PUBLICIDADE

Boletim de informações COVID-19 n° 164 Tatuí, 09 de julho de 2020 - 11h

553 CONFIRMADOS
427 RECUPERADOS
29 ÓBITOS
152 SUSPEITOS
25 HOSPITALIZADOS

Fonte: Prefeitura de Tatuí

sexta-feira, 26 de junho de 2020

Avião que reabasteceu em Tatuí cai na fronteira do Paraguai

De acordo com o proprietário do avião, o piloto fez manutenção antes de decolar em Eldorado (SP) com destino a Toledo (PR). Tragédia aconteceu na terça-feira (23)


Destroços de avião brasileiro em chamas que explodiu após queda, em fazenda do Paraguai.

25/06/2020 | O proprietário de um avião de pequeno porte brasileiro que caiu e explodiu na noite desta terça-feira (23) na fronteira do Paraguai com o Brasil, próximo ao Pantanal de Mato Grosso do Sul, soube do acidente por meio de uma rede social. De acordo com Remi David Cassino Neto, após não conseguir contato com o piloto, que morreu carbonizado no acidente, ele fez uma postagem na tarde de quarta-feira (24) sobre o desaparecimento do avião.

"Eu até então não imaginava o que tinha acontecido. Foi aí que começaram a me marcar com links de jornais da região sobre o acidente. Infelizmente, soube que o menino [piloto] estava morto", explicou ao G1.

Dono de avião publica em rede social sobre desaparecimento de aeronave. — Foto: Facebook/Reprodução

Segundo Remi, a aeronave saiu de Eldorado (SP) e teria Toledo (PR) como destino. Ele conta que chegou a suspeitar que aeronave teria sido roubada. Depois da publicação no Facebook, ele recebeu, às 16h45 desta quarta-feira (24), uma mensagem de uma funcionária do Aeroclube de Tatuí (SP) perguntando a ele se o avião poderia teria sido roubado, porque o piloto estava muito nervoso quando foi abastecer a aeronave no local.

Na mensagem, a funcionária diz que suspeitava de um suposto crime por conta do comportamento e da pressa do piloto em sair com o avião. Ela ainda ressaltou que ele ficou por cerca de 40 minutos no aeroclube: tempo do pouso, abastecimento e decolagem.

Funcionária de aeroclube de Tatuí entrou em contato com proprietário para falar da suspeita de roubo. — Foto: Reprodução/Facebook

Segundo a Polícia Nacional do Paraguai, o piloto estava sozinho no avião, que caiu em uma fazenda a 90 km do distrito de Bahía Negra, localizada às margens do rio Paraguai, no departamento de Alto Paraguay, no Chaco paraguaio. O local fica próximo da região pantaneira entre as cidades sul-mato-grossenses de Porto Murtinho e Corumbá.

Destroços de avião brasileiro que caiu no Paraguai. — Foto: Polícia Nacional do Paraguai/Divulgação

O proprietário afirma que, antes deste último voo, a aeronave tinha passado por uma revisão porque estava apresentando problemas no painel de instrumentos, mas que, concluído os reparos, tinha sido liberada novamente para voar.

Mapa queda avião Paraguai — Foto: G1

Mesmo com o reparo, ele não descarta a possibilidade de o avião ter voltado a apresentar problemas no painel de instrumentos, o que poderia ter desorientado o piloto e levado o avião ao território paraguaio.

Trajetória

O avião saiu da cidade de Eldorado (SP) e foi para o aeroporto do Campo de Marte, na cidade de São Paulo. De lá, deveria seguir para Toledo, no Paraná. Entretanto, antes do destino, o piloto parou em Tatuí, para abastecer. Após esse abastecimento, foi registrada a queda da aeronave no distrito paraguaio.

Avião explodiu antes de cair em fazenda do Paraguai. — Foto: Divulgação/Polícia Nacional do Paraguai

Até a publicação desta reportagem, a Polícia Nacional do Paraguai não informou a identidade do piloto que morreu carbonizado no acidente. Agentes da Direção Nacional de Aeronáutica Civil (Dinac) estiveram no local e outros dados estão sendo processados ​​com a ajuda da Polícia Civil e da Polícia Federal do Brasil, que juntas, investigam o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PUBLICIDADE