Boletim de informações COVID-19 n° 35 Tatuí, 01 de abril de 2020 - 16h

73
NOTIFICAÇÕES
60
SUSPEITOS
7
DESCARTADOS
6
CONFIRMADOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Assembleia restabele lei que criou o Conservatório de Tatuí

Christian Pereira de Camargo

A Assembleia Legislativa Paulista aprovou na sexta-feira (19) o Projeto de Lei nº 654/2011, que restabelece a vigência da Lei nº 997, de 13 de abril de 1951, que criou o Conservatório Dramático e Musical de Tatuí (retroagindo seus efeitos). O projeto é de autoria do deputado estadual Samuel Moreira (PSDB).

Em 2006, a Assembleia votou favoravelmente pela proposta apresentada pelo então deputado estadual Cândido Vaccarezza (PT), na época presidente da Comissão de Consolidação das Leis do Estado, para revogar um série de leis entre os anos de 1947 a 1952, o que incluiu, por equívoco, a lei que criou o Conservatório de Tatuí (Lei 12.497, de 26 de dezembro de 2006). Esta situação trouxe um sério desconforto à direção da escola de música tatuiana que, há quase uma década, tentava reverter este quadro. Novos projetos estariam ameaçados de não acontecer, se a situação não fosse revertida com urgência, segundo relatou o diretor executivo da instituição, Henrique Autran Dourado, recentemente ao presidente da ALESP e ao diretório do PSDB local.

“Em setembro deste ano, eu e o deputado Samuel Moreira, assumimos um compromisso com a direção do Conservatório local e com a bancada de vereadores locais do PSDB/DEM/PPL para reverter esta situação e aprovar o projeto de lei que restabelece a história e o esforço de nossos antepassados na criação da primeira escola de música estadual com ensino de alto nível e gratuito. Conseguimos reparar este erro e honrar este compromisso e agradeço ao Samuel, presidente da Assembleia, os seus esforços para aprovar, ainda em 2014, este projeto de lei, que tramita desde 2011 no Parlamento Paulista”, destacou o ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo, atual presidente do PSDB de Tatuí.

FOTO - Em setembro deste ano, Gonzaga, Samuel Moreira e vereadores se reuniram com a direção do Conservatório de Tatuí, que comunicou o problema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário