Nosso Jornal Online

Tatuí, 


quarta-feira, 29 de outubro de 2003

Pré-vestibulandos lesados de Tatuí podem se inscrever na Fuvest

29/10/2003 14:17 - Da assessoria da deputada Maria Lúcia Amary

O juiz Carlos Alberto Maluf, da 4ª Vara de Direito da Comarca de Tatuí, concedeu na última sexta-feira, 17/10, a medida cautelar 1247/03 que permite a 130 pré-vestibulandos do cursinho "Anglo Unidade Tatuí" efetuarem matrícula fora do prazo expresso na manual do candidato para os exames a serem aplicados pela Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest), do ano letivo de 2004.

Segundo o advogado contratado para defendê-los, Erasmo Mendonça De Bôer, os pré-vestibulandos foram lesados pela empresa "Acinvesti Vestibulares", que, embora tenha recebido dos alunos o dinheiro e a ficha de inscrição, não efetuou as matrículas. O advogado, na tentativa de efetuá-las fora do prazo determinado, fez contato com a deputada Maria Lúcia Amary (PSDB), integrante da Comissão de Educação da Assembléia Legislativa. A assessoria da deputada foi informada pela Fuvest da impossibilidade de efetuar matrícula fora do prazo estabelecido no manual. O Conselho Curador da Fuvest reuniu-se para discutir o caso e, de forma oficial, deu parecer desfavorável à reivindicação dos estudantes de Tatuí.

Em reunião com os pais dos pré-vestibulandos, o advogado De Bôer comunicou que a intervenção da deputada, ao gerar posição oficial da Fuvest, abriu a possibilidade da ação judicial.

A deputada Maria Lúcia Amary acredita que a decisão da Justiça demonstra a seriedade com que o caso foi tratado, uma vez que essas matrículas não colocam em dúvida a lisura da Fuvest, além de corrigir um erro. 

mlamary@al.sp.gov.br

quinta-feira, 16 de outubro de 2003

Unidade eletrônica da Fazenda será implantada em Tatuí

16/10/2003 17:09 / Da assessoria do deputado Luiz Gonzaga Vieira

O deputado Luiz Gonzaga Vieira (PSDB) intermediou, junto ao governador Geraldo Alckmin, a implantação, em Tatuí, de uma Unidade de Atendimento ao Público (UAP), da Secretaria da Fazenda. A UAP tem como objetivo principal facilitar o acesso da população local aos serviços tributários, por meio de atendimento eletrônico.

Na UAP, a ser instalada na praça da Bandeira, poderão ser feitas, por exemplo, consultas ao sistema do IPVA e ao Imposto de Transmissão de Bens. O recebimento de documentação e de pedidos processuais poderão ocorrer na unidade de Tatuí. O trâmite burocrático e processos documentais continuarão a ser realizados em Itapetininga.

Gonzaga considera as UAPs um dos mais modernos serviços implementados pelo Governo de São Paulo. "Ao mesmo tempo que tornam todo o processo informatizado e dinâmico, elas oferecem agilidade e deixam mais enxuto o quadro de funcionários públicos estaduais", ele explica.

lgvieira @al.sp.gov.br

terça-feira, 7 de outubro de 2003

Laboratório de Produtos Cerâmicos em Tatuí

07/10/2003 16:26 / Da assessoria do deputado Luiz Gonzaga Vieira

O Laboratório de Certificação de Produtos Cerâmicos de Tatuí foi inaugurado oficialmente no dia 27/9. Montado com equipamentos de última geração, na sede da Associação de Ceramistas de Tatuí (Acertar), a estrutura, que já estava em funcionamento, foi obtida por meio de convênio entre o Governo do Estado e a própria associação. 

O deputado Luiz Gonzaga Vieira (PSDB), que participou do evento, conseguiu do governador Geraldo Alckmin e da Secretaria de Ciência e Tecnologia a liberação de recursos. A instalação do laboratório foi orçada em R$ 320 mil. Deste total, 50% caberá ao Estado e 50% , à associação de ceramistas.

A nova estrutura de certificação do produto cerâmico será coordenada pelo Instituto de Pesquisa Tecnológica. O maquinário já está montado e instalado, apto para o funcionamento, que deve começar em 1º de junho. Conforme o presidente da Acertar, Luiz Vargas, equipamentos e tecnologia de ponta foram implantados na unidade de análise. "Teremos aqui um dos melhores laboratórios do Estado, com equipamentos todos novos e muito avançados", explica.

O presidente destacou a ação de Gonzaga na obtenção da conquista: "Temos muito a agradecer ao deputado, que acompanhou toda a tramitação e insistiu com o governador Geraldo Alckmin para que os recursos fossem liberados e para que tivéssemos o apoio técnico do IPT", disse Vargas.

sexta-feira, 26 de setembro de 2003

Santa Casa de Tatuí recebe repasse de recursos

26/09/2003 15:22 / Da assessoria do deputado Luiz Gonzaga Vieira

O deputado Luiz Gonzaga Vieira (PSDB) anunciou a liberação, pelo Governo do Estado, de cerca de R$ 41 mil à Santa Casa de Misericórdia de Tatuí, para auxiliar nas despesas e custeio da entidade. Esse é o segundo repasse de verba em favor da entidade ocorrido em 2003. No primeiro semestre, outro montante do memso valor já havia sido liberado.

"Ficamos satisfeitos com mais esse recurso, que não irá sanar o grave problema da instituição, mas dará fôlego ao único hospital de Tatuí", afirmou Gonzaga. "Recentemente, tivemos investimento de R$ 500 mil na Santa Casa, recursos obtidos junto ao próprio governador para a construção da nova ala de internação, hoje uma referência em qualidade de instalações para todo sudoeste paulista", completou o parlamentar.

O deputado conseguiu ainda outros benefícios importantes para o setor, como a liberação de R$ 70 mil para a construção do novo Banco de Sangue, da própria Santa Casa, e uma ambulância para o sistema municipal de saúde. 

lgvieira@al.sp.gov.br

segunda-feira, 7 de julho de 2003

Demandas de Tatuí

07/07/2003 15:24 - Da assessoria do deputado Hamilton Pereira - Por meio de indicação encaminhada ao governador do Estado, o deputado Hamilton Pereira (PT) solicita a aquisição de novos equipamentos de Pediatria para a Santa Casa de Misericórdia de Tatuí, conforme pedido encaminhado pelo vereador da cidade, Paulo Borges (PT).

Outra demanda encaminhada pelo parlamentar refere-se à devolução, por parte do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), de imóvel cedido pela municipalidade para construção e instalação de uma Residência de Conservação. A exigência é feita sob a alegação de que a obra não foi realizada pelo DER, que, por sua vez, já concordou com a devolução do imóvel, conforme comunicado encaminhado a Hamilton Pereira em julho de 2000. Perante o quadro, o deputado indica a apresentação de um projeto de lei pelo Executivo autorizando a devolução.

Objeto de matérias veiculadas pela imprensa sorocabana no último mês de junho, o pedido de retorno do funcionamento de uma delegacia seccional em Tatuí foi oficiado por Hamilton Pereira ao governador. Um estudo realizado pelo policial civil aposentado José Maria Soares foi encaminhado ao deputado, que é autor de um relatório apontando as deficiências dos distritos policiais sediados na cidade de Sorocaba.

"A realização desse estudo e sua divulgação é muito importante para nos ajudar a mostrar para o governador a deficiência do funcionamento da polícia no interior do Estado e não por culpa dos seus funcionários, mas pela falta de estrutura. Desde 2001, temos denunciado a falta até de boletins de ocorrência nos DPs, mas o governador, não sei por que razão, tem preferido ignorar o problema a invés de assumi-lo e buscar uma solução", afirma o deputado. - hpereira@al.sp.gov.br

quinta-feira, 12 de junho de 2003

Cirurgias de catarata para a população de Tatuí

12/06/2003 15:59 - 

Da Assessoria da deputada Maria Lúcia Amary

A deputada Maria Lúcia Amary (PSDB) participou das negociações para viabilizar a parceria entre a Prefeitura de Tatuí e o Hospital Oftalmológico de Sorocaba com a finalidade de que os munícipes de Tatuí possam realizar gratuitamente cirurgias de catarata e de pterígio. A direção do hospital se comprometeu a disponibilizar o serviço a partir da próxima semana aos pacientes comprovadamente carentes.

O prefeito de Tatuí, Ademir Borssato (PTB), informou que a prefeitura vai oferecer transporte gratuito a todos os pacientes que precisarem de exames e cirurgias. A escolha do hospital, segundo a deputada e o prefeito, foi determinada pela qualidade dos profissionais e equipamentos do Oftalmológico de Sorocaba.

Segundo o diretor do Departamento Municipal de Saúde de Tatuí, Máximo Machado Lourenço, a demanda é de 86 casos de catarata em pessoas com idades entre 40 e 70 anos e de 50 casos de pterígio (tecido que cresce cobrindo o globo ocular).

mlamary@al.sp.gov.br