Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE


sexta-feira, 30 de junho de 2017

Vereador Rodolfo realiza sua terceira edição do projeto “Mandato Novo”

Proposta é levar demandas da população diretamente para a Câmara Municipal

Ouvir as pessoas, suas necessidades e reclamações sobre o município. Esse é o objetivo do vereador Rodolfo Fanganiello, que criou logo no início do seu mandato na Câmara Municipal uma ferramenta diferente para estar mais perto da população. O projeto “Mandato Novo” teve a sua terceira edição realizada na noite de ontem, no Jardim Donato Flores. 

O primeiro encontro aconteceu em maio na Enxovia. As plenárias iniciais foram destinadas a apoiadores que participaram, como voluntários, de maneira efetiva da campanha do vereador. A partir do próximo mês, a ideia é que o convite seja estendido à população em geral. 

Rodolfo pretende realizar reuniões em todos os bairros da cidade para colher impressões dos cidadãos sobre o atual momento da cidade. “O objetivo é que os moradores manifestem suas necessidades, suas angústias e proponham, de maneira direta, proposituras que sejam levadas ao plenário do Legislativo em forma de requerimentos, indicações e projetos de lei que, desta forma, já nascem com amplo respaldo popular, pois foram construídos pela discussão junto à comunidade”, explica.

Quase 150 pessoas participaram dos três primeiros encontros. Dessa interação, nasceram cerca de 30 proposituras que já foram apresentadas pelo vereador na Câmara. A expectativa é que esse número venha a crescer exponencialmente à medida que o projeto ganhe corpo e passe por mais bairros na cidade. 

Os assuntos mais abordados estão relacionados à infraestrutura, problemas com buracos nas vias públicas, mato e lixo espalhado pelas ruas. Também aparecem no topo das preocupações, a partir da análise preliminar do projeto, temas como saúde, educação e segurança pública. “O vereador é sempre o agente político que está mais próximo da população. Nossa obrigação é coletar o sentimento do tatuiano e transformá-lo em proposituras e projetos que darão ao Executivo uma orientação de prioridades e urgências. Muitas vezes, o gestor público não tem contato direto com as pessoas, não sai às ruas, é blindado por seus assessores mais próximos, e acaba desconhecendo por completo o que acontece de fato no município. Queremos dar nossa contribuição efetiva à cidade, nesse momento tão delicado, propondo uma nova maneira de fazer política”, argumenta. 

Troca de experiências / O evento tem ainda um caráter pedagógico que tange a formação política. Nele, Rodolfo apresenta a uma detalhada explanação sobre deveres, diretos e atribuições dos três poderes, Executivo, Legislativo e Judiciário, além de uma análise do panorama político municipal, estadual e nacional. “Muitas vezes, há uma confusão sobre o papel de um vereador, o papel do prefeito. Há uma indignação natural também do tatuiano por conta dos escândalos de corrupção que tem recheado os telejornais, mas também há um interesse maior e uma vontade de criar novas fórmulas e conceitos para essa velha política que está claramente com os dias contados”, finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário