Boletim de informações COVID-19 n° 636 Tatuí, 24 de outubro de 2021, domingo - 11h00h

18.345 CASOS CONFIRMADOS VÍRUS SARS-COV-2
17.881 PACIENTES RECUPERADOS
456 ÓBITOS CONFIRMADOS
8 INFECTADOS EM TRATAMENTO
2 MÉDIA MÓVEL INFECTADOS / DIA

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sábado, 19 de dezembro de 2020

Governo rompe contrato e escolhe nova organização social para gerir o Conservatório de Tatuí

Segundo a Secretaria da Cultura, a nova OS deve iniciar o trabalho em janeiro e evitar demissões e fechamento de cursos.

Do G1, com copidesque do DT



Conservatório de Tatuí é uma das mais respeitadas escolas de música da América Latina — Foto: Reprodução/TV TEM

18/12/2020 | A atual gestora do Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos de Tatuí terá o contrato rompido pelo governo do estado de São Paulo. A organização social (OS) Abaçaí Cultura e Arte será substituída pela Sustenidos Organização Social de Cultura, a partir de janeiro de 2021.

A informação foi publicada na edição desta sexta-feira (18) do Diário Oficial. Também foi confirmada por Sérgio Sá Leitão, titular da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do estado de São Paulo.

Segundo Sá Leitão, o rompimento unilateral do contrato foi motivado por uma "série de irregularidades" na atual gestão do Conservatório de Tatuí. "Por isso, fizemos novo processo de seleção, por meio de chamada pública. Agora, temos nova OS, a qual estamos celebrando contrato de gestão", conta.

De acordo com o secretário, o objetivo dessa mudança é melhorar a qualidade do serviço oferecido aos estudantes e evitar demissões. "Juntos vamos levar o Conservatório à situação que ele merece. Vamos manter todos os cursos e funcionários", complementa.

Antes da troca de gestão, a Secretaria da Cultura e Economia Criativa havia anunciado um "ajuste sério para sanar a grave crise administrativa e financeira da instituição". Tanto que, em 2022, a meta é abrir mais cursos e vagas, além da contratação de professores.

O plano de ampliação tem duração de 5 anos e começará em 2021, segundo o estado. Entre as ações, está a criação de diversos eventos e práticas, como o Clube do Choro e de um acervo permanente literário e de obras dedicadas ao gênero.

O planejamento também contempla a inclusão de novas ferramentas digitais para salas de estudos virtuais, oferta de material didático, avaliações, debates e interações do setor de artes cênicas.

Atualmente, o Conservatório possui 2.400 alunos em Tatuí e no polo de São José do Rio Preto. Aproximadamente 50 cursos são oferecidos aos alunos.

OS aguarda aviso

O diretor executivo da Abaçaí Cultura e Arte, Ary Araújo Júnior, informou no início da tarde desta sexta-feira não ter sido comunicado sobre o rompimento do contrato. "Vou aguardar e, vindo esse aviso, vou querer saber o motivo", diz.

A Abaçaí Cultura e Arte havia iniciado a gestão do Conservatório de Tatuí em 18 de janeiro de 2018. O contrato seria encerrado em 31 de dezembro de 2022, mas acabou rompido pelo governo estadual, de acordo com Sérgio Sá Leitão.

O Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos foi criado por lei estadual em 13 de abril de 1951. A instituição foi fundada oficialmente em 11 de agosto de 1954 e é uma das mais respeitadas escolas de música da América Latina.

Anualmente, a instituição forma instrumentistas, cantores, atores e luthiers. Todos os cursos são gratuitos. O conservatório também recebe estudantes de países da América Latina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário