Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Veja quem foram os jurados do concurso e prêmio Paulo Setúbal

Prêmio Literário Paulo Setúbal - O júri que deliberou sobre o 15º Prêmio Literário Paulo Setúbal foi composto por José Rubens Incao, diretor da Biblioteca Infantil Municipal Renato Sêneca de Sá Fleury (Sorocaba), pesquisador e especialista em Mitologia, Folclore e Literatura e membro da Academia Sorocabana de Letras, cadeira Cecília Meirelles; Maria Virgília Frota Guariglia, professora universitária e doutora em Comunicação e Semiótica, membro da Academia Sorocabana de Letras, cadeira Haroldo de Campos, e Myrna Ely Atalla Senise da Silva, professora de Letras, pesquisadora, mestre e especialista em Literaturas, membro da Academia Sorocabana de Letras, cadeira João Guimarães Rosa.

Já o júri do 16º Concurso Paulo Setúbal - Literatura e Artes Visuais foram:

Artes Visuais - Carmelina Monteiro, educadora que desenvolveu a vocação para as artes plásticas por meio de Therezinha Pinto, Ivênio Pires, Rafael Sangrador, entre outros. Se aperfeiçoou com grandes profissionais como Tereza Berlink e Sérgio Romagnolo. Em sua bagagem artística carrega inúmeras exposições em Tatuí, Peru, Londres, São Paulo, Sorocaba e Rio de Janeiro, sendo agraciada com medalha de bronze em Tatuí (1996) e no Rio de Janeiro (2012) e medalha de prata em Londres (2012); Jaime Pinheiro - iniciou seus trabalhos cenográficos em 1979, paralelamente às atividades na área de artes gráficas e como designer. Em 1997 instalou a Oficina de Cenografia no Conservatório de Tatuí, instituição na qual atua como cenógrafo. Entre seus principais cenários estão os dos programas “Prelúdio”, “Prêmio Carlos Gomes” e “Sinfonia Fina”, da TV Cultura. Desenvolveu trabalhos para o Festival de Inverno de Campos do Jordão e para o Festival de MPB de Tatuí. Realizou a cenografia dos espetáculos “Morte e Vida Severina”, “O Pequeno Príncipe”, entre outros. Dedica-se ao teatro de animação, com representação em São Paulo, Santa Catarina e Portugal, cultura popular e folclore, tendo sido o coordenador do II e III Torneio Estadual de Cururu - evento para o qual também desenvolveu cenário. Formou-se em artes plásticas pela Faculdade de Tatuí. É professor de cenografia do Conservatório de Tatuí e tem atuação em diversos grupos do estado de São Paulo e Santa Catariana, entre eles: Grupo Esparrama e Cia Mútua de Itajaí; Domingos (Mingo) Jacob - artista plástico tatuiano, formado em Desenho Industrial. Trabalhou com Artes Gráficas e foi auxiliar de Cenografia no Conservatório de Tatuí e professor de Desenho de Observação na faculdade ASSETA. Estudou pintura a óleo, teoria da cor e composição artística na Associação Paulista de Belas Artes com o professor Carmelo Gentil e, ao longo de vários anos, tem desenvolvido um trabalho de pintura acadêmica e participado de salões, exposições coletivas e individuais, obtendo premiações. Em óleo sobre tela, aborda vários temas como natureza morta, retratos e principalmente paisagens rurais e urbanas de Tatuí e região. Foi presidente da Associação dos Artistas Plásticos de Tatuí e Região - AMART, tendo recebido diversos prêmios: Salão de Arte Acadêmica de Piracicaba 2015, medalha de ouro no Salão de Belas Artes de Piracicaba - 2010; segundo lugar categoria Pintura no 8º Salão de Artes Plásticas de Cerquilho; primeiro lugar categoria Pintura no 10º Salão de Artes Plásticas de Cerquilho; menção honrosa no Salão da Paisagem da Associação Paulista de Belas Artes - 2009; terceiro lugar categoria Pintura Acadêmica no 11º Salão de Artes Plásticas de Cerquilho e Prêmio Centro Cultural no Salão de Artes de Araras 2014.

Literatura - Ary Roberto - ator, cursou a Escola de Arte Dramática e Escola de Comunicação e Arte da USP. Participou de diversas montagens teatrais sob a direção de Antônio Mendes, Moisés Miastkwosky e Álvaro Maestri. Fez parte do corpo docente do Conservatório de Tatuí e atualmente escreve minicontos para o blog “Ora, Ora Direis”; Cimira Cameron - formada em Letras pela Faculdade de Letras e Filosofia de Sorocaba, pós-graduada na USP, tendo como professores Antônio Cândido e Paulo Emílio Salles Gomes. Foi professora de Português, lecionando na área por 40 anos nos estados de Mato Grosso e São Paulo. No Colégio Positivo trabalhou com Literatura Brasileira. Há 16 anos participou do Concurso Paulo Setúbal, o que possibilitou um aprofundamento no saber sobre a vida e obra de Paulo Setúbal; e Ivan Camargo - jornalista tatuiano, pós-graduado em Comunicação Social, trabalha como editor do jornal O Progresso de Tatuí. Autor, especializado em História da Arte, em adaptação de obras literárias para cinema e televisão e roteiro para cinema. Em 2008 recebeu distinções por duas obras, vencedor do 2º Prêmio de Literatura UBE/Scortessi, com a peça teatral “O Cativeiro”, concurso em que também recebeu menção honrosa pela obra “Onde Moram os Tatus”, romance que ainda obteve o terceiro lugar do prêmio de literatura da UBE Rio de Janeiro e foi um dos vencedores do Programa de Ação Cultural do Estado de São Paulo - PROAC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário