Nosso Jornal Online

Tatuí, 


sábado, 31 de março de 2018

Inscrições para cursos gratuitos para microempreendedores individuais estão abertas em Tatuí

Cursos começam dia 16 de abril e terão carga horária de 80 horas.
 

Por G1 Itapetininga (editado pelo DT)

31/03/2018 A Prefeitura de Tatuí, através da Secretaria de Planejamento e Gestão Pública, em parceria com o Sebrae e o Senai, está com inscrições abertas para o programa "Super MEI". São oferecidas vagas para cursos gratuitos de capacitação técnica e operacional para os microempreendedores individuais

Os cursos terão início no dia 16 de abril, na Unidade Móvel do Senai. As aulas serão nos períodos da manhã e tarde com carga horária de 80 horas.

As inscrições deverão ser feitas, presencialmente, na Escola do Senai, que fica na Rua Maneco Pereira, nº 619, Centro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Mais informações pelo telefone (15) 3251-2056.

sexta-feira, 30 de março de 2018

Você já sabe:

ir para a próxima notícia, seta para frente; 
voltar à notícia anterior, seta para trás.

Estação ferroviária e seu barracão devem se tornar pontos culturais de Tatuí

Faltam apenas detalhes para a assinatura do compromisso entre as partes.


Uma importante conquista se aproxima para Tatuí. A Estação Ferroviária poderá se tornar, muito em breve, um Espaço Cultural e Turístico. Além da Estação, o barracão ao lado poderá ser ocupado e se tornar um espaço cultural. “Estamos em contato e negociações com a Rumo Logística, que atualmente ocupa os espaços. As conversas estão bem adiantadas e faltam apenas detalhes burocráticos”, adiantou o secretário Cassiano Sinisgalli, de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude.

Na quarta-feira (21/03), a prefeita Maria José Vieira de Camargo recebeu, no Paço Municipal, o diretor de Relações Governamentais da empresa Rumo Logística, Marcelo Arthur Fiedler, que veio acompanhado pelo secretário Cassiano Sinisgalli. Fiedler confirmou que os espaços poderão ser ocupados em breve pela Prefeitura Municipal. A sede da Rumo Logística é em Curitiba PR e acertados os documentos com seus diretores, os espaços já serão cedidos para revitalização e ocupação.

A Estação Ferroviária de Tatuí foi construída e inaugurada entre os anos de 1888/1889 (há duas versões) e integrou o Ramal Itararé. Em 1978, o tráfego de passageiros no ramal foi extinto. Entretanto, em 22/12/1997, o trem de passageiros voltou a funcionar, desta vez entre Sorocaba e Apiaí. O trem, com algumas interrupções, funcionou até fevereiro de 2001.

“São importantes espaços históricos, que pretendemos revitalizar, dar vida e uma ocupação cultural e turística”, destacou a prefeita Maria José.

quinta-feira, 29 de março de 2018

Confira o que abre e o que fecha durante o feriado

Apenas serviços essenciais funcionarão durante o fim de semana prolongado de feriado.


Por G1 Itapetininga (editado pelo DT)

Devido ao fim de semana prolongado de Páscoa, alguns serviços terão os horários de funcionamento em Tatuí.

  • Órgãos públicos municipais: Não haverá expediente na quinta-feira (29)
  • Guarda Civil Municipal: Funciona normalmente.
  • Pronto-socorro: Funciona normalmente.
  • Samu - Serviço de Atendimento Móvel de Urgência:  Funciona normalmente.
  • Coleta de lixo: Funciona normalmente.
  • Museu Histórico Paulo Setúbal: abre somente nos dias 31 de março e 1º de abril, das 9h às 17h. Não funciona na quinta-feira (29) e na sexta (30).
  • Parque Municipal Ecológico Maria Tuca: abre somente nos dias 31 de março e 1º de abril, das 9h às 17h. Não funciona na quinta-feira (29) e na sexta (30).

Pais comemoram sucesso de transplante da menina Júlia Abrame



'Alegria que não cabe no peito', diz mãe da Júlia Abrame, diagnosticada com leucemia há seis anos. Sem doador 100% compatível, transplante foi feito com o pai, 50%, em São Paulo.

Por Paola Patriarca, G1 Itapetininga (editado pelo DT)

Foto: Júlia Abrame comemora sucesso de transplante de medula óssea (Foto: Arquivo Pessoal/Adriana Abrame)

29/03/2018 - Os pais da pequena tatuiana Júlia Abrame de Oliveira e que motivou uma fila gigante em outubro do ano passado para doação de medula óssea, comemoram o sucesso do transplante de medula óssea da filha.

Júlia está internada desde fevereiro no hospital Santa Marcelina, em São Paulo, onde passou por um transplante de medula óssea no dia 15 de fevereiro.

Como a família não encontrou um doador 100% compatível, o transplante foi feito com o pai, que tem 50% de compatibilidade.

Ao G1, a mãe Adriana Abrame conta que os médicos informaram que os exames da garota apresentaram uma melhora na produção de células, o que indica que a medula "pegou".

“É uma alegria que não cabe no peito. Minha filha nasceu de novo. Estamos emocionados. Sabíamos que era um processo que não ia ser fácil, mas estávamos crendo que tudo daria certo. A Júlia não desistiu e graças a Deus tivemos essa notícia maravilhosa”, diz.

Júlia Abrame com os pais Antônio Sérgio e Adriana Abrame (Foto: Arquivo pessoal/Adriana Abrame)

Segundo Adriana, a notícia veio extraoficialmente nesta quarta-feira (28) com a visita da equipe médica.

"Desde o transplante ela apresentou uma melhora gradativa. Claro que teve reações, mas ela foi melhorando e ela já está com produção de celular normalmente. Quando o médico entrou e deu parabéns porque a medula pegou, eu fiquei emocionada demais”, disse.

Agora, Júlia aguarda o exame que comprovará oficialmente que o corpo aceitou a nova medula. A alta hospitalar para continuar com o tratamento em casa deve acontecer nos próximos dias, diz a mãe.

“Como ela praticamente nasceu de novo, vai precisar de cuidados e ainda tomar uma medicação forte. A alta deve sair na próximo segunda-feira (2), mas como ela terá que ir ao hospital com frequência, continuaremos em São Paulo. Só depois desse processo que voltaremos para Tatuí”, diz.

Ainda de acordo com Adriana, uma festa será feita para comemorar o “renascimento”.

“Terá bolo e uma grande festa no quarto para comemorarmos esse momento. Estamos muito felizes”, afirma.

Vagas de emprego nos PAT da região de Tatuí

Tatuí (15 vagas)
Soldador (uma vaga);
Auxiliar administrativo bilíngue (uma vaga);
Engenheiro ambiental (uma vaga);
Supervisor de vendas (uma vaga);
Consultor de vendas (uma vaga);
Pizzaiolo (uma vaga);
Mecânico de ar-condicionado de veículos (uma vaga);
Mecânico de motores a diesel (uma vaga);
Eletricista automotivo (uma vaga);
Farmacêutico (uma vaga);
Vendedores no comércio varejista (cinco vagas).
O PAT fica na rua Professor Adauto Pereira, 352, Vila Minghini.


Itapetininga (30 vagas)
Analista de laboratório (cinco vagas);
Analista de logística (uma vaga);
Assistente de marketing (uma vaga);
Auxiliar de mecânico tratores (uma vaga);
Cabeleireira/manicure e pedicure (uma vaga);
Empacotador (uma vaga);
Psicólogo (uma vaga);
Encanador industrial (uma vaga);
Serigrafista (uma vaga);
Técnico em óptica (uma vaga);
Trabalho rural (uma vaga);
Mecânico tratores e máquinas (uma vaga);
Mecânico (cinco vagas);
Mecânico de veículos (duas vagas);
Montador de veículos (uma vaga);
Operador de máquina empacotadora (uma vaga);
Técnico de operações de veículos – para pessoa com deficiência (uma vaga);
Técnico em agropecuária (uma vaga);
Técnico eletrônico (uma vaga);
Técnico instrumentista (uma vaga);
Vendedor externo (uma vaga).
O PAT de Itapetininga fica na rua Monsenhor Soares, 251, Centro.


Tietê (17 vagas)
Instalador de esquadrias de alumínio e pvc (uma vaga);
Montador de esquadrias de alumínio e pvc (uma vaga);
Serralheiro (uma vaga);
Mecânico de máquinas agrícolas (uma vaga);
Vendedor externo (uma vaga);
Técnico de manutenção de mecânica de injetoras plásticas (uma vaga);
Assistente de vendas (uma vaga);
Operador de máquinas (duas vagas);
Assistente técnico de eletrônica (uma vaga);
Assistente contábil (uma vaga);
Assistente de vendas (uma vaga);
Assistente de planejamento de produção (uma vaga);
Técnico de processos industriais (uma vaga);
Técnico em segurança do trabalho (uma vaga);
Operador de máquinas industriais (uma vaga);
Auxiliar de produção industrial (uma vaga).
O PAT de Tietê fica na rua Domingos Aparecido Lazarin, 19, Centro.


Laranjal Paulista (12 vagas)
Mecânico de manutenção de máquinas injetoras e sopro (uma vaga);
Soldador (uma vaga);
Auxiliar de eletricista (duas vagas);
Operador de empilhadeira (uma vaga);
Estoquista (uma vaga);
Operador de máquina injetora (uma vaga);
Encarregado de produção (uma vaga);
Mecânico de autos (uma vaga);
Auxiliar de exportação (uma vaga);
Analista de pcp (uma vaga);
Faturamento (uma vaga).
O PAT de Laranjal Paulista fica na rua Delfino de Melo, 63, Centro.

quarta-feira, 28 de março de 2018

No sábado, 31, o CEU das Artes terá Roda de Conversa sobre Patrimônio Cultural

A coordenadora de Educação Patrimonial do IPHAN, Sônia Regina Rampim Florêncio

No dia 31 de março, sábado, a partir das 9h30, o CONDEPHAT - Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico e Artístico de Tatuí realizará no Centro de Artes e Esportes Unificados, o CEU das Artes, uma Roda de Conversa com o tema: "Patrimônio Cultural, Cidadania e Educação Patrimonial".

A coordenadora de Educação Patrimonial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN, Sônia Regina Rampim Florêncio, será a mediadora da Roda de Conversa, que abordará as competências do poder público em criar condições para o entendimento das políticas públicas, mais especificamente, das políticas públicas de preservação do patrimônio cultural. A presidente do CONDEPHAT, Maíra Barros, explica que as estratégias educativas são fundamentais para atingir este objetivo e propiciar a interação social entre o poder público e os diversos atores sociais envolvidos e preocupados com a preservação da memória coletiva.

O CEU das Artes está situado na Rua Ana Rosa Monteiro, nº 475, Vila Santa Helena. Mais informações pelo telefone: (15) 3259-5340.

Acusado de bater na cabeça de ex-cunhada com panela de pressão é condenado por lesão corporal

Decisão da Justiça determina que rapaz de 20 anos cumpra a pena de 4 anos em regime aberto. Crime ocorreu em março de 2016.

Por G1 Itapetininga e Região 

O júri popular condenou o jovem Alexandre Leonardo Floriano, de 20 anos, a 4 anos, 3 meses e 10 dias de prisão em regime aberto, e 11 dias multa pelo crime de lesão corporal por agredir a cabeça da ex-cunhada com uma panela de pressão em março de 2016, em Tatuí.

O julgamento ocorreu na terça-feira (27) no Fórum de Tatuí. Após ouvir testemunhas, os jurados consideraram o réu culpado pelo crime de lesão corporal, segundo informou o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) nesta quarta-feira (28).

Alexandre está preso desde 2016 no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Capela do Alto, quando foi detido ao agredir a ex-cunhada, de 30 anos.

Segundo a Polícia Militar, o motivo da agressão foi uma briga entre os dois na casa onde a mulher mora, na Vila Doutor Laurindo.

Mulher sofreu graves ferimentos na cabeça (Foto: Arquivo/TV TEM )

"Acerto de contas" A Polícia Civil informou que o rapaz alegou que foi à casa dela para “resolver algumas coisas” quando, no meio da conversa, ela lembrou uma dívida dele. Depois da agressão o jovem saiu da casa e começou a correr pela rua. Uma viatura da PM fazia patrulhamento no bairro, achou a atitude suspeita e o abordou.

O jovem não contou porque estava fugindo até chegar na delegacia, quando familiares da vítima estavam fazendo o boletim de ocorrência e o encontraram. Na época, a vítima foi socorrida com ferimentos graves na cabeça.

terça-feira, 27 de março de 2018

Batida entre carretas faz cabine 'sumir' e mata motorista na SP-280 em Boituva

Este foi o segundo acidente registrado nesta terça-feira (27) na rodovia Castello Branco (SP-280).

Por G1 Itapetininga, editado pelo DT

Cabine de caminhão ficou totalmente destruída em batida na rodovia Castello Branco (SP-280), em Boituva (Foto: Divulgação/Polícia Militar Rodoviária)

27/03/2018 - O motorista de uma carreta morreu em um acidente na manhã desta terça-feira (27), na rodovia Castello Branco (SP-180). A batida foi na altura do quilômetro 122, em Boituva (SP).

De acordo com a Polícia Rodoviária, o motorista trafegava pela rodovia no sentido interior quando perdeu o controle da direção e bateu na traseira da carreta que estava à frente.

O impacto foi tão forte que a cabine "sumiu" ao ser prensada pela carroceria contra a traseira do veículo da frente.

Acidentes na rodovia Castello Branco deixam dois mortos na região de Itapetininga

Equipes de resgate foram acionadas para tirar o motorista das ferragens, mas ele não resistiu aos ferimentos. Duas das três faixas da rodovia precisaram ser interditadas.

Este é o segundo acidente registrado na rodovia nesta terça-feira. No primeiro caso, um caminhoneiro de 48 anos ficou gravemente ferido após ter a cabine do veículo prensada ao bater na traseira de uma carreta no quilômetro 149, em Quadra.

Motorista ficou preso às ferragens em batida na SP-280, em Boituva (Foto: Divulgação/Polícia Militar Rodoviária)


Acidente aconteceu no quilômetro 122 da rodovia Castello Branco (SP-280), em Boituva (Foto: Divulgação/Polícia Militar Rodoviária)

Morre caminhoneiro que ficou prensado em cabine após batida no km 149 da SP 280

Vítima de 48 anos chegou a ser socorrida, mas morreu no hospital de Tatuí. 

Por G1 Itapetininga, editado pelo DT

Acidente aconteceu no quilômetro 149 da rodovia Castello Branco (SP-280), em Quadra (Foto: Arquivo Pessoal)

27/03/2018 - O caminhoneiro Adilson de Arruda Ferreira, de 48 anos, que estava no caminhão que teve a cabine prensada após se envolver em uma batida na rodovia Castello Branco (SP-280), trecho pertencente a Quadra, não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade hospitalar em Tatuí, segundo a Polícia Rodoviária.

Ainda de acordo com a polícia, o acidente aconteceu na manhã desta terça-feira (27), no quilômetro 149 da rodovia sentido capital. O motorista perdeu o controle da direção e bateu na traseira da carreta que seguia em frente.

Acidentes na rodovia Castello Branco deixam dois mortos na região


A vítima chegou a ser socorrida com ferimentos graves e levada ao pronto-socorro de Tatuí, mas não resistiu e morreu assim que chegou na unidade hospitalar. Já o motorista do outro veículo não ficou ferido. As causas do acidente serão investigadas.

Cabine de caminhão fica destruída em batida traseira na SP-280, em Quadra (Foto: Arquivo Pessoal)

Laudo deve apontar se investigação de bebê achado morto será por aborto ou infanticídio, diz delegado

Adolescente de 16 anos disse que jogou bebê em riacho por achar que estava morto; corpo foi encontrado no jardim Thomaz Guedes. Segundo a polícia, exame está sendo feito no IML de São Paulo.

Por Paola Patriarca, G1 Itapetininga, editado pelo DT

Corpo de recém-nascido foi encontrado dentro de um saco de cesta básica em um ribeirão no jardim Tomaz Guedes (Foto: Reprodução/TV TEM)

27/03/2018 -
 A Polícia Civil aguarda o resultado do exame do Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo, que apontará as causas da morte do bebê achado morto dentro de um saco plástico em um ribeirão, no jardim Thomaz Guedes, em Tatuí. O bebê foi encontrado no dia 16 de março.

A mãe, uma adolescente de 16 anos, disse à polícia que deixou o recém-nascido no local por acreditar que ele estaria morto. Ela confessou ao Conselho Tutelar que deu à luz no vaso sanitário do banheiro da casa onde mora e que escondeu a gravidez dos pais.

O delegado da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), Silvano Renosto, explicou ao G1 que um laudo inicial feito pelo Instituto Médico Legal (IML) de Itapetininga não apontou as causas da morte. Por isso, um exame foi solicitado para ser feito no laboratório do Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo.

“Abrimos a investigação para apurar o caso, mas o primeiro laudo foi inconclusivo. Por isso, encaminhamos um material que foi coletado do corpo do bebê para o laboratório de São Paulo para saber se ele já nasceu morto ou se foi morto após nascer”, diz.

Segundo o delegado, dependendo do resultado do laudo, a adolescente pode responder por ato infracional de aborto ou infanticídio.

“Se o exame apontar que a criança morreu antes de nascer, será considerado aborto. No caso, as investigações apontarão se foi natural ou proposital. Já se o bebê foi morto depois, será infanticídio. Tudo vai depender do laudo”, diz.

Ainda segundo o delegado, o resultado deve sair em 30 dias. Além de familiares, amigas próximas devem ser ouvidas pela polícia os próximos dias.

“Assim que tivermos o laudo iremos ouvir novamente a adolescente. Enquanto isso, estamos ouvindo testemunhas e amigas para saber se sabiam se a menor escondia a gravidez e contar o que aconteceu”, ressalta.

Entenda o caso / Segundo a Polícia Civil, o corpo do bebê foi encontrado às margens do ribeirão no jardim Thomaz Guedes, que fica próximo do local onde a adolescente mora com os pais.

Ainda de acordo com a polícia, o caso foi descoberto depois que a jovem passou mal na escola e o diretor acionou o Conselho Tutelar.

Mãe do bebê, uma adolescente, de 16 anos, é suspeita de jogar bebê em riacho em Tatuí (Foto: Reprodução/TV TEM)


Às conselheiras, a menor confessou que deu à luz no vaso sanitário do banheiro da casa onde mora e acreditou que o bebê estava morto, por isso colocou o bebê em um saco plástico e deixou às margens do riacho.

Para a Guarda Civil, a adolescente disse que deixou o bebê no local por acreditar que ele estaria morto, segundo o comandante da Guarda Civil Municipal, Fábio Luciano Leme.

“Ela disse em entrevista ao Conselho que o bebê nasceu na quarta-feira (14), mas só o encontramos ontem (sexta-feira, 18/03)”, explica.

Conselho Tutelar foi acionado após adolescente passar mal em escola de Tatuí (Foto: Thiago Vasconcelos/TV TEM)

Ainda de acordo com o comandante, a adolescente estava assustada com a gravidez e relatou que escondeu a gestação dos pais.

“Como se trata de uma menor, os pais foram acionados e alegaram que não sabiam do fato. A menina escondeu a gravidez durante os nove meses, ninguém sabia que ela estava grávida, a não ser as amigas mais próximas", afirma.

segunda-feira, 26 de março de 2018

Equipe de atletismo de Tatuí conquista pódio em Botucatu

Atletas da Contra Tempo Running/Climm participam de provas em Botucatu no final de semana.

25/03/2018 - Neste domingo, 25/03, o corredor Nato, da equipe tatuiana Contra Tempo Running/Climm, participou da Trail Run Botucatu, da prova na distância de 21 km e conquistou com muito mérito a 3ª colocação.

E uns dos professores da equipe Contra Tempo Running/Climm, Diogo Gil, encarou o desafio da prova Brasil Ride 24h Series de MTB.

A Brasil Ride 24h Series de MTB consiste em uma prova de MTB com duração de 24 horas. A prova pode ser disputada em solo, duplas, quarteto e sexteto. A largada da prova ocorreu ao meio dia de sábado (24/3), no estilo LeMans (largada a pé com as bikes no estacionamento), e a chegada ocorreu ao meio dia de domingo (25/3).

Polícia Civil procura suspeitos de furtarem creches em Tatuí

Crimes foram registrados nas creches municipais do Rosa Garcia e Nelson Fiúza.


Por G1 Itapetininga, editado pelo DT

26/03/2018 - A Polícia Civil procura pelos criminosos que invadiram e furtaram duas creches municipais em Tatuí neste domingo (25).

Segundo a polícia, a primeira ocorrência foi registrada na Creche Municipal Winie Sarli Fitts, no jardim Rosa Garcia.

Uma denúncia anônima informou aos guardas municipais que a creche havia sido furtada durante a madrugada de domingo. Os guardas foram até o local e constataram que os criminosos levaram um televisor, dois notebooks, um aparelho de DVD e dois pen drives.

Já durante o período da noite, criminosos também invadiram a Creche Municipal Arthur Avallone, no Jardim Nelson Fiúza. Funcionários verificaram que os ladrões levaram um notebook e uma caixa de som.

Em nota, a assessoria de imprensa da prefeitura informou que as creches não possuem câmeras de monitoramento, mas que uma licitação para será aberta em 11 de abril para instalação de aparelhos de segurança em todas as creches.

Em Araçatuba, piloto de Tatuí finaliza Rally Poeira com resultado positivo

Após dois dias de disputas acirradas, Edu Piano (Território Motorsport) fecha em 7º entre os UTVs. Rodrigo Luppi termina em 8º na UTV Pró

Piloto de Tatuí terminou a prova em 7o entre os UTVs 
(Nelson Santos Jr/PhotoAction)

25/03/2018 – A equipe de Tatuí, Território Motorsport, participou neste fim de semana do 1º Rally Poeira, em Araçatuba, no noroeste do estado de São Paulo. Válida pela 3ª e 4ª etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja, a prova teve um percurso aproximado de 300 quilômetros, dos quais 228 de trechos cronometrados, divididos em dois dias. Coube aos pilotos Edu Piano #103 e Rodrigo Luppi #133 acelerar seus UTVs (Can-Am Maverick X3) ao longo do piso de terra batida e areia, com erosões, lombas e curvas acentuadas, em meio a plantações de cana-de-açúcar. Após as duas Especiais, Piano fechou a prova na 7ª posição na geral e também na UTV Pró Elite, com 3h07m32s, enquanto Luppi ficou em 8º na UTV Pró (3h20m46s).

Neste domingo, os pilotos fizeram o mesmo percurso do dia anterior, de 114 quilômetros de Especial, e a disputa seguiu acirrada, sobretudo entre os UTVs. Piano fez o 7º tempo do dia, entre os 38 que largaram. “Gostei muito da Especial, no geral foi uma prova boa para acelerar e hoje não tive imprevistos, como ontem quando não me deram passagem”, afirma o piloto de Tatuí que está na segunda temporada de Rally Baja. “Os competidores estão andando forte e as disputas estão boas o que é bem legal e nos instiga a sermos, ainda, mas competitivos”, completa o multicampeão dos ralis, com uma trajetória de quase 25 anos no off-road e diversos títulos.

O crescimento da categoria nos últimos tempos foi um dos motivos pelo qual Luppi escolheu o UTV para competir. O piloto estava longe dos grids, desde 2004, e retornou com vontade de acelerar para fazer a temporada de Rally Baja, assim como provas específicas do Rally Cross Country. “Hoje arrebentou a correia logo no início, no Km3, perdi uns 8 minutos e isto me custou várias posições. Voltei para prova sem me preocupar muito com o resultado, mas sim em completar. Estou, ainda, me adaptando ao veículo, mas cada vez mais gostando dele, agora é pensar na próxima”, explicou o competidor de Vinhedo/SP.

A prova inédita no campeonato contou com um grid de 50 veículos, entre motos, quadris e UTVs. Mais informações sobre os demais resultados no www.rallydapoeira.com.br

Equipe campeã - Com sede em Tatuí, a Território Motorsport é uma das equipes mais tradicionais no grid do Rally dos Sertões e é chefiada por Edu Piano. Durante 12 temporadas (até 2014) a equipe representou o time oficial da Ford Caminhões (Ford Racing Trucks/ Território Motorsport) na competição e conquistou oito títulos. E também, entre 2011 e 2014, foi a equipe oficial da Troller (Troller Racing/Território Motorsport), que sagrou-se bicampeã da prova na Production T2. A partir de 2016, Piano passou a desenvolver e preparar UTVs e já na segunda participação no 25º Rally dos Sertões, em agosto de 2017, a dupla Edu Piano/Solon Mendes finalizou em quatro na geral dos UTVs. Na primeira temporada da qual disputou o Campeonato Brasileiro de Rally Baja, Piano se destacou entre os ponteiros em várias etapas e finalizou 2017 em quatro na UTV Pró. A partir de 2018, a equipe passou também a trabalhar com locações de UTVs, preparados especialmente para ralis.

Mais informações sobre Edu Piano e equipe no site www.territoriomotorsport.com.br, Facebook: @territoriomotorsport e Twitter: @territorio4x4. A equipe Território Motorsport tem apoio da Casa Domingues de Piano.

Resultado Final, após dois dias - 1º Rally Poeira (Araçatuba/SP)

Geral UTVs (10 primeiros) 
1) #102 Rodrigo Varela (1º UTPE), 3h01m54s
2) #113 Cristiano Batista (2º UTPE), 3h02m12s
3) #101 Bruno Varela (3º UTPE), 3h02m56s
4) #103 André Hort (4º UTPE), 3h04m25s
5) #110 Deni do Nascimento (5º UTPE), 3h06m13s 
6) #120 Maurício Rocha (6º UTPE) 3h06m48s
7) #104 Edu Piano, (7º UTPE) 3h07m32s
8) #114 Rodrigo Betti (1º UTVPR) 3h11m55s
9) #135 Erik Donatto (1º UO45) 3h13m25s
10) #106 Valdir do Amaral (2º UO45) 3h13m44s
18) #133 Rodrigo Luppi (8º UTVPR) 3h19m14s

Educação patrimonial é tema de evento em Tatuí


IPHAN - Como ações educativas podem auxiliar na preservação da memória coletiva? Quais são as principais estratégias no trabalho de educação patrimonial? Essas são algumas questões que a roda de conversa Patrimônio Cultural, Cidadania e Educação Patrimonial pretende abordar. Com o objetivo de apresentar as diretrizes de Educação Patrimonial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e fomentar o debate sobre o tema, o evento é realizado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico e Artístico (CONDEPHAT) de Tatuí, em parceria com a Secretaria de Esporte, Cultura, Turismo, Lazer e Juventude da Prefeitura Municipal. 

Além de apresentar os princípios de Educação Patrimonial do Iphan, a roda de conversa busca refletir qual a relação da educação para a mobilização social no campo do patrimônio. A coordenadora de Educação Patrimonial do Iphan, Sônia Rampim, que será a mediadora do encontro, explica que as estratégias educativas são fundamentais para propiciar a interação social entre o poder público e os diversos atores sociais envolvidos e preocupados com a preservação da memória coletiva. 

O encontro, direcionado a professores e gestores culturais do município, também será aberto aos demais interessados. Acontecerá no dia 31 de março no Centro de Artes e Esportes Unificados Fotógrafo Victor Hugo da Costa Pires e será gratuito. As inscrições devem ser feitas no dia do evento.

Serviço:
Roda de conversa Patrimônio Cultural, Cidadania e Educação Patrimonial
Data: 31 de março de 2018, sábado, 9h30 
Local: Centro de Artes e Esportes Unificados Fotógrafo Victor Hugo da Costa Pires, em Tatuí (SP)

domingo, 25 de março de 2018

Nosso Campo ensina receita de um saboroso arroz mineiro servido em Tatuí

Prato é feito com arroz, carne, fruta e queijo. É uma receita que faz o sucesso do almoço da família.

Por Nosso Campo, TV TEM, editado pelo DT

Nosso Campo ensina receita de um saboroso arroz mineiro servido em Tatuí (Foto: TV TEM)

25/03/2018 - A equipe de reportagem do Nosso Campo veio até uma chácara em Tatuí para conferir o arroz mineiro preparado pela Luciane Soster. A combinação de ingredientes garante um prato atraente e saboroso. Vale a pena experimentar.

Nosso Campo ensina receita de um saboroso arroz mineiro servido em Tatuí

Ingredientes

4 xícaras de chá de arroz
1 quilo de costelinha suína fresca (temperada a gosto)
500g de lombo suíno fresco (em pedaços pequenos)
150g de bacon
1 linguiça calabresa
4 bananas da terra (em rodelas)
300g de queijo nozinho
Tiras de queijo coalho
1 pimentão amarelo fatiado
1 cebola roxa em rodelas
Sal e pimenta a gosto

Modo de preparo

Coloque óleo na panela e sele a costelinha já temperada. A Luciane temperou com alho, sal e uma colher de cachaça, e deixou a carne marinando durante meia hora. Reserve.

Na mesma panela, frite o bacon. Espere alguns segundos e coloque a calabresa e a cebola. Uma dica: a cebola não pode ficar muito tempo no fogo para não perder a crocância. Também reserve.

Use a panela para dourar o pimentão. Deixe menos de dois minutos. Sele também as rodelas de banana. Dica: coloque uma a uma e não deixe uma rodela sobre a outra.

Na panela vazia e quente, coloque o lombo com um pouco de sal e pimenta. Quando ele estiver começando a fritar, ponha o arroz. Acrescente a água e espere cozinhar. Evite deixar o arroz sequinho. Adicione o bacon, a calabresa e a cebola. Misture e junte o queijo nozinho. Ele vai começar a derreter.

Monte na travessa. Coloque um pouco de alface ao redor e intercale camadas de arroz, de banana e pimentão. Por cima vão as costelinhas de porco e as tiras de queijo coalho. Leve ao forno para gratinar. Isso leva de 15 a 20 minutos. Bom apetite!

Produção fonográfica na região de Tatuí é referência no Brasil

Único curso gratuito de produção fonográfica é oferecido pela Fatec, em Tatuí. Em Alambari, um estúdio no 'meio do mato' recebe artistas internacionais.

Por G1 Itapetininga, editado pelo DT

Produção fonográfica na região de Itapetininga é referência no Brasil

25/03/2018 - O mercado da produção fonográfica na região está se tornando referência no país, já que o único curso gratuito de formação superior para produtores fonográficos, por exemplo, é oferecido em Tatuí. Além disso, um estúdio no 'meio do mato', localizado em Alambari (SP), recebe mensalmente artistas para gravação de CDs, entre eles internacionais.

O empresário Ivan Antônio conta que foi no curso de produção fonográfica oferecido de graça na Fatec de Tatuí que encontrou uma oportunidade para abrir uma empresa para montagem e reformas em estúdios de todo o Brasil. “Eu trabalho com isolamento e tratamento acústico, que é uma das disciplinas ensinadas no curso. Foi nele que vi um viés para atuar no mercado, que não tem muitos profissionais”, afirma.

De acordo com o coordenador Luiz Antônio Galhego, o curso começou em 2010 e atrai interessados de vários estados. “No curso você estuda desde a seleção do repertório, a arte, a mídia usada, como será trabalhada esta mídia, a gravação, captação de som, pós-produção de edição, mixagem até o após do trabalho lançado, que é a parte de eventos, produção de shows, marketing e direito fonográfico”, explica.

Fatec em Tatuí oferece primeiro curso gratuito de produção fonográfica (Foto: Reprodução/TV TEM)

E o mercado de produção fonográfica na região também se destaca com os estúdios. Em Alambari, por exemplo, um estúdio criado junto à natureza, em uma fazenda, recebe artistas do mundo inteiro.

O músico e proprietário Rafael Altério conta que de lá já saíram vários álbuns de artistas renomados, como Ivan Lins, Maria Gadu, Zeca Baleiro, entre outros. "Deveriam existir mais estúdios com esse formato, porque parece que a música sai mais elaborada, pois você não tem outro pensamento a não ser o projeto que você está fazendo”, conta.

Estúdio em Alambari fica no 'meio do mato' (Foto: Reprodução/TV TEM)

A cantora cubana Eme Afonso aprova esse novo formato e veio para o Brasil gravar seu novo álbum. “Não imaginei que seria esse paraíso. Estou há três dias aqui e tem sido maravilhoso. Tenho passado lindos momentos e o estúdio tem uma energia preciosa”, afirma.

Rafael Altério conta que artistas como Ivan Lins e Maria Gadu já gravaram em seu estúdio (Foto: Reprodução/TV TEM)


Artistas internacionais vêm para estúdio em Alambari para gravar (Foto: Reprodução/TV TEM)

Compositor Zéli Silva faz show em Tatuí no dia 5 de abril

INCORPORATIVA – Tatuí recebe show “Agora é Sempre”, no dia 5 de abril, no Teatro Procópio Ferreira, no Conservatório de Tatuí, referência de estudos musicais no Brasil. Espetáculo, com apoio do Proac - Programa de Ação Cultural, tem entrada gratuita ...

A turnê do show do 5º CD autoral “Agora é Sempre”, do compositor, baixista, arranjador e professor Zéli Silva passa por Tatuí (SP) no próximo dia 05 de abril (quinta-feira), às 20 horas, no Teatro Procópio Ferreira, no Conservatório de Tatuí (Rua São Bento, 415 – Centro), referência de estudos musicais no Brasil. Este show conta com a participação da cantora Ana Luiza, além do Quinteto que acompanha o artista na turnê. No mesmo dia, às 17h, o projeto oferece também uma oficina de composição, arranjos e performance, ministradas por Zéli Silva e seu quinteto. A entrada é gratuita no show e na oficina. 

O espetáculo apresenta o último CD do artista lançado em junho de 2016. O trabalho, reconhecido pela crítica musical como um dos 40 melhores do ano de 2016, reúne 12 canções e mais duas faixas instrumentais. O repertório de Agora é Sempre traz parcerias do contrabaixista Zéli Silva com renomados letristas como Luís Felipe Gama, Arnaldo Antunes, Simone Guimarães, Taciana Barros e Fi Moreau. Zéli assina duas letras no CD. Dois arranjos de clássicos brasileiros completam o repertório: um de Jacob do Bandolim (Receita de Samba) e outro de Baden Powell / Vinícius de Moraes (Consolação). Este trabalho de Zéli Silva denota influências da canção brasileira contemporânea e de artistas como Milton Nascimento, Guinga, Tom Jobim, Chico Buarque, Hermeto Pascoal, entre outros. 

Ao todo, quatro cidades do Estado de São Paulo já receberam a programação cultural: Mogi das Cruzes, São Carlos, Araras e São Paulo. O projeto tem apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura e o ProAC - Programa de Ação Cultural. A agenda dos shows de Zéli Silva está prevista até o final de março – sempre acompanhado por seu Quinteto, formado por Edu Ribeiro (bateria), Débora Gurgel (piano), Vitor Alcântara (sax) e Fernando Corrêa (guitarra e violão). Os shows tiveram a participação das cantoras Vanessa Moreno & Ana Luiza - que interpretaram as canções do disco e se revezaram nas apresentações - e Arismar do Espírito Santo, que participou do show em São Paulo, capital. 

OFICINAS - No encontro, os músicos demonstrarão trechos musicais em diferentes ritmos e gêneros, com exemplos práticos, possibilitando aos participantes a vivência e debate sobre o repertório do CD. A atividade acontece às 17 horas, no mesmo local do show, e será voltada para crianças da rede municipal e estadual de ensino, para estudantes de música e demais interessados. A participação é gratuita e não há necessidade de inscrições prévias. 

Sobre o artista  / Conhecido como Zéli Silva - José Ricardo de Barros e Silva é formado em Composição e Regência pela Faculdade Santa Marcelina e tem especialização em Metodologia do Ensino Superior. Estudou Arranjo com Roberto Sion e Cláudio Leal Ferreira e contrabaixo com Acelino Mathias e John Clayton Jr. É professor de baixo elétrico, prática de grupo e harmonia no bacharelado em Instrumento e Canto na Faculdade Santa Marcelina. 

Além do CD Agora é Sempre, possui mais quatro discos autorais, entre eles, UNA (2014 – independente) que contou com as participações especiais de artistas como João Donato, Arismar do Espírito Santo, Léa Freire, Lulinha Alencar, entre outros; Duo (2010 – independente) com Vitor Alcântara; Em Movimento (2006 – Maritaca) e Voando Baixo (2002 – Lua Discos), todos bastante elogiados pela crítica especializada. 

Como baixista já trabalhou com Badi Assad, Osvaldinho do Acordeon, Rosa Passos, Arismar do Espírito Santo, Leni Andrade, Letícia Sabatella, Virgínia Rosa, Chico Pinheiro, Ana Luiza e Luís Felipe Gama, Nuno Mindelis, Chico Saraiva, Hector Costita, entre outros. Participou de diversos projetos com a Banda Sinfônica Jovem como músico convidado e tocou na Ópera Brasil 500 anos de Millôr Fernandes. Participou ainda em 1993 do Jazz Workshop em Banff- Canadá, tocando também com Chucho Valdez, Don Tompson, Hugh Fraser, Kenny Weeler, Robin Eubanks e Pat La Barbera. 

Integrou o grupo de música instrumental brasileira Terra Brasil, com o qual se apresentou em casas e festivais nacionais e internacionais de jazz. O grupo tem cinco CDs gravados, entre eles Atlântico, indicado ao Grammy Latino em 2003. Conheça os discos em www.zelibass.com. 

Links do artista: 

CD: http://zelibass.com/agora-e-sempre/ 
Show Instrumental SESC Brasil: https://www.youtube.com/watch?v=PPeE-GLFu48 
Vídeos música do CD: 
https://www.youtube.com/watch?v=MHHVox8QiMQ 
https://www.youtube.com/watch?v=sGlRVJiMoz8 
https://www.youtube.com/watch?v=sN9IbEYIzKU 

SERVIÇO 

SHOW AGORA É SEMPRE – ZÉLI SILVA 
TATUÍ 
Dia: 05/04/2018 
Horário: 20 horas 
Local: Teatro do Conservatório - Rua São Bento, 415 - Centro 
Informações: (15) 3205-8444 
Ingressos Gratuitos 

Conservatório de Tatuí realiza recital “Harpeando” na próxima terça-feira

Apresentação de alunos do curso de Harpa será na próxima terça-feira, dia 27, às 19h00, com entrada gratuita


Alunos do curso de Harpa do Conservatório de Tatuí apresentam nesta terça-feira, dia 27, o recital “Harpeando”. O evento será às 19h00, no Salão Villa-Lobos, com entrada gratuita.

A estudante Bárbara Escaranaro abrirá o recital com a música “Processional” da compositora Linda Wood. Em seguida, Jonas Lopes interpretará “Moonlight” de Susan McDonald. A aluna Rafaela Peres, acompanhada da violoncelista Gabriela Peres, tocará duas peças: “The See-saw”, de Marcel Grandjany, e “Ah! Vous Dirai-je Maman”, do consagrado compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart.

O programa segue com “Absidioles” de Bernard Andrés e “Burgalesa”, de Federico Moreno Torroba, com arranjo e interpretação de Diego Santos. A harpista Mariúcha Delci apresentará “Trois Pièces Faciles” de Marcel Grandjany: “Nocturne”, “Rouet” e “Barcarolle”. Logo depois, Nicolli Camargo executará “Sonatina nº 1”, de Jan Ladislav Düsseldorf, e Brenda Olivieri tocará “Prelude nº 7, opus 12” de Sergei Prokofiev. A harpista Giovana Martins encerrará o recital com “Sarabande e Toccata” de Nino Rota. 

O curso de Harpa Sinfônica integra as atividades da Área de Piano do Conservatório de Tatuí, coordenada pela professora Cristiane Bloes. Tem duração de 16 semestres e prepara o aluno tanto para apresentações individuais como para participar de cameratas e orquestras.

Apoio cultural – O Conservatório de Tatuí tem apoio cultural de CCR SPVias e Coop.

SERVIÇO
Recital “Harpeando”
Alunos do curso de Harpa do Conservatório de Tatuí
Cristiane Bloes, coordenação
Data: 27 de março, terça-feira
Horário: 19h00
Local: Salão Villa-Lobos
Rua São Bento, 415, Centro, Tatuí/SP
Entrada gratuita

sábado, 24 de março de 2018

Azymuth | Partido Alto (José Roberto Bertrami) | Instrumental SESC Brasil



Partido Alto, música do tatuiano José Roberto Bertrami, mundialmente conhecida pela interpretação de Airton Moreira e Flora Purin. O trio brasileiro Azymuth, que soma 40 anos de estrada, participou de movimentos como o soul nacional (ao lado do Trio Ternura, Tony Tornado, Tim Maia, Hyldon) e o rock brasileiro dos anos 70 (com Raul Seixas, Rita Lee e Erasmo Carlos). O grupo tem sua sonoridade calcada em teclados antigos e batidas que unem soul, jazz, samba e rock, e já participou de gravações em estúdios com diversos cantores e orquestras. Formação: José Roberto Bertrami - piano e teclado; Alex Malheiros - baixo elétrico; e Ivan Conti (Mamão) - bateria. Gênero: Jazz. Show que ocorreu no Teatro Anchieta do Sesc Consolação dia 09/04/2012.

Rally da Poeira: Rodrigo Luppi (Território Motorsport) fecha o sábado em 2º na UTV Pró

Piloto de Tatuí, Edu Piano termina o primeiro dia de disputa com o 8º tempo da geral dos UTVs. 
Piloto de Vinhedo, Luppi aprovou o percurso de muitas lombas e curtas 
(Doni Castilho/DFotos)

24/03/2018 – Alta velocidade, curvas de nível, lombas, poeira em meio a plantações de cana-de-açúcar, este foi o cenário do primeiro dia de disputas do Rally Poeira, ocorrido neste sábado (24), em Araçatuba, no interior paulista. Os dois pilotos da Território Motorsport completaram o trecho cronometrado de 114 quilômetros entre os 10 mais rápidos da geral (são 38 UTVs na disputa). Edu Piano #104 fechou na 8a posição com 1h35m15s (8o UTV Pró-Elite), enquanto Rodrigo Luppi # 133 ficou em 10º com 1h36m48s (2o UTV Pró). A prova é válida pelas 3a e 4a etapas do Campeonato Brasileiro de Rally Baja.

As disputas foram acirradas, tanto que os oito primeiros foram pilotos da UTV Pró Elite, a categoria mais competitiva do campeonato. “Foi uma Especial muito boa com piso de terra batida e não fosse eu ficar na poeira de dois competidores que não me deram passagem por quase 60 quilômetros, o resultado teria sido melhor. Mas amanhã tem mais e vou tentar tirar essa diferença”, explicou Piano, que pilota um Can-Am Maverick X3 e, nesta temporada compete pela UTV Pró Elite.

Luppi ficou apenas 8 segundos atrás do primeiro colocado da UTV Pró e aprovou a Especial. “Especial bem rápida, com várias curvas acentuadas, muita poeira e em meio a cana alta, qualquer vacilo iria custar caro. Mas no geral me agradou muito. Agora, amanhã vou tentar baixar o tempo e quem sabe buscar mais um pódio”, conta o piloto de Vinhedo/SP, que está retornando ao grid, depois de vários anos afastado das competições

No domingo, segundo dia do certame, a largada será mais cedo, a partir das 8 horas do parque de apoio. Os competidores de motos, quadriciclos e TVs vão percorrer o mesmo trecho cronometrado de 114 quilômetros. No total a prova terá 300 quilômetros, entre Especial e deslocamentos. O parque de apoio do 1º Rally da Poeira está localizado no Recinto Exposições Clibas de Almeida Prado. Mais informações sobre a prova no www.rallydapoeira.com.br.

Equipe campeã- Com sede em Tatuí (SP), a Território Motorsport é uma das equipes mais tradicionais no grid do Rally dos Sertões e é chefiada por Edu Piano. Durante 12 temporadas (até 2014) a equipe representou o time oficial da Ford Caminhões (Ford Racing Trucks/ Território Motorsport) na competição e conquistou oito títulos. E também, entre 2011 e 2014, foi a equipe oficial da Troller (Troller Racing/Território Motorsport), que sagrou-se bicampeã da prova na Production T2. A partir de 2016, Piano passou a desenvolver e preparar UTVs e já na segunda participação no 25º Rally dos Sertões, em agosto de 2017, a dupla Edu Piano/Solon Mendes finalizou em quatro na geral dos UTVs. Na primeira temporada da qual disputou o Campeonato Brasileiro de Rally Baja, Piano se destacou entre os ponteiros em várias etapas e finalizou 2017 em quatro na UTV Pró. A partir de 2018, a equipe passou também a trabalhar com locações de UTVs, preparados especialmente para ralis. Mais informações sobre Edu Piano e equipe no site www.territoriomotorsport.com.br, Facebook: @territoriomotorsport e Twitter: @territorio4x4. A equipe Território Motorsport tem apoio da Casa Domingues de Piano.

Resultado Rally Poeira (Araçatuba/SP)
Geral UTVs (10 primeiros) – Sábado 24/3

1) 102 Rodrigo Varela (1)UTPE, 1h32m19s
2) 105 Guilherme Cysne (2)Utpe, 1h33m09s
3) 103 André Hort (3)UTPE, 1h33m09s
4) 101 Bruno Varela (4)UTPE, 1h33m10s
5) 113 Cristiano Batista (5)UTPE, 1h33m16s
6) 110 Deni do Nascimento (6) UTPE 1h34m49s
7) 120 Maurício Rocha (7) UTPE 1h35m07s
8) 104 Edu Piano, (8) UTPE 1h35m15s
9) 114 Rodrigo Betti (1) UTV Pró 1h36m40s
10) Rodrigo Luppi, (2) UTV Pró 01:36:48

Programação 1º Rally da Poeira (Araçatuba/SP)
Domingo, 25 de março
8h00 – Largada do parque de apoio em comboio 
9h00 – Largada (DI- 9,64km / TE 114,06km / DF-29,50Km – Abastecimento no Km 60)
15h00 – Premiação

Jovem é preso suspeito de agredir a própria mãe no bairro Tanquinho

Vítima foi atendida e está bem.


Por G1 Itapetininga, editado pelo DT

24/03/2018 - Um jovem de 22 anos foi preso suspeito de agredir a própria mãe, de 40 anos, na noite desta sexta-feira (23), no bairro do Tanquinho, em Tatuí. A vítima foi atendida e passa bem.

Segundo a Polícia Militar, a equipe foi acionada pela vítima informando que seu filho a havia agredido e fugido em seguida.

Em buscas pelo bairro, o suspeito foi localizado. Indagado, ele confessou o crime e foi levado à delegacia da cidade. Ele ainda contou que recentemente havia furtado uma relojoaria na cidade.

Ainda segundo a polícia, ao chegar à delegacia, o suspeito ficou agressivo e, mesmo algemado, chegou a chutar os móveis. Por conta disto, ele foi autuado por violência doméstica e desacato. Ele permanece na delegacia à disposição da Justiça.

Edson Lopes interpreta Mañanitas Mexicanas & Mañanitas Tapatias (Anonymous)

Gestão Empresarial FATEC-TATUÍ

sexta-feira, 23 de março de 2018

Veja as vagas de emprego do PAT de Tatuí

O atendimento ao público no PAT é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.


O Posto de Atendimento ao Trabalhador de Tatuí (PAT) tem vagas de emprego. São elas: 
  • auxiliar administrativo bilíngue, com experiência em vendas (uma vaga); 
  • engenheiro ambiental, com curso Superior na área e experiência na função (uma vaga); 
  • supervisor de vendas, com experiência em vendas (uma vaga); 
  • vendedores para o comércio varejista, com experiência em vendas externas, possuir carro ou moto (cinco vagas); 
  • consultor de vendas, com experiência em vendas (uma vaga); 
  • arte finalista, com experiência na função (uma vaga); 
  • pizzaiolo, com experiência comprovada na função (uma vaga); 
  • mecânico de ar condicionado de veículos, com experiência comprovada na função (uma vaga); 
  • operador de telemarketing, com experiência na função (uma vaga); 
  • mecânico de motores a diesel, com experiência na função (uma vaga); 
  • farmacêutico, com experiência na função (uma vaga); 
  • eletricista automotivo, com experiência na função (uma vaga).
Vale lembrar que a validade das vagas está condicionada ao fluxo de pessoas no PAT, que pode ocasionar alterações a qualquer momento.

O PAT é um órgão da Secretaria de Trabalho e Desenvolvimento Social. O atendimento ao público é feito de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na Rua Adauto Pereira, nº 352, na Vila Minghini. Mais informações pelo telefone: (15) 3251-4766.

Tatuí participará da final estadual dos Jogos Regionais do Idoso

Coreografia foi medalha de prata no JORI 2018, disputado em Itapeva. A final estadual acontece em Praia Grande.


Entre os dias 24 e 29 de março Tatuí participará da final estadual da 22ª edição dos Jogos Regionais do Idoso (JORI), em Praia Grande, litoral paulista. Os atletas que estarão participando fazem parte do Projeto Envelhecer com Qualidade de Vida do Fundo Social de Solidariedade de Tatuí (FUSSTAT) e do Departamento de Esportes da Prefeitura de Tatuí.

Para garantir a participação nessa fase final estadual, os atletas tatuianos obtiveram 85,5 pontos totais na fase anterior, em Itapeva. Eles conquistaram o terceiro lugar na classificação geral do JORI, com 8 medalhas de ouro, 7 medalhas de prata e 1 medalha de bronze. Em primeiro lugar ficou Jundiaí e em segundo Sorocaba.

Das 14 modalidades presentes na competição em Praia Grande, Tatuí terá representantes em nove delas: Atletismo feminino; Bocha masculino; Buraco feminino; Damas masculino; Coreografia feminino; Natação masculino; Tênis feminino; Tênis de Mesa masculino e Xadrez feminino.

Uma das grandes promessas de Tatuí será a equipe de Coreografia, que na fase anterior conquistou a medalha de prata, com o tema “Amazônia de todos nós”, cujos ensaios foram coordenados pela professora Mina Garcia, com apoio dos professores Ane Frutuoso e José Mesquita dos Santos.

A cerimônia de abertura vai ocorrer no domingo (25/03), a partir das 13h, no Ginásio de Esportes Falcão e contará com a presença da presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo e primeira-dama do Estado, Lu Alckmin, e do secretário estadual de Esporte, Lazer e Juventude, Paulo Gustavo Maiurino, além de outras autoridades e representantes dos municípios. Durante a abertura serão realizados desfiles com todas as cidades, acendimento da pira olímpica e juramento dos atletas.

A programação completa da final do JORI, com as datas, os locais e os horários das disputas estão disponíveis no site: www.praiagrande.sp.gov.br.

Palestra sobre Ostomia acontece na manhã deste sábado na Câmara Municipal

A palestra abordará o que é a Ostomia, como é colocada a bolsa e os cuidados que se deve ter com ela.


Neste sábado (24/03), às 9h30, no auditório da Câmara Municipal de Tatuí, acontecerá uma palestra gratuita sobre Ostomia, organizada por Gabriela Ribeiro, com o apoio da  Secretaria da Saúde.

A palestra é voltada para os pacientes, suas famílias e alunos de enfermagem que quiserem participar. Ministrada pela enfermeira Adriana C. Flócco, ela abordará o que é a Ostomia, como é colocada a bolsa, os cuidados que se deve ter com ela, a alimentação adequada que o paciente deve ter, além de quais as doenças e as causas que levam à necessidade de ser feita a ostomia, bem como o esclarecimento de possíveis dúvidas sobre o assunto.

Gabriela Ribeiro, que está organizando o evento, tem 21 anos e é portadora da doença PAF (Polineuropatia Amiloidótica Familiar), uma doença hereditária rara e degenerativa, e Pólipos Juvenil, que causaram a retirada de seu intestino grosso, o que a levou a passar pelo processo de Ostomia. “Eu resolvi realizar essa palestra devido à dificuldade que eu tive com informações sobre a doença e a colocação da bolsa. Aqui em Tatuí não há reuniões ou grupos de auxílio a pacientes e suas famílias. Por isso, decidi me mobilizar para ajudar a mim e a essas pessoas”, contou Gabriela.

Ostomia - É o processo cirúrgico do aparelho digestivo ou urinário, que consiste na criação de um canal, chamado Ostoma, que irá desviar o conteúdo de uma cavidade natural do corpo (como o tubo digestivo ou urinário) para o meio externo por meio de uma bolsa coletora, por onde irá ocorrer a eliminação de fezes ou urina. O tempo de permanência da Ostomia é variável, podendo ser permanente ou temporária.

O procedimento é indicado em casos de congestionamento, compressão ou obstrução que prejudique a excreção de fezes ou urina, causando risco de rompimento do órgão armazenador (intestino ou bexiga urinária) e/ ou infecção abdominal grave.

Muitas doenças podem desencadear a necessidade de uma Ostomia tais como: câncer de intestino, reto ou bexiga, perfurações acidentais no abdômen, compressão tumoral, doença intestinal inflamatória (IBD), obstrução intestinal, infecção, entre outras disfunções.

Cia Estável de Teatro apresenta o espetáculo Patética neste sábado, no CEU das Artes


A cidade de Tatuí recebe o espetáculo Patética, montagem da Cia Estável de Teatro, neste sábado, dia 24, às 19h, no Céu das Artes. A apresentação integra o projeto contemplado pelo Proac de circulação de Artes Cênicas Para Rua. Os ingressos são gratuitos.

Patética reflete sobre as circunstâncias e o assassinato do jornalista e dramaturgo Vladimir Herzog (1937-1975), morto nos porões do DOI-Codi (Destacamento de Operações de Informações/Centro de Operações de Defesa Interna), em outubro de 1975. O texto foi escrito um ano depois do seu falecimento, por seu cunhado e, também dramaturgo, João Ribeiro Chaves Neto.

Com direção de Nei Gomes, a montagem usa o metateatro para mostrar uma trupe de artistas circenses que apresenta pela primeira e última vez a história da personagem Glauco Horowitz. A peça conta a vida de Herzog desde a imigração dos pais para o Brasil, passando pela militância, prisão, depoimentos no DOI-Codi, até a morte e a luta da família para provar que ele não cometeu suicídio, mas foi assassinado. Ao discutir a censura, a própria peça é proibida e o circo é fechado.

Patética converge com a pesquisa estética e o posicionamento politico do grupo, desde as relações do modo de organização circense até os processos vivenciados pela modificação do espaço urbano ocasionados por interesses políticos. “Essa circulação tem o objetivo de ‘sentar praça’ e pensar a história do país por meio do encontro com diferentes públicos usando o circo como metáfora, assim como em outros trabalhos do repertório do grupo”, fala o diretor Nei Gomes.

Desde 2005 a Cia Estável de Teatro realiza residência artística numa casa de acolhida temporária para 1.500 homens em situação de rua, o Arsenal da Esperança, localizado na Zona Leste de São Paulo. Uma das bases de sua criação é a relação com o entorno, estabelecendo um ambiente vivo e de troca para criação artística com os espaços e a população onde está inserida.

Os acolhidos da casa participaram ativamente do processo de criação do grupo, acompanhando ensaios, assistindo a chegada de cada elemento novo na produção, vendo o “circo sem teto” se erguer dia a dia. A realidade nômade e precária desses homens se aproxima ao circo de pano de roda de Patética. O Arsenal da Esperança então é o ponto de partida para a circulação proposta e as apresentações são abertas aos acolhidos e ao público em geral.

Marco na história / Na noite do dia 24 de outubro de 1975, o jornalista apresentou-se na sede do DOI-Codi, em São Paulo, para prestar esclarecimentos sobre suas ligações com o PCB (Partido Comunista Brasileiro). No dia seguinte, foi morto aos 38 anos. Segundo a versão oficial, ele teria se enforcado com o cinto do macacão de presidiário. Porém, de acordo com os testemunhos de jornalistas presos na mesma época, Vladimir foi assassinado sob torturas. A morte de Herzog foi um marco na ditadura militar (1964-1985). O triste episódio paralisou as redações de todos os jornais, rádios, televisões e revistas de São Paulo. 

Além de se constituir numa denúncia da tortura no Brasil, a peça dialoga com questões estéticas da dramaturgia contemporânea. Teve uma trajetória conturbada durante a ditadura militar: o texto foi premiado, a premiação foi suspensa, foi confiscado, depois vetado, só liberado em 1979, e não pôde usufruir dos prêmios (do valor em dinheiro, da montagem do espetáculo nem da publicação do texto).

Patética, da Cia Estável estreou em junho de 2017 no Teatro Flávio Império. Depois cumpriu duas temporadas no Arsenal da Esperança e na Oficina Cultural Oswald de Andrade, integrou a programação da Mostra da EAC em Santos e a Mostra de Teatro de Fortaleza.

Sobre a Cia Estável de Teatro / Com 15 anos de trajetória o grupo formado na escola de teatro da Fundação das Artes de São Caetano do Sul foi contemplado em 6 edições da Lei de Fomento ao Teatro para a cidade de São Paulo. O coletivo tem como premissa de sua pesquisa a criação em conjunto com a comunidade onde está inserida. O primeiro projeto do grupo foi o Amigos da Multidão, realizado no teatro distrital Flávio Império, em Cangaíba, zona leste de SP, onde, por intermédio do edital de Ocupação dos Teatros Distritais em 2001, desenvolveu uma programação diária com oficinas, espetáculos artísticos, saraus e apresentações de peças de seu próprio repertório.

Dentre elas, o espetáculo Incrível Viagem, de Doc Comparato e direção de Renata Zanetha, que também foi apresentado no projeto Formação de Público da Secretaria Municipal de Cultura. Foram montados também os espetáculos Flávio Império, Uma Celebração da Vida, de Reinaldo Maia e direção de Renata Zanetha, e Quem Casa, Quer Casa, de Martins Penna, com direção de Nei Gomes.

Com O Auto do Circo (2004) de Luis Alberto de Abreu e direção de Renata Zhaneta, participaram do Festival de Teatro de Curitiba e Janeiro da Comédia, em São José do Rio Preto. A partir de 2006, a Cia. Estável de Teatro passou a fazer residência artística no Arsenal da Esperança, casa de acolhida que abriga 1.200 homens em situação de rua localizada ao lado do Museu do Imigrante, no bairro do Brás. Dentro do espaço, uma lona de circo foi armada servindo de picadeiro e lugar de convivência dos acolhidos.

No espetáculo Homem Cavalo & Sociedade Anônina, de 2008, o grupo aprofunda a pesquisa nas relações entre o modo de produção capitalista e a exploração do trabalho. Em 2009, o espetáculo foi convidado a participar do Festival Flaskô Fábrica de Cultura, do encontro estadual do MST em Itapeva, na Escola Nacional Florestan Fernandes e participa 5 Mostra de Teatro de Rua Lino Rojas.

Em 2011, o grupo comemorou 10 anos com uma mostra de seu repertório. Também lançou o livro Das Margens e Bordas – Relatos de Interlocução Teatral Cia Estável 10 Anos. Nele estão textos críticos produzidos por integrantes do grupo e colaboradores, o roteiro do espetáculo Homem Cavalo & Sociedade Anônina e extenso material iconográfico. 

Em 2013 estreia A Exceção e a Regra, de Bertolt Brecht, com direção de Renata Zhaneta. A peça é apresentada dentro do Arsenal Da Esperança e circula por ruas e praças da cidade de São Paulo, participando da VII Mostra De Teatro De São Miguel Paulista, da I Mostra Pela Paz, da III Feira Teatro De Rua Em Sorocaba E Votorantim, do Festival De 10 Anos Da Flaskô e da Mostra De Teatro De Rua e De Floresta, no Acre, durante encontro da Rede Brasileira de Teatro de Rua.

Ficha técnica: Criação: Companhia Estável de Teatro. Texto: João Ribeiro Chaves Neto. Direção: Nei Gomes. Adaptação da Dramaturgia: Companhia Estável de Teatro. Atuação: Juliana Liegel, Kátia Lazarini, Maria Carolina Dressler, Miriele Alvarenga, Osvaldo Pinheiro e Paula Cortezia. Produção: Flávia Morena, Maria Carolina Dressler e Nei Gomes. Direção Musical: Reinaldo Sanches. Músicos: Agatha Gabriela, Rayra Naciel e Simone Ferreira. Letras/Músicas: Companhia Estável e Reinaldo Sanches. Provocadores do Processo: Melodrama Circense: Estudo Teórico: Ermínia Silva. Melodrama Circense: Prática de Interpretação: Renata Zhaneta. Treino do Sistema Stanislavski: Celso Frateschi. Estudos Teóricos sobre processos migratórios: Terezinha Ferrari. Estudos Teóricos sobre os processos históricos da Ditadura Militar: Amelinha Teles, Criméia Alice Schmidt de Almeida e Emilio Ivo. Convidados para debate Confrontando 1980 e 2016: Celso Nunes e Regina Braga. Prática de Palhaço: Daniela Biancardi. Preparação de Voz: Rani Guerra. Preparação Corporal: Ana Perche e Carlos Sugawara. Maquiagem: Ana Luiza Icó. Iluminação: Erike Busoni. Figurinos: Marcela Donato. Assistente de Figurinos: Marita Prado. Cenografia: Luis Rossi. Vídeo Projeção: Luiz Cruz. Operação Técnica: Amanda Tolentino de Araujo, Evas Carretero, Juninho Batucada e Priscila Chagas. Operação de Luz: Diego FF Soares. Estagiária: Iraci Santos. Fotos, Registro Audiovisual, Mídias Sociais e Produção visual: Jonatas Marques. Assessoria de Imprensa: Adriana Balsanelli. Poema Pangéia: Juliana Liegel. Orientação de Dança: Nuish Bella Luna. Orientação de Bambolê: Marina Leonel e Luana Albeniz da Cruz.

Serviço:
Espetáculo PATÉTICA
Dias 24 de março – Sábado, às 19h.
Duração: 80 minutos. Classificação etária: 10 anos. Ingressos: Grátis.
Local: Céu das Artes - R. Cândido José de Oliveira, 475 – Tatuí. Capacidade: 100 lugares.