Nosso Jornal Online

Tatuí, 


quarta-feira, 29 de julho de 2015

Renegociações marcam primeira semana de trabalho da nova gestão da Santa Casa de Tatuí

Abastecimento de remédios está garantido, funcionários receberam cartão alimentação

A Santa Casa de Misericórdia de Tatuí divulgou nesta segunda-feira um balanço sobre a primeira semana com novo modelo de administração. Desde o dia 20 de junho, a Provedoria, a Prefeitura de Tatuí e a São Bento Saúde vem trabalhando na gestão compartilhada da filantrópica que vinha passando por sérias dificuldades financeiras.

As notícias são animadoras. Mesmo com a crise, diversos avanços foram contabilizados nesses primeiros sete dias de trabalho. O principal deles se refere a acordos de parcelamento com diversos fornecedores, como é o caso de distribuidoras de medicamentos, que permitiram a normalização da entrega de remédios e demais suprimentos do gênero. Também nesta semana foi firmado acordo com a empresa que administra o cartão alimentação dos funcionários, que estavam há três meses sem receber. Nesta segunda, 27, o valor de julho, referente ao mês trabalhado de junho, foi creditado e agora tudo está em dia.

O responsável pela São Bento Saúde, frei Bento Aguiar, se reuniu também com os funcionários e com o corpo clínico. Com os médicos foram nada menos que três reuniões para tratar da nova dinâmica administrativa da entidade. “Pudemos sentir o amplo apoio da classe médica, todos se mostraram muito receptivos e prontos para colaborar com esse momento de nova gestão e de virada de página para o hospital. Essa adesão nos dá muita confiança que certamente venceremos essa batalha”, explicou.

O frei também se reuniu com gestores de planos de saúde interessados em celebrar convênios com hospitais e ainda com o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde para garantir os direitos trabalhistas. O próximo passo seria regularizar junto às instituições bancárias o atraso no recolhimento de empréstimos consignados dos funcionários.

O departamento jurídico da Santa Casa vem estudando também uma liminar antecipada para liberação da Certidão Negativa de Débitos, CND, para garantir repasse de recursos federais e estaduais, em especial do Programa Santa Casa Sustentável, já autorizado desde 2014, por intervenção do prefeito José Manoel Correa Coelho, Manu, junto à Secretaria de Estado da Saúde. “Foi uma semana muito produtiva, sem dúvida. Estamos muito confiantes nesse novo modelo de gestão e, com o apoio da nossa população, iremos salvar nossa Santa Casa”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário