Nosso Jornal Online

Tatuí, 


quinta-feira, 27 de junho de 2019

Entenda como é feito o descarte correto do lixo eletrônico na região

Descarte adequado dos materiais é necessário porque provocam a contaminação do ambiente natural com substâncias químicas.

Por G1 Itapetininga e Região, com edição do DT

Materiais eletrônicos são coletados por cooperativa de Capão Bonito (SP) — Foto: Reprodução/TV TEM

26/06/2019 | Cerca de 1,5 mil quilo de materiais eletrônicos, como pilhas, baterias e televisores, são descartados por mês apenas em uma cooperativa de Capão Bonito (SP). O descarte adequado dos materiais é necessário porque provocam a contaminação do meio natural com substâncias químicas.

Durante a coleta seletiva na cidade, os catadores pegam os materiais e, se tem conserto, o produto é arrumado e colocado para a venda no bazar semanal da cooperativa. No entanto, aquilo que não tem mais conserto é separado de acordo com o tipo de reciclável e alguns são desmontados para que o lucro seja maior com a venda individual dos componentes.

Materiais eletrônicos podem ser descartados em Ecopontos — Foto: Reprodução/TV TEM

"O morador que tem seu eletroeletrônico traz para a cooperativa e fazemos o descarte, desmontagem e destinação correta dos materiais", diz Cristiano Ferreira, presidente da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis (Acamar).

Tatuí

Em Tatuí, os Ecopontos servem como opção de descarte de lixos específicos, como os eletroeletrônicos que não podem ser reutilizados. São dois deles que recebem em média 250 objetos por mês.

"Pode ser televisão, geladeira, aparelhos de som, liquidificador. É uma gama muito grande de material que pode ser enviado e isso facilita na triagem do material dentro da cooperativa de reciclagem", afirma o engenheiro agrônomo e perito ambiental da prefeitura, Vicente Alamino.

Em Itapetininga, a separação do material é feita em uma unidade de ensino. No local, a troca dos computadores é feita de dois a três anos e os que continuam em bom estado de conservação são doados. Mas aqueles que param de funcionar são encaminhados para a reciclagem, já que contam com um sistema sustentável com a separação do lixo e coleta de pilhas e baterias.

Lixo eletrônico deve ser descartado corretamente — Foto: Reprodução/TV TEM

Confira onde é possível descartar o lixo eletrônico na região:

Tatuí
Ecoponto do Jardim Santa Rita de Cássia, Ecoponto do Jardins de Tatuí, Centro de Logística Reversa e Cooperativa de Reciclagem do Jardim Rosa Garcia II.

Itapetininga
Cooperita, localizada na Rua Orlando Scoto, 68, na Vila Prado.
Senac de Itapetininga, na Rua Monsenhor Soares, 37, Centro. Rua Dom Joaquim, 495, Centro.

Capão Bonito
Acamar - Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Capão Bonito, na Rua Brasília Soares de Almeida, 51, Vila Santa Isabel.

Cooperativa recolhe materiais eletrônicos e faz a destinação correta — Foto: Reprodução/TV TEM

Nenhum comentário:

Postar um comentário