Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Greve de funcionários da Santa Casa de Tatuí acaba depois de 29 dias

Grupo voltou ao trabalho no fim da tarde desta quarta-feira (25).
Fim da paralisação acontece após acordo entre hospital e prefeitura.

Do G1 Itapetininga e Região

A greve dos funcionários da Santa Casa de Tatuí terminou no fim da tarde desta quarta-feira (25), 29 dias depois do início da paralisação. De acordo com a prefeitura, os enfermeiros, técnicos em enfermagem e funcionários de serviços gerais voltaram ao trabalho no fim da tarde desta quinta. Desde 28 de dezembro, apenas 30% do quadro de funcionários atendia o hospital.

Ainda segundo a prefeitura, o fim da greve deve-se a um novo contrato assinado entre o Executivo e a direção da Santa Casa, depois que a Justiça expediu uma liminar autorizando o hospital a receber dinheiro público apesar de estar sem a Certidão Negativa de Débitos (CND). Essa autorização garantiu o repasse de R$ 800 mil para pagamentos dos funcionários referente ao mês de dezembro e do vale-alimentação.

Participaram da reunião a direção do hospital, a prefeitura e o Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde de Sorocaba e Região (Sinsaúde). No acordo ficou definido que o hospital receberá em um ano R$ 9,9 milhões, sendo R$ 832 mil por mês. Dinheiro que virá do Sistema Único de Saúde (SUS), governo do estado e o Executivo, afirma a prefeitura.

Conforme o Executivo, os R$ 800 mil para pagamento de salários e vale-alimentação serão depositados na quinta-feira (26). Já o 13° salário atrasado será pago em cinco parcelas, sendo a primeira na sexta-feira (27).

O restante do 13º salário será pago no 5º dia útil dos próximos meses junto com o salário, que foi antecipado nesse novo acordo – até então os funcionários recebiam por volta do dia 15. Outro detalhe acertado foi que os funcionários que entraram em greve terão cinco meses de estabilidade no trabalho, completa a prefeitura.

Funcionários ficaram em frente à Santa Casa durante greve (Foto: Reprodução/ TV TEM)

A greve A Santa Casa de Tatuí funcionou com 30% do quadro de funcionários de 28 de dezembro a 25 de janeiro. O grupo era composto por enfermeiros, técnicos em enfermagem e funcionários de serviços gerais. Eles pediam o salário referente a novembro, o 13° salário e o vale-alimentação também de novembro. Dinheiro que sobrou da gestão anterior da Câmara já foi usado para os primeiros pagamentos.

Desde o começo da paralisação funcionários ficaram na praça em frente à Santa Casa. Com cartazes e apitos, eles tinham o objetivo de chamar a atenção da população. Os servidores chegaram a protestar dentro da prefeitura em um ato pacífico. Durante a greve, a maternidade fechou as portas, sendo realizado apenas atendimentos de urgência nesse setor.

Na segunda-feira (17), representantes do sindicato, prefeitura e Santa Casa participaram de uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) em Campinas (SP). Na reunião, a prefeitura informou que entrou com uma liminar na Justiça para fazer o repasse para a Santa Casa. A liminar foi aceita pela Justiça, que autorizou o repasse combinado por contrato entre prefeitura e hospital.

Funcionários pediam pagamento de parcela do 13º salário em Tatuí (Foto: Reprodução/ TV TEM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário