Nosso Jornal Online

Tatuí, 


quarta-feira, 27 de março de 2019

Banda do Pingo é atração de sábado na Praça da Matriz

A Banda Municipal Maestro Pingo é regida por Henrique de Campos Machado.


No sábado (30/03), às 11h, dentro do projeto Música na Praça, o Coreto receberá a apresentação da famosa Banda Municipal Maestro Pingo, de Porangaba, regida pelo maestro Henrique de Campos Machado.

Porangaba é conhecida como "Cidade Sinfonia" devido à cultura musical implantada por imigrantes italianos, a partir de 1898, quando formaram a primeira banda de música, chamada "Banda Santo Antônio", intensificando o ensino da arte musical. Depois, surgiram outras bandas, que contribuíram para a formação de novos músicos e que divulgam e elevam o nome da cidade.

Ainda hoje, muitos recordam a Banda "Santa Cecília", que foi reformada em 1950 e se tornou tricampeã estadual nos anos 60, ao participar de concursos de bandas. A união da Banda Santo Antônio com a Banda Santa Cecília, nos anos 70, fez surgir a Corporação Musical Porangabense, que esteve em atividade até meados de 1990.

No ano de 2005, surgiu a Banda Municipal de Porangaba, comandada pelo maestro Lázaro Nogueira da Silva (Maestro Pingo), que renovou a geração musical da cidade. A banda ficou inativa de 2013 a 2018, quando ganhou novo fôlego, dessa vez sob a liderança do maestro Henrique de Campos Machado.

Em 15 de novembro de 2018, durante uma reunião na sede da banda, os membros definiram que a Banda Municipal receberia o nome do maestro Pingo, em homenagem aos seus trabalhos na música e na formação de músicos. O projeto foi aprovado pela Câmara Municipal e a lei sancionada pelo prefeito Luiz Carlos Vieira Sobrinho, em 3 de dezembro de 2018. Dessa forma, a "Cidade Sinfonia" continua na arte musical através da Banda Municipal Maestro Pingo.

O regente - Henrique Machado iniciou seus estudos musicais em Porangaba, sob a orientação do maestro Lázaro Nogueira da Silva (Pingo). Em 2006 ingressou no Conservatório de Tatuí, onde estudou com os professores Anselmo Pereira da Silva e Otávio Blóes, concluindo o curso em 2011. No Conservatório de Tatuí, integrou a Banda Sinfônica Jovem, a Orquestra Sinfônica Jovem, a Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí (como aluno convidado) e a Banda Sinfônica do Conservatório de Tatuí, atuando sob a regência de maestros como Frank Battisti (EUA), Gregory Fritze (EUA), Felix Hauswirth (Suíça), Rafael Sanz-Espert (Espanha), Pablo Dell'Oca Sala (Uruguai), Dario Sotelo (Brasil), João Maurício Galindo (Brasil), Marcelo Jardim (Brasil), Marcos Sadao (Brasil), entre outros. Atualmente é aluno do curso de aperfeiçoamento em Flauta Transversal no Conservatório de Tatuí, sob orientação do professor Otávio Blóes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário