Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Conservatório de Tatuí realiza cinco recitais de canto lírico neste fim de semana

Apresentações serão realizadas entre os dias 17 e 19 no Salão Villa-Lobos e no Auditório da Unidade 2, todas com entrada gratuita

Cristiane Hashizume
Ana Laura Almeida
Merlise Sousa
Luiz Ferreira
José Vitor Gaó
Alunos de Canto Lírico do Conservatório de Tatuí farão cinco recitais no próximo fim de semana, sob coordenação da professora Cristine Bello Guse. As apresentações serão realizadas entre os dias 17 e 19, todas com entrada gratuita. 

O primeiro recital está marcado para o dia 17, sexta-feira, às 18h00, no Auditório da Unidade 2. O barítono José Vitor Gaó abre o programa com músicas de quatro óperas do compositor Wolfgang Amadeus Mozart. Acompanhado da pianista Dayane Rodrigues, ele cantará “Donne mie la fate a tanti” da ópera “Così Fan Tutte”, “Deh vieni alla finestra” da ópera “Don Giovanni”, “Aprite un po’quegli occhi”, da ópera “Le Nozze di Figaro” e “Der Vogelfänger bin ich já” da ópera “Die Zauberflöte”.

O programa continua com “Dein Geburtstag ist erschienen” de Johan Sebastian Bach, “Du bist wie eine Blume” de Robert Schumann, “Romanze” de Franz Schubert, “Wiegenlied – opus 49, n.4” de Johannes Brahms, “Azulão” de Jayme Ovalle, “Boi-Bumbá” de Waldemar Henrique, “La mi sola Laureola” de Fernando Obradors, “When I was a lad I served a term” de Arthur Seymour Sullivan e “A horse with wings” de Ricky Ian Gordon.

José Vitor Gaó iniciou seus estudos de canto lírico aos 15 anos no Conservatório João Baptista Julião, em Sorocaba (SP) e ingressou no Conservatório de Tatuí em 2011. Foi coralista nos espetáculos “L’elisir d’amore” e “Carmina Burana” sob regência do maestro João Maurício Galindo, e “Mambos, boleros e chá-chá-chás”, com preparação da maestrina Cibele Sabioni e regência do maestro Dario Sotelo. Em 2015, foi premiado com o 5° lugar no Nível Intermediário do VII Prêmio Incentivo à Música de Câmara, junto ao Trio Vocci D’oro e Piano. 

Ao longo de sua formação no Conservatório de Tatuí, cursou piano complementar com a professora Eliana Wagner e jogos teatrais com a professora Dalila Ribeiro. Também participou do workshop “Preparação do performer da ópera” ministrado pela professora Cristine Bello Guse, que é sua orientadora no Curso de Canto Lírico. Atualmente, integra o Coro Sinfônico do Conservatório de Tatuí sob regência de Robson Gonçalves. Em memória, admiração, carinho e respeito ao trabalho do seu familiar, maestro Odmar Amaral Gurgel, mais conhecido como “Maestro Gaó”, José Vitor Amaral Gurgel Álvaro Pinheiro adotou o pseudônimo “Gaó” como seu nome artístico.

Luiz Antonio Ferreira 
O tenor Luiz Ferreira fará seu recital no dia 17, sexta-feira, às 19h00, no Salão Villa-Lobos. Com o tema “Árias Barrocas”, o programa trará “Segui, segui, dolente core” de Andrea Falconieri; “Intorno all'idol mio” de Marco Antonio Cesti; “Gioite al canto mio” de Jacopo Peri; “Rosa del ciel” e “In un fiorito prato” de Claudio Monteverdi; “Sí, morro”, “L'angue offeso” e “Svegliatevi” de Georg F. Haendel; “Dov'é la figlia”, “Vieni, vieni, o mio dileto” e “Vedra l'empia” de Antonio Vivaldi.

Luiz Ferreira é licenciado em Artes Visuais pela Universidade Metropolitana de Santos e pós-graduado em Ensino de Música e em Técnico de Administração pelo Colégio Albert Einstein. Em 1996, participou do teatro amador T.E.P.A.M., apresentando-se em diversas peças e musicais, tais como “Orfeu da Conceição” de Vinicius de Moraes, “O príncipe feliz” de Victor Hugo, a peça musical “Casa que te quero verde” - adaptação livre da peça “Hilda Furacão” de Roberto Drummond - e os musicais “Haire Evita”. 

Em 2006, iniciou seus estudos de música na escola Moriah em São Paulo. Em 2007, participou do curso Musical para Teatro, ministrado pelo maestro Rafael Righini e Vivi Mori, onde se apresentou na skat musical “Cassino Royale” de Juliano Marceano. Neste período, fez aulas de canto com Claudete Biasolli, integrante do grupo Ensemble Zabaione Musicale. Em 2011, ingressou no Conservatório de Tatuí, formando-se em 2016 no Curso de Canto Lírico sob a orientação da professora Damares Matheus. 

Ao longo de sua formação musical, participou de master classes com Alessandro Santoro e Rosimeire Moreira, e do Encontro de Música Antiga promovido pela EMESP, tendo aula de canto barroco com Marília Vargas e música de câmara com Sigiswald Kuijken. Atualmente faz o curso de Aperfeiçoamento em Canto Lírico com a professora Cristine Bello Guse e integra o Coro Sinfônico do Conservatório de Tatuí.

Merlise Moreira Sousa
A soprano apresenta seu recital no Salão Villa-Lobos, sábado, dia 18, às 19h00. O repertório inclui “Amo-te muito” de Alberto Nepomuceno e João de Deus Ramos; “Serenade” de Gabriel Pierné e Eugène Adenis; “Senhora Dona Sancha” de Waldemar Henrique e Gastão Vieira; “La pastorella dell'alpi” de Gioachino Rossini e Conte Carlo Pepoli; “Ich Folge Dir Gleichfalls” de Johann S. Bach; “Erlafsee op.8, n°3” de Franz Schubert e Johann B. Mayrhofer; “Lied der Suleika op.25 n° 9” de Robert Schumann e Johann Goethe.

A apresentação segue com “Si mes vers avaient des ailes” de Reynaldo Hahn e Victor Hugo, participação da harpista Brenda Olivieri; “Idol mio, se ritroso” de Wolfgang A. Mozart e Giambattista Varesco; “When you wish upon a star” de Leigh Harline e Ned Washington; “Pie Jesu” de John Rutter, com participação de amigos convidados; “Flower Duet” de Léo Delibes, Edmond Gondinet e Philippe Gille, com participação da mezzo-soprano Luiza Girnos e da pianista Lara Oliveira; “Who cares” de George e Ira Gershwin.

Merlise Sousa é graduada em Psicologia pela Unip e seu primeiro contato com a música foi na igreja, aos 7 anos. Iniciou seus estudos de Canto Lírico em 2012 no Conservatório de Tatuí, com a professora Cristine Bello Guse. Desde de 2015, é aluna da professora Marilane Bousquet. Bolsista do Coro Sinfônico desde 2012, tem participado de muitos concertos com obras de grande representatividade, como “Carmina Burana” de Carl Orff; “Die Schöpfung” de Franz Haydn; “Vesperae Solennes de Confessore” de Wolfgang A. Mozart, “L’elisir d’amore” de Gaetano Donizetti, entre outras.

Foi selecionada e atuou no papel de Bastienne em um dos elencos da ópera “Bastien und Bastienne” de Wolfgang A. Mozart, montagem para estudantes de Canto Lírico realizada em 2013 pelo Núcleo de Ópera do Conservatório de Tatuí. Foi bolsista do 1° Festival Coral de Campos do Jordão em 2014. Ainda no Conservatório de Tatuí, entre 2012 e 2017 participou de diversos encontros de canto e corais. Foi solista do “Oratório de Natal” de Camille Saint-Saëns com Coro de Câmara, Coro Sinfônico Jovem e Camerata de Cordas Jovem do Conservatório de Tatuí, sob regência da professora Cibele Sabioni. 

Participa de grupos de música de câmara, voi chamada para audição dos musicais “Mary Poppins”, “Les Misérables” da Companhia T4F e “A Bela Adormecida” da Companhia Primeiro Ato Theatro Musical. Também para a seletiva do programa The Voice Brasil 2017. Exerceu de 2014 a 2016 a função de monitora de dois Coros Infantis do Projeto de Iniciação Musical no CRAS da cidade de Tietê/SP. Atualmente é Professora de Canto na Escola Musika Academia de Música, na cidade de Boituva.

Ana Laura Theotonio de Almeida
A soprano fará seu recital no Auditório da Unidade 2 no dia 19, domingo, às 16h00. Com o tema “Música vocal italiana do Barroco ao Romantismo”, o programa trará 11 canções e árias de ópera: “Freschi luoghi, prati aulenti” e “Ah, mai non cessate” de Stefano Donaudy; “No,no, non si speri!” de Giacomo Carissimi; “Il Sospiro” de Gaetano Donizetti; “E Susanna non vien” e “Dove sono” da ópera “Le Nozze di Figaro”, de Wolfgang A. Mozart e Lorenzo da Ponte; “L’alba sepàra dalla luce l’ombra” de Francesco Paolo Tosti; “Pensa” de Antônio Carlos Gomes; “La Spagnola” de Vincenzo Di Chiara; “L’Orgia” de Gioachino A. Rossini; e “In quelle trine morbide” da ópera “Manon Lescaut”, de Giacomo Puccini, Ruggero Leoncavallo, Giuseppe Giacosa, Luigi Illica e Marco Praga.

Ana Laura iniciou seus estudos de música em 2002, aos 8 anos de idade, na classe de violino da professora Ana Lúcia Leite Muzel no Conservatório de Tatuí. Desde então participou de diversos corais infantis, incluindo o Coro Da Boquinha Pra Fora com a regência do maestro Cadmo Fausto. Em 2010 ingressou na classe de Canto Lírico da professora Damares Matheus. Em 2012 integrou o 2°elenco da ópera “Orfeu ed Euridice” de Gluck, ano em que passou a ter aulas com a professora e pianista Marilane Bousquet, sob coordenação de Cristine Bello Guse. Também nesse ano ingressou como bolsista no Coro Sinfônico do Conservatório de Tatuí, com o qual cantou “Orfeu ed Euridice” e “L’elisir d'amore” de G. Donizetti, além de integrar vários concertos e festivais. 

Dentre esses, destaca o Festival de Inverno de Campos do Jordão, onde foram apresentadas obras de renomados compositores do repertório erudito, como a Nona Sinfonia de L. V. Beethoven, Carmina Burana de C. Orff, The Messiah de G. F. Handel, Requiem de W. A. Mozart, Gloria de A. Vivaldi, Magnificat de J. S. Bach (como solista), entre outras. Também participou do Vl Prêmio Incentivo à Música de Câmara do Conservatório de Tatuí em 2014 com vários grupos, além de recitais, encontros de corais e canto lírico, master classes, oficinas e palestras.

Solista convidada pela Camerata de Violões do Conservatório de Tatuí, apresentou a ária da Bachiana Brasileira n° 5 de Heitor Villa-Lobos em 2016 no Teatro Procópio Ferreira e novamente em 2017 no Recital Solo Brasileiro- Viva Villa, quando apresentou a obra completa: “Cantilena e Martelo”, com a coordenadora da área de Música de Câmara da instituição, Míriam Braga e o duo de violoncelos formado pelos professores Tulio Pires e Elen Pires. Participou também, do 14º Festival de Música de Ourinhos e do 2º Festival Coral de Campos do Jordão, onde teve o grande prazer de trabalhar com o maestro espanhol Carlos Aransay, Marcos Tadeu e Paulo Szot, entre outros.

Cristiane Hashizume
A soprano encerra o fim de semana com recital no Auditório da Unidade 2, às 18h00, acompanhada da pianista Dayane Rodrigues. O programa terá “How beautiful are the feet of them” de Georg F. Händel, “Una donna a quindici anni” de Wolfgang A. Mozart, “Memória” de Fúlvio Ferrari, “Erster Verlust” de Franz Schubert, “Die Georgine” de Richard Strauss, “Hymne” de Gabriel Fauré, “Les Cloches” de Claude Debussy, “Beijaste meus cabelos” de Camargo Guarnieri, “Exaltação” de Waldemar Henrique, “Boi-Bumbá” de Waldemar Henrique, “Blah, blah, blah” de George Gershwin, “Sigh no more, ladies” de Peter Warlock, “Fewer Words” de Ricky Ian Gordon e “The Rovin' Gambler” de John Jacob Niles.

Cristiane Hashizume iniciou seus estudos musicais aos 11 anos, no Instituto Musical Heitor Villa-Lobos, na cidade de Araçatuba (SP), onde foi aluna dos cursos de teclado e canto da professora Marinete Capossoli. Em 2011, ingressou na Faculdade de Tecnologia de Tatuí (Fatec), pela qual se formou sob o título de Tecnóloga em Produção Fonográfica. Neste mesmo ano, tornou-se aluna do curso de Canto Lírico do Conservatório de Tatuí, onde é atualmente orientada por Cristine Bello Guse. 

Desde então, apresentou-se em diversos recitais, como a Matinê Lírica e a Gala Lírica, e integrou o Coro de Câmara do Conservatório de Tatuí, atualmente sob regência de Cibele Sabioni. Participou das 2ª e 3ª edições do Encontro Nacional de Canto e da 3ª edição do Encontro Nacional de Corais da instituição. Frequentou e cantou em oficinas e master classes ministradas por artistas renomados, como Martha Herr, Laura de Souza, Josani Pimenta, Juliana Starling, Lídia Shaffer, Sérgio Wernec, bem como os professores da Universidade de Minnesota (EUA) Rachel Inselman e Marcus McConico. 

Concorreu ao Prêmio Incentivo à Música de Câmara do Conservatório de Tatuí, sob orientação da professora Marilane Bousquet, chegando às semifinais com o grupo Die Burg’s Musiker, na 8ª edição (2016); e alcançou a final, obtendo o 3º lugar, com o Trio Clássico, na 9ª edição do Prêmio (2017). Atualmente, é bolsista do Coro Sinfônico do Conservatório de Tatuí, onde integra o naipe de sopranos sob regência de Robson Gonçalves.

Apoio cultural – Coop – Cooperativa de Consumo – e CCR SPVias.

SERVIÇO
Recital de Conclusão da Disciplina de Canto Lírico
José Vitor Gaó, formando
Dayane Rodrigues, piano
Cristine Bello Guse, coordenação
Data: 17 de novembro, sexta-feira
Horário: 18h00
Local: Auditório da Unidade 2
Rua São Bento, 808, Tatuí
Entrada franca

Recital de Conclusão do Curso de Canto Lírico – Aperfeiçoamento
Luiz Antonio Ferreira, formando
Dayane Rodrigues, piano
Cristine Bello Guse, professora responsável e coordenação
Data: 17 de novembro, sexta-feira
Horário: 19h00
Local: Salão Villa-Lobos
Rua São Bento, 415, Tatuí
Entrada franca

Recital de Conclusão da Disciplina de Canto Lírico
Merlise Moreira Sousa, formanda
Maristela Nicolellis, narração
Luiza Girnos, mezzo-soprano
Brenda Olivieri, harpa
Dayane Rodrigues e Lara Oliveira, piano
Marilane Bousquet, professora responsável
Cristine Bello Guse, coordenação
Data: 18 de novembro, sábado
Horário: 19h00
Local: Salão Villa-Lobos
Rua São Bento, 415, Tatuí
Entrada franca

Recital de Conclusão do Curso de Canto Lírico – Aperfeiçoamento
Ana Laura Theotonio de Almeida, formanda
Esli Torres, narração
Felippe Souza, cantor convidado
Dayane Rodrigues, piano
Marilane Bousquet, professora responsável
Cristine Bello Guse, coordenação
Data: 19 de novembro, domingo
Horário: 16h00
Local: Auditório da Unidade 2
Rua São Bento, 808, Tatuí
Entrada franca

Recital de Conclusão da Disciplina de Canto Lírico
Cristiane Hashizume, formanda
Dayane Rodrigues, piano
Cristine Bello Guse, professora responsável e coordenação
Data: 19 de novembro, domingo
Horário: 18h00
Local: Auditório da Unidade 2
Rua São Bento, 808, Tatuí
Entrada franca

Nenhum comentário:

Postar um comentário