Nosso Jornal Online

Tatuí, 


sábado, 24 de janeiro de 2015

O primeiro gol brasileiro no exterior

Juvenal de Campos Filho e os 100 anos do primeiro gol brasileiro no exterior por BLOG DO CURIOSO em ago 10, 2013 • 7:18

O primeiro gol brasileiro no exterior está fazendo 100 anos hoje sem muita festa. No dia 10 de agosto de 1913, um combinado que tinha como base o Sport Club Americano, de São Paulo, venceu um selecionado argentino por 2 x 0, partida disputada no antigo campo do Racing, na cidade de Avellaneda. O Americano viajou reforçado com alguns craques de outras equipes, como Friedenreich, do Ypiranga.

Os brasileiros chegaram a Buenos Aires dois dias antes da partida no navio a vapor Amazon. Os jornais La Prensa e La Razon fizeram boa cobertura da partida, mas duvidavam da capacidade do time do Americano. As manchetes diziam coisas do tipo “quantos gols marcaremos nos brasileiros?”. O time que jogou foi Hugo; Chico Netto e Meneses; Antonio Bertone, Juan Bertone e Thiele; Formiga, Alencar, Friedenreich, Juvenal e Décio Viccari. O técnico era Alex Hiutchinson, que também apitou a partida.


O autor do primeiro gol foi Juvenal de Campos Filho, nascido em 1 de janeiro de 1895, na cidade de Tatuí (SP). “Naná”, como era mais conhecido, marcou o gol que abriu caminho para a vitória brasileira aos 33 minutos do primeiro tempo. Depois de receber cruzamento do ponta-esquerda Formiga, ele bateu de canhota, em um chute cruzado, sem chances de defesa para o goleiro Pearson, da equipe argentina. Quatro minutos depois, o capitão Décio Viccari ampliou o marcador com chute rasteiro. Os argentinos atribuíram a derrota aos fortes ventos.

Esse combinado disputou ainda mais quatro amistosos na excursão e perdeu os quatro jogos:

15/8/13 – Americano 1 x Combinado de Montevidéu 2

17/8/13 – Americano 0 x Combinado argentino 2

24/8/13 – Americano 0 x Combinado uruguaio 2

26/8/13 – Americano 2 x Combinado uruguaio 4

O Americano, que usava as cores verde e branco, foi fundado em 21 de maio de 1903 na cidade de Santos (SP). Em 1911, a equipe transferiu sua sede para a capital, o que facilitou o surgimento de outro time na cidade praiana, o Santos Futebol Clube. O Americano conquistou a primeira vitória internacional para o Brasil em 13 de agosto de 1911, ao derrotar uma equipe uruguaia por 3 x 0 no Estádio da Floresta (onde está hoje o clube Tietê, na Ponte das Bandeiras), depois de 14 derrotas sofridas por equipes brasileiras. O Americano foi campeão paulista invicto em 1912 e 1913, mas encerrou suas atividades em 1916.


Juvenal foi bicampeão pelo Americano e ainda conquistaria o tri pela Associação Atlética São Bento em 1914. Fez cinco partidas pelo Flamengo em 1915 e 1916 e jogou pelo Palmeiras da Bahia, onde começou a estudar Medicina. Com a morte do pai, em 1921, desistiu do futebol e voltou a Tatuí para cuidar dos negócios da família. Juvenal morreu em 11 de março de 1983, aos 88 anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário