Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

segunda-feira, 7 de março de 2016

Como não gostar de Rodinei?


COLUNA DO FLAMENGO - Sempre há uma enorme preocupação sobre quem ocupará a lacuna deixada por um ídolo de um clube, normalmente não se encontra esse substituto em um curto espaço de tempo. No Flamengo, Léo Moura disse adeus ao clube depois de quase 10 anos de serviços prestados, e passou seus bastões de titular da lateral direita e de capitão para Pará e Wallace, respectivamente, fato que comprova a preocupação acima citada.

Falar de Wallace nesse momento, será falar um pouco do mesmo, então pularemos essa parte. O assunto em questão é a lateral direita, que ano passado foi ocupada pelo irregular Pará (para não falar adjetivos como medíocre, fraco, insuficiente, medonho e tenebroso), oque fez muitos rubro-negros sentirem saudades do antigo lateral moicano.

Mas esse ano as coisas parecem diferentes, eis que o Flamengo acertou em cheio na contratação do novo lateral do clube, Rodinei. Garoto nascido na agora famosa Tatuí, com experiência em times medianos como Ponte Preta, Avaí e Corinthians, Rodinei chegou à Gávea depois de um excelente Campeonato Brasileiro pela Macaca. Aos poucos o novo camisa 2 vem mostrando todo seu potencial, com bons cruzamentos, boas saídas de bola e um ótimo vigor físico.

A partir do momento em que fica constatado que se trata de um bom jogador, o Flamengo ganhar um precioso bônus com a contratação de Rodinei, o seu enorme carisma. O lateral se tornou em pouco tempo a grande atração da FLA TV. Quem nunca deu gargalhas ouvindo as pérolas do lateral?

Rodinei é talvez um dos jogadores mais carismáticos que já passaram pelo clube, tendo um humor que muitas vezes beira a inocência, humor esse, que fica ainda mais acentuado pela voz característica, que muitas vezes parece ser de um duplador de algum personagem de desenho animado.

No momento em que o futebol passa por uma chatice quase generalizada, na qual a maioria dos jogadores abusam de frases feitas e uma minoria só fala mer**, assistir as entrevistas de Rodinei traz um pouco de suavidade e alegria para qualquer amante de futebol.

É hora do marketing do clube, muitas vezes criticado, entrar em ação. O Flamengo tem a obrigação de cada dia mais explorar (no bom sentido) o humor, o carisma, a humildade e a sinceridade desse jogador. Rodinei é hoje para o futebol do Flamengo oque Meyinsse é para o basquete, qualidade técnica aliada a identificação instantânea com a Nação Rubro-negra.

Para atestar tudo dito no texto, eis algumas frases de Rodinei:

” Hoje estou com 24 e primeiro terminei os estudos em Tatuí, minha cidade querida, que eu amo (risos). Tem que dar uma moral sempre para Tatuí. ” – sempre falando da sua cidade natal.

” Aí você tem que pesquisar no Google (risos). Deve ter uns 150 mil habitantes, fico brincando com o Alan Patrick, que é de Catanduva, e falo que Tatuí é mais fera. Mas Tatuí não tem nem um MC Donalds, mas tá saindo (risos), tá saindo o shopping também. “ – respondendo a pergunta sobre quantos habitantes tem em Tatuí.

” Sim, casei no dia 11 de dezembro. Ajuda, graças a Deus aconteceu esse milagre na minha vida de casar (risos). “ – respondendo a pergunta sobre seu recente casamento.

“É oque eu falo, se eu tivesse na Ponte Preta, no CRAC de Catalão, na Penepolense, se eu usasse um relógio desse o povo ia falar, é falso! Agora que eu to no Flamengo, aí todo mundo da minha cidade vai ver e falar, oh o neguinho com relógio original” – respondendo sobre o relógio chamativo que estava usando.

” Eu to me retirando, vou me sentar ali atrás, eu to emocionado, nunca viajei em um voo fretado, tem tantos lugares para eu sentar, então dá licença. “ – se referindo ao fato de não ter lugar fixo para se sentar no avião.

Nenhum comentário:

Postar um comentário