Nosso Jornal Online

Tatuí, 


terça-feira, 7 de outubro de 2003

Laboratório de Produtos Cerâmicos em Tatuí

07/10/2003 16:26 / Da assessoria do deputado Luiz Gonzaga Vieira

O Laboratório de Certificação de Produtos Cerâmicos de Tatuí foi inaugurado oficialmente no dia 27/9. Montado com equipamentos de última geração, na sede da Associação de Ceramistas de Tatuí (Acertar), a estrutura, que já estava em funcionamento, foi obtida por meio de convênio entre o Governo do Estado e a própria associação. 

O deputado Luiz Gonzaga Vieira (PSDB), que participou do evento, conseguiu do governador Geraldo Alckmin e da Secretaria de Ciência e Tecnologia a liberação de recursos. A instalação do laboratório foi orçada em R$ 320 mil. Deste total, 50% caberá ao Estado e 50% , à associação de ceramistas.

A nova estrutura de certificação do produto cerâmico será coordenada pelo Instituto de Pesquisa Tecnológica. O maquinário já está montado e instalado, apto para o funcionamento, que deve começar em 1º de junho. Conforme o presidente da Acertar, Luiz Vargas, equipamentos e tecnologia de ponta foram implantados na unidade de análise. "Teremos aqui um dos melhores laboratórios do Estado, com equipamentos todos novos e muito avançados", explica.

O presidente destacou a ação de Gonzaga na obtenção da conquista: "Temos muito a agradecer ao deputado, que acompanhou toda a tramitação e insistiu com o governador Geraldo Alckmin para que os recursos fossem liberados e para que tivéssemos o apoio técnico do IPT", disse Vargas.

A ação de certificação permite duas vantagens diretas ao produto cerâmico local: favorece a utilização de telhas e tijolos em grandes empreendimentos e a otimização das misturas entre argila e outros componentes. Para Vargas, a melhor utilização desses componentes na massa cerâmica coloca Tatuí em absoluta igualdade com os grandes produtores do país.

Hoje, o Estado de São Paulo é o principal produtor de cerâmica vermelha, e a região de Tatuí compreende 30% desse montante. Em Tatuí e região, há cerca de 40 cerâmicas, que geram em média 1.600 empregos diretos.

O governador comentou o início das atividades do laboratório e lembrou a importância desse tipo de convênio, que alia verba particular, verba pública e pesquisa científica. "Esse é um modelo que agrega setores, gera empregos, melhora a qualidade do produto final e gera competitividade", endossa Alckmin. "Em breve, também chegará à região a rede de gás natural, que é excelente para a atividade cerâmica porque mantém a temperatura dos fornos sempre alta", completou o governador. 

lgvieira@al.sp.gov.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário