Nosso Jornal Online

Tatuí, 


segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

Virada Inclusiva atraiu centenas de pessoas

Cadeiras de rodas foram colocadas em estacionamento de veículos, com cartazes informando “as desculpas” da ocupação das vagas.


O evento Virada Inclusiva 2018 - Participação Plena, que comemorou o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (03/12), foi organizado em Tatuí pela Secretaria da Saúde da Prefeitura, por meio do Departamento da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, através de ações articuladas entre a Prefeitura e as Organizações da Sociedade Civil, buscando envolver pessoas com e sem deficiência em atividades de valorização, divulgação e orientação de temas de interesse da sociedade como um todo.

A I Mostra Arte e Inclusão, que apresentou três exposições realizadas entre os dias 27/11 e 02/12 no Museu Histórico Paulo Setúbal, recebeu a visita de 480 pessoas com e sem deficiência, que puderam apreciar os trabalhos e atividades dos atendidos do Centro de Convivência da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), dos alunos do Atendimento Especializado Educacional das Escolas Municipais e dos alunos do SESI Tatuí.

No evento aberto do último sábado (01/12), realizado na Praça da Matriz, foram recebidas cerca de 500 pessoas, que estiveram participando das ações de orientação, sensibilização, informação e saúde, através dos stands organizados pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), SESI, Escola Técnica Dr. Gualter Nunes, APAE, Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e Secretaria Municipal do Trabalho e Desenvolvimento Social. 

Aconteceu, também, a campanha “É só um Minutinho”, uma ação de conscientização à comunidade sobre a importância de respeitar as vagas reservadas para pessoas com deficiência e para idosos, promovida pelo Departamento de Mobilidade Urbana da Secretaria de Segurança Pública e Mobilidade Urbana da Prefeitura de Tatuí.

De acordo com a diretora do Departamento da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, Rita de Cássia Leme Ramos, durante o período de comemoração da Virada Inclusiva 2018 foram distribuídas 428 cartilhas, obtidas através da parceria com o Instituto Mara Gabrilli, sendo 156 cartilhas “Brinquedos e Brincadeiras - Inclusivos”; 112 cartilhas “Orientações para pais e cuidadores de crianças com Paralisia Cerebral”; e 160 cartilhas “Orientações para pessoas com Lesão Medular”.

Também foram aplicados 97 questionários à população, respondidos por pessoas com e sem deficiência, com idade entre 11 e 81 anos, que puderam indicar mais de uma opção. No primeiro questionário, sobre quais serviços dedicados a pessoas com deficiência são considerados prioritários, 68% dos entrevistados disseram que é a saúde especializada; 49% a educação especializada; 46% responderam que é o trabalho e a capacitação; e 30% dos entrevistados acreditam que a cultura, o lazer e o esporte são prioridade. No outro questionário, sobre a acessibilidade considerada prioritária para pessoas com deficiência, o resultado foi: 64% transporte adaptado; 62% calçadas e rampas; 36% sinalização sonora; 32% intérprete de libras e 31% informações em braile.

Nenhum comentário:

Postar um comentário