, já adotada, foi aumentar a presença da Guarda Civil Municipal no centro”, relatou Xavier. Uma próxima reunião para a discussão da parceria será realizada na próxima semana.

Um comentário:

Postar um comentário