PUBLICIDADE

Boletim de informações COVID-19 n° 200 Tatuí, 14 de agosto de 2020, sexta-feira - 11h

1514 CONFIRMADOS
1420 RECUPERADOS
44 ÓBITOS
81 EM TRATAMENTO
22 HOSPITALIZADOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

terça-feira, 14 de julho de 2020

Boletim de Covid-19 em Tatuí desta terça-feira (14)



A Secretaria Municipal da Saúde, através da Vigilância Epidemiológica (VE), notificou nas últimas 24h, 35 novos casos positivos para COVID-19 e, 167 novos casos suspeitos. Foram 70 casos descartados, neste período.

Os novos casos positivos são 19 homens e 16 mulheres. Os quadros estão estáveis e todos estão em tratamento domiciliar. Dos novos casos suspeitos, 69 são homens e 98 são mulheres. Os quadros estão estáveis e todos estão em tratamento domiciliar. Dos casos descartados, 30 são homens e 40 são mulheres.

A ocupação de leitos clínicos de internados por COVID-19 ou suspeitos na Santa Casa de Misericórdia de Tatuí é de 54%; sendo que a ocupação da UTI, por pacientes com COVID-19 ou casos suspeitos é de 80%.

Estão internados na Santa Casa de Misericórdia de Tatuí, 20 pacientes, sendo oito pacientes na UTI, com quadros que inspiram cuidados. Seis são positivos para COVID-19 e dois são casos suspeitos. No isolamento, com quadros estáveis, estão 12 pacientes, sendo nove casos positivos e os demais casos suspeitos, aguardando resultados dos testes.

No hospital particular de Tatuí, estão internados seis pacientes, sendo dois na UTI, todos casos positivos para COVID-19, com seus quadros inspirando cuidados. No isolamento, com seus quadros estáveis, estão quatro casos suspeitos, aguardando resultados dos testes.

Até o momento são 2.745 notificações, sendo 213 casos suspeitos aguardando resultados dos testes, 1.863 descartados e 669 positivos (sendo que 30 casos positivos vieram a óbito).

Dos 669 casos positivos do COVID-19, 574 pacientes já estão recuperados e 30 pacientes vieram a óbito. Dos casos positivos, 65 ainda estão em tratamento, em hospitais ou em tratamento domiciliar. Dos casos suspeitos, 213 estão em tratamento, em hospitais ou em tratamento domiciliar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE