Nosso Jornal Online

Tatuí, 


sábado, 27 de janeiro de 2018

Exposição 'Mutações' segue até o dia 19 de fevereiro no Museu Paulo Setúbal

Com entrada gratuita, exposição pode ser vista de terça-feira a domingo, das 9h às 17h.

O Museu Histórico Paulo Setúbal realizou na noite da última sexta-feira (19/01), a abertura oficial da exposição Mutações, da arquiteta e designer Veridiana Pettinelli e do ourives Gabriel Macedo, que segue aberta ao público até o dia 19 de fevereiro.

“Mutações” é uma exposição de uma coleção de joias desenhada pela arquiteta e designer Veridiana Pettinelli, a qual foi executada em prata, ouro, diamantes e pedras naturais pelo ourives Gabriel Macedo. A parceria familiar ocorreu em 2015 e partiu da inspiração de Veridiana que, junto ao primo ourives Gabriel, embarcou em um novo projeto de design.

A coleção foi inspirada em estudos desenvolvidos pela designer a partir de livros de botânica utilizados por seu pai na faculdade de Engenharia Agronômica, onde a mesma, através de desenhos, fez "cruzamentos genéticos" entre espécies que não tem cruzamento entre si. E foi dessa maneira que surgiu o nome da coleção: Mutações. Os cruzamentos entre bromélias e cactos, rosas e hortênsias, bambus e ipês se transformaram e se materializaram em prata e em ouro, expressados através de 18 peças únicas que serão expostas em vários estados brasileiros e também fora do País.

No Museu estão expostas 18 fotos no tamanho 50cm x 75cm, 06 quadros emoldurados 50cm x 60cm, 02 cadernos de estudo e peças feitas em prata. As mulheres que apresentam as peças foram convidadas pela sensibilidade e destaque que exercem. Elas transcrevem de maneira ímpar a força e a beleza da mulher brasileira, pois são "flores" únicas e que, em forma de mutantes, fazem o papel de mãe, mulher, empresária, dentista, artista plástica, professora, bailarina, modelo, estudante, dona de casa, bancária, modelo, publicitária, arquiteta, estilista, filha, amiga, irmã, advogada e designer gráfica. Elas têm o perfil ideal para levarem consigo e apresentarem algo forte e único, algo "mutado".

Com cunho cultural e social, a exposição terá parte da renda dos quadros que inspiraram a coleção revertida para a instituição internacional Médicos Sem Fronteiras e para o Fundo Social de Solidariedade de Tatuí (FUSSTAT).

O público poderá visitar a exposição, gratuitamente, até o dia 19 de fevereiro, de terça-feira a domingo, das 9h às 17h, no Espaço de Exposições Temporárias do Museu Histórico “Paulo Setúbal”, situado na Praça Manoel Guedes, nº 98. Mais informações pelo telefone (15) 3251-4969.

A vernissage contou com a presença da prefeita de Tatuí, Maria José Vieira de Camargo, do secretário municipal de Cultura e Turismo, Cassiano Sinisgalli, além de artistas, amigos e familiares dos expositores. Ficou registrado no livro do Museu a presença de diversos munícipes, além de pessoas de várias cidades, tais como Piracicaba, Sorocaba, Espírito Santo do Pinhal, São Paulo, Boituva e Campinas. De acordo com Veridiana Pettinelli, que na ocasião explanou sobre o trabalho de desenvolvimento de Mutações, a data de abertura da exposição foi intencional, já que no dia 20/01 ela completaria 40 anos de idade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário