Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Camerata de Violões do Conservatório de Tatuí reúne as principais obras de Ernesto Nazareth

Concerto no dia 24 de setembro também terá quinteto de violonistas executando arranjo inédito em obra de Ferdinando Carulli



Uma suíte formada por três das principais obras do compositor e pianista carioca Ernesto Nazareth está entre os destaques do próximo concerto da Camerata de Violões do Conservatório de Tatuí. A apresentação do grupo coordenado por Edson Lopes será no dia 24 de setembro, domingo, às 20h, no Teatro Procópio Ferreira. Os ingressos custam R$ 12 e a meia-entrada fica por R$ 6.

A suíte dedicada a Ernesto Nazareth reúne as obras “Ameno Resedá” (choro), “Celestial” (valsa) e “Batuque”, com arranjos de Edson Lopes. A série marcará o encerramento do concerto e evidenciará a presença da música popular no repertório da Camerata de Violões. “O programa do conjunto normalmente tem a intenção de unir o clássico com o popular e não vai ser diferente nesse dia”, comenta Edson Lopes.

Já a música clássica caracteriza a peça de abertura do concerto: “Canção sem Palavras, op. 19b, Nº 1″, de Felix Mendelssohn e arranjo de Edson Lopes. Ela será executada por Carlos Eduardo de Souza Barbosa, Daniel Rodolfo Silva dos Santos, Karina Bertrameli de Azevedo, Rafael Vieira Santos e Victor Henrique Anastácio.

Outra atração da noite é “Concerto em Lá Maior, Op. 8″, do italiano Ferdinando Carulli. Originalmente a obra é para violão solo e orquestra de cordas. Mas, a partir de um arranjo inédito, também assinado por Edson Lopes, ela será executada por um quinteto de violonistas: o professor Ricardo Grion e os alunos Daniel Rodolfo Silva dos Santos, Karina Bertrameli de Azevedo, Rafael Vieira Santos e Victor Henrique Anastácio. “A nossa ideia foi adaptar o solo para todos os alunos e, enquanto um está fazendo esse solo, os demais fazem a parte da orquestra”, explica o arranjador.

Entre a abertura com Felix Mendelssohn e o encerramento com Ernesto Nazareth, a Camerata de Violões apresentará “Córdoba” (da suíte “Cantos de Espanha”, Op. 232), do espanhol Isaac Albéniz; “Introdução e Fandango”, do italiano Luigi Boccherini; e “Intermezzo” (da Ópera “Goyescas”), do espanhol Enrique Granados. O compositor norte-americano Scott Joplin tem três obras no programa: “The Glove”, “Maple Leaf Rag” e “Rag-Time Dance”. De do mexicano Manuel Ponce, será apresentada a obra “Tres Canciones Populares Mexicanas” e, de do brasileiro Cesar Guerra-Peixe, a música “Mourão”.

Além de Edson Lopes, o repertório conta com transcrições de Orlando Fraga e arranjos de Jair de Paula. Completam a lista de integrantes da Camerata de Violões o professor Adriano Paes e a aluna Thaysa Cândido da Silva.

Apoio Cultural – Na temporada de 2017, o Conservatório de Tatuí conta com apoio cultural de Coop e CCR SPVias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário