Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Guardian doará 15 mil m² de vidro para a construção do novo muro da raia olímpica da USP

O projeto prevê ainda a instalação de câmeras de monitoramento, tratamento paisagístico e iluminação por LED.


A Guardian, uma das maiores fabricantes mundiais de float (vidro plano) e produtos e soluções de valor agregado, doará à Universidade de São Paulo (USP) 15 mil m² de vidro float incolor e verde, que serão usados na construção do novo muro da raia olímpica da universidade. Além do efeito simbólico de abrir o campus à população, a derrubada do atual muro de concreto será um marco na paisagem urbana, estabelecendo uma nova fronteira visual na Marginal Pinheiros.

O vidro float da Guardian é 100% ecológico e reciclável, e possui alta qualidade óptica, com índice de reflexão de apenas 8%, sendo uns dos mais transparentes do mercado. É produzido na planta da companhia em Tatuí, cujo processo de fabricação conta com um sistema automático de inspeção óptica e física para garantir a uniformidade e transparência livre de distorção.

Com 2,2 km de extensão, o novo muro terá quatro metros de altura, sendo três metros de vidro, com dez milímetros de espessura, e um metro de alvenaria (com aproveitamento do muro existente). Com esta estrutura, os níveis de poluição sonora averiguados na raia da USP permanecerão inalterados, segundo estudo divulgado pela universidade.

Antes de serem aplicados na obra, os vidros passarão por um processo de beneficiamento e serão temperados pela empresa Tempermax, para que atendam os requisitos de segurança e desempenho previstos na Norma ABNT NBR 7199. Além disso, será aplicada uma película adicional de proteção que os deixarão ainda mais resistentes e seguros.

O projeto do novo muro da raia da USP é assinado pelo escritório de arquitetura Jóia Bergamo, e prevê ainda a instalação de câmeras de monitoramento, tratamento paisagístico e iluminação por LED. O custo será de R$ 15 milhões, totalmente doados pela iniciativa privada. A previsão é que a obra seja iniciada em setembro deste ano e concluída até o dia 25 de janeiro de 2018, semana do aniversário da cidade de São Paulo.

Matéria revisada e editada pelo DT. Para ver a matéria original, clique em Revista News.

Nenhum comentário:

Postar um comentário