Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

sábado, 24 de junho de 2017

Família procura restos mortais de parente que 'sumiu' de cemitério em Tatuí

Parentes descobriram que outra pessoa estava enterrada em sepultura. Prefeitura afirma que abrirá sindicância para apurar os fatos.
G1 Itapetininga e Região

Família procura restos mortais de parente que “sumiu” de cemitério em Tatuí
Uma família procura pelos restos mortais de um homem que foi enterrado há menos de dois anos e foi retirado do túmulo do cemitério de Tatuí.

Segundo os parentes, o caso só foi descoberto depois que o corpo foi retirado, quando eles foram visitar o túmulo e perceberam que outra pessoa havia sido enterrada no lugar.

“Queremos saber onde está meu avô. Ele tem dignidade e é um direito ficar ali” diz a neta Sueli Pereira Bueno.

Uma equipe da TV TEM procurou a prefeitura, que é responsável pela administração do cemitério, e tem o controle das construções e tempo de cada sepultura, porém ninguém soube informar o que aconteceu, apenas que foi aberta uma sindicância para apurar os fatos.

Ressaltou também que pediu para as duas familiares apresentarem as documentações do túmulo, para tentar solucionar este problema.
A auxiliar de serviços gerais Vera Lúcia Santos Rodrigues foi a primeira a ver que tinha algo errado com o túmulo do seu pai (Foto: Reprodução/TV TEM)
A auxiliar de serviços gerais Vera Lúcia Santos Rodrigues foi a primeira a ver que tinha algo errado no túmulo de Tatuí.

Ela foi visitar o túmulo do pai quando percebeu que havia marcas de cimento fresco e falta de tinta. No escritório do cemitério, descobriu que outra pessoa havia sido enterrada no local e que o corpo de seu pai havia sido retirado, isso um ano e meio depois da sua morte.

“Cada hora eles falam uma coisa diferente. Já falaram até que meu pai está lá ainda em um saco. Pelo que ficamos sabendo e, um funcionário do cemitério confirmou, eles não podem tirar o corpo em menos de três anos”, afirma Vera.

Familiares apresentam documentos que comprovam a posse do túmulo em Tatuí (Foto: Reprodução/TV TEM)
Vera apresentou os documentos que comprovam a compra do terreno, onde já está a sua mãe, enterrada desde 1974, e mais recentemente, onde foi enterrado o pai. A TV TEM acompanhou a família na busca por explicações, porém não tiveram sucesso.

Funcionário de cemitério alega não saber o que aconteceu com os restos mortais do homem retirado do túmulo
 (Foto: Reprodução/TV TEM)
Segundo Sueli, eles tentaram localizar os parentes do corpo que foi enterrado no túmulo do seu avô, porém também não obteve respostas. “Disseram que tinham enterrado uma pessoa de Boituva, depois falaram que era Tietê. Queríamos apenas a ir atrás da família dessa pessoa para conversar e entrarmos em um acordo”, afirma.

"Queremos saber onde está meu avô", diz a neta Sueli Pereira Bueno (Foto: Reprodução/TV TEM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário