Boletim de informações COVID-19 n° 35 Tatuí, 01 de abril de 2020 - 16h

73
NOTIFICAÇÕES
60
SUSPEITOS
7
DESCARTADOS
6
CONFIRMADOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sábado, 6 de março de 2010

Incubadora de Empresas de Tatuí divulga propostas aprovadas



Comitê Gestor da Incubadora de Empresas de Tatuí divulga propostas aprovadas
Na terça-feira (2), no Paço Municipal, o Conselho Gestor da Incubadora de Empresas de Tatuí divulgou a relação das propostas aprovadas na primeira seleção de empresas a serem incubadas. Participaram da reunião, além dos interessados, representantes da Secretaria Municipal de Planejamento Estratégico e Desenvolvimento Econômico e Habitacional, FATEC (Faculdade de Tecnologia) e Sebrae-SP.
Conforme relatou o secretário de Planejamento Estratégico e Desenvolvimento Econômico e Habitacional de Tatuí, Sergio Galvão, um total de dez propostas foram apresentadas. Foram selecionadas quatro para serem “incubadas” e duas para serem “agregadas”.
As propostas aprovadas e que serão “incubadas” ou “residentes” são de: Oswaldo Luiz de Souza (“Telefonia IP”), José Carlos Cruz Júnior (“Lousa Digital”), Odair de Almeida Ferreira (“Software - Jogos de Empresas”) e Audie Trabachini (“Tecnologia na Área de Agronegócio”). Os chamados “agregados” ou “pré-residentes” à incubadora são: Frank Roberval Glauzer (“Importação de componentes eletrônicos para produtos de segurança”) e Jorge Sidnei Rodrigues da Costa (“Gestão Empresarial e Consultoria”).
A Incubadora de Empresas de Tatuí visa oferecer apoio às micro e pequenas empresas, com suporte logístico, gerencial e tecnológico, além de espaço físico. Ela foi implantada pela Prefeitura de Tatuí, através da Secretaria de Planejamento Estratégico e Desenvolvimento Econômico e Habitacional (Seplan), em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e a Fatec (Faculdade de Tecnologia). A Incubadora de Empresas funcionará na Rodovia Mário Batista Mori, nº 971, Jardim Aeroporto, imóvel onde está localizada a Fatec.
            As propostas selecionadas para o projeto poderão permanecer incubadas por um período de dois anos, sendo admitida prorrogação por seis meses, mediante aprovação do conselho gestor. O período máximo de incubação, contando com a prorrogação, será de três anos.
           A incubadora suportará até seis empresas na modalidade residente, ou seja, instaladas no espaço do Jardim Aeroporto, e outras seis empresas nas modalidades pré-residentes ou associadas. A capacidade máxima de empresas residentes deve ser atingida no período de seis meses a um ano.
            O próximo passo será a participação dos gestores das propostas aprovadas em cursos do Sebrae-SP e, muito provavelmente, do Seminário Empretec, que deverá acontecer em abril. Eles devem elaborar seus planos de negócios próprios e adquirir conhecimentos para que sejam efetivados no espaço físico oferecido pela Incubadora de Empresas de Tatuí.


Portal da Prefeitura de Tatuí 
Departamento de Comunicação
Em caso de dúvidas ligue para (15) 3259.8424
comunicacao@tatui.sp.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário