A Tatuí o que é de Tatuí

Tatuí,  

PUBLICIDADE

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Secretaria do Meio Ambiente orienta sobre a conservação das árvores.



Nesta época de chuvas, a atenção deve ser redobrada. Com as árvores não seria diferente, basta saber com quais elementos deve o cidadão se preocupar. A Secretaria do Meio Ambiente, neste sentido, presta auxílio à população, com informações.
A árvore é um ser vivo que cresce em altura e diâmetro. É sustentada pelo sistema radicular, possui caule lenhoso, cujas fibras são resistentes. Estas informações básicas são suficientes para saber quais fatores podem interferir na saúde de uma árvore. A árvore saudável tem uma menor probabilidade de cair, assim, quanto mais protegida e cuidada for a sua árvore, mais segura ela será.

As árvores ajudam na infiltração da chuva no solo, mas para isso precisam de espaço. Saber onde, como e qual espécie plantar requer a ajuda de um profissional capacitado na área, assim como quando vamos projetar a nossa casa. Precisamos saber no mínimo qual o tamanho que a mudinha plantada hoje, terá daqui a 20 anos.

Alguns cuidados devem ser tomados em relação às árvores

Evitar o uso de espécies que tenham queda natural constante dos galhos como o guapuruvu e o pinheiro brasileiro. Plantá-las somente em locais onde a queda de galhos não afetará as pessoas.

Evitar o plantio muito próximo de residências. Deixar distância que não irá interferir com a infraestrutura.

Não realizar podas de raízes ou qualquer ação que provoque lesão nestas, pois a raiz representa a sustentação da árvore. Uma raiz podada pode significar o apodrecimento da árvore e consequentemente sua queda, no futuro.

Não provocar lesões no tronco, como objetos perfurantes, arames, caiação ou retirada da casca, cortes indevidos etc para evitar o enfraquecimento das fibras da madeira. Estas ações são crimes ambientais.

Não deixar espaços inadequados ao bom desenvolvimento da árvore, sufocando o seu colo (ou base). Isso altera a estrutura de sustentação e pode inclusive causar danos materiais, dado o crescimento em diâmetro. Por isso, recomenda-se o aumento de canteiro das árvores.

Não promover a poda drástica frequentemente, porque esta abre inúmeras portas de entrada para patógenos.


Observar alterações na árvore, como inclinação, quebra de galhos, rangidos entre outros.

A Secretaria de Meio Ambiente orienta a população a entrar em contato para qualquer tipo de ação que se queira realizar nas árvores, estejam elas em área pública ou particular para que possa ser feita a devida vistoria e orientação técnica.

Neste último ano, foi observado que grande parte da população entendeu e aderiu às orientações técnicas, afirma a engenheira florestal Marceli Lazari. Prova disso é a implantação das calçadas ecológicas e a adequação dos canteiros das árvores na calçada, para um mínimo de 80 x 80 cm.

“As árvores trazem inúmeros benefícios ao seu entorno e cabe à população o papel de proteger estas árvores” - diz o secretário de Meio Ambiente, Paulo Borges. “Zelando por sua saúde, certamente desfrutaremos destes benefícios por muitos anos, se não por décadas”, conclui.

Qualquer alteração observada em sua árvore deve ser informada a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, em horário comercial de 2ª a 6ª feira. Fora deste período, pode-se acionar a Defesa Civil através do 199. Em caso de acidentes de árvores com a rede elétrica, a concessionária de energia elétrica também pode ser acionada.

A Secretaria de Meio Ambiente fica na Avenida das Mangueiras, nº 422, ao lado da Clínica Mangueiras. Os telefones de contato são: (15) 3259-2731 ou 3251-3250. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail: meioambiente@tatui.sp.gov.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário