PUBLICIDADE

Boletim de informações COVID-19 n° 167 Tatuí, 12 de julho de 2020 - 11h

628 CONFIRMADOS
533 RECUPERADOS
29 ÓBITOS
145 SUSPEITOS
33 HOSPITALIZADOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Conservatório de Tatuí vence Prêmio Estadual de Ações Inclusivas


Cerimônia de premiação ocorre na quarta-feira, 15, na sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência

 O Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos” de Tatuí é o vencedor do Prêmio Governo do Estado de São Paulo - Ações Inclusivas para as Pessoas com Deficiência 2010, uma ação organizada pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, com o apoio da Fundação Prefeito Faria Lima – CEPAM. A entrega do prêmio, ao qual concorreram mais de 300 projetos de todo o estado, acontecerá na quarta-feira, 15, às 17h, na sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, à Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 564, Barra Funda, São Paulo.

 Segundo a Secretária de Estado Linamara Rizzo Battistella, a solenidade será um “momento histórico”. “Nosso objetivo com a realização desta premiação é estimular a implementação de práticas inclusivas e aprimorar a gestão de políticas públicas, em especial na atuação com os municípios paulistas, com ações inclusivas voltadas ao segmento das pessoas com deficiência, que somam mais de 5 milhões no Estado de São Paulo”, disse ela.

Dentre mais de 300 projetos inscritos, foram selecionadas as dez melhores práticas inclusivas, segundo critérios estabelecidos no regulamento do prêmio. Os vencedores terão suas práticas divulgadas em publicação distribuída na data da cerimônia de entrega e reconhecimento público nos sites da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e do CEPAM. Os ganhadores também receberão troféu e menção honrosa. Além dos dez finalistas premiados, serão destacadas 20 organizações com tradicional atuação na área da inclusão das pessoas com deficiência. 

“Ao promover a inclusão das pessoas com deficiência, estamos cumprindo com os princípios legais que regulam a questão e, acima de tudo, contribuindo para que tenhamos, efetivamente, uma sociedade mais justa, solidária e com melhor qualidade de vida, em que a cidadania de seus integrantes seja de fato respeitada”, acrescentou a Secretária de Estado em convite oficial.    

Os projetos inscritos foram avaliados por uma comissão julgadora formada por oito personalidades reconhecidas na área da política de direitos da pessoa com deficiência, além de um técnico da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência e um técnico da Fundação Prefeito Faria Lima.

Ações
  
O Conservatório de Tatuí vem se preocupando com a inclusão. O Teatro Procópio Ferreira, bem como os novos anexos, estão devidamente adaptados e acessíveis. Além disso, a instituição mantém o curso de musicografia braille, voltado a portadores de deficiência visual. Poucas escolas públicas no Brasil ensinam a musicografia braille, o método que permite que esses alunos comecem a ler as partituras em braille.
  
O Conservatório de Tatuí vem realizando ações de inclusão desde a década de 70 quando Madalena Cubas, já falecida e que tornou-se professora da instituição, passou a estudar flauta. A professora Madalena inspirou outros estudantes e deu incentivo à atual profissional da área hoje, Karla Cremonez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE