Nosso Jornal Online

Tatuí, 


quinta-feira, 26 de julho de 2018

FGV DAPP lança Sala de Democracia Digital para monitorar debate público nas Eleições 2018

Acompanhamento nas redes terá hotsite — em português e inglês — e o aplicativo #observa2018


A Diretoria de Análise de Políticas Públicas da Fundação Getúlio Vargas (FGV DAPP) acabar de lançar a "Sala de Democracia Digital - #observa2018". O projeto pioneiro tem como objetivo monitorar as discussões na web, ao longo do processo eleitoral, para identificar ações, intervenções e ameaças que tenham o propósito de manipular o debate público.

"Esse esforço de pesquisa visa alertar que não estamos imunes à disseminação de informações falsas nas eleições de 2018 e que devemos nos preocupar em tentar entender, filtrar e denunciar o uso das fake news. O crescimento da ação orquestrada de robôs representa, portanto, uma ameaça real às eleições. Representando riscos, no limite, à democracia, ao manipular o processo de formação de consensos na esfera pública e de seleção de representantes e agendas de governo que podem definir o futuro do país", afirma o diretor da FGV DAPP, Marco Aurélio Ruediger.

A iniciativa será promovida, em paralelo, por uma estratégia de comunicação participativa, com um hotsite — em português e inglês — e um aplicativo #observa2018. Todo material será feito através da coleta de informações e de dados de redes sociais, como Twitter, Facebook, Youtube, para analisar o que as pessoas estão comentando sobre políticas públicas, os presidenciáveis e os principais atores políticos.

Todo o material produzido pela FGV DAPP será publicado no site da sala. O acompanhamento e a análise dos pesquisadores serão diários e uma vez por semana haverá o estudo consolidado do período.

"No portal ou no aplicativo, será possível acompanhar diariamente, com o Monitor de Bots, a frequência e o volume de robôs. Vamos verificar a tendência de aumento e de queda desses perfis automatizados por tema da agenda pública. Temos também o grafo de interações que mostra como os brasileiros têm se manifestado na rede. Há ainda uma linha do tempo que vai contar a história da eleição a partir dos marcos temporais e das nossas análises", destaca o pesquisador da FGV DAPP, Amaro Grassi.

O projeto da FGV DAPP tem com parceiros o Atlantic Council; o National Democratic Institute (NDI); a Omidyar Network; o Visualization and Data Analytics Research Center (VIDA), da New York University (NYU); o Instituto de Tecnologia e Equidade (IT&E); o Digital Ethics Lab, do Oxford Internet Institute; a Escola de Direito da FGV-SP; a FGV Projetos; e a Rustcon. A Sala conta com parceria de mídia com a rádio CBN, o jornal Estado de São Paulo, a agência de fact-checking Lupa, o portal digital Nexo Jornal; e a Elo Company.

Serviço:
Site da Sala de Democracia Digital - http://dapp.fgv.br/observa2018/

Nenhum comentário:

Postar um comentário