Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE


sexta-feira, 14 de julho de 2017

Coluna do COBAT: Reivindicação de velório no Cemitério do Vale da Lua

Oficio COBAT- 258/2.017

Ref. Renovação de pedido feito desde 2009 e sem atendimento

DDMA PREFEITA MUNICIPAL DE TATUÍ

SRA. MARIA JOSÉ P. VIEIRA DE CAMARGO

cc. Secretário de Obras – Facebook – mídia - arquivo

“A Diretoria do Conselho de Bairros de Tatuí – COBAT, aproximadamente em 2009, quando tínhamos por prefeito o sr. Luiz Gonzaga, por seu presidente e em atenção a pedido de cidadãos, reivindicava através Oficio, a construção de um velório no cemitério São João Batista. A primeira pessoa que nos solicitou fazer essa reivindicação trabalhava no prédio onde antes funcionava o Fórum da Comarca e, segundo ele, lhe doía constatar que enquanto o carro funerário levava um corpo para o novo cemitério, pessoas mais abastadas acompanhavam de carro, enquanto outras de menos posse se dispunham a correr até o cemitério São João Batista para sua despedida final.

Infelizmente, assim como alguns outros, mais esse pedido foi ignorado. Há algum tempo tivemos informação que uma família, já ao lado da última morada da extinta pranteada, abriu o caixão para suas despedidas finais, quando foi surpreendida por forte chuva. Este fato, colocou no coração dos presentes uma tremenda revolta, uma impressão de abandono, de pouco caso para com a pessoa humana por parte da administração pública. Tanta coisa vultosa sendo construída na cidade, algumas inaugurações aconteceram e aquele cemitério, talvez por ser mais afastado do centro, permanece em estado lastimável, segundo comentários, em estado de abandono. A necessidade de um velório ali é imprescindível, pois uma vez que se conheça o local do sepultamento, o velório poderá ser realizado o mais próximo dali para amenizar em parte o sofrimento dos parentes e amigos do pranteado extinto.”

A nota acima, foi divulgada em jornal local do dia 26 de agosto de 2012. Compreendendo a dificuldade que a municipalidade, proprietária do terreno, possuidora de mão de obra competente, responsável por um grupo de engenheiros em seu quadro funcional, dona de um número de máquinas e equipamentos próprios para execução do serviço de construção de um grande salão dividido em aproximadamente seis baias para velório, uma grande sala para cozinha e quatro grandes banheiros (2 masculinos e 2 femininos), o COBAT optou então transporte de ida e volta aos familiares/conhecidos do falecido até aquele campo santo para suas despedidas finais, reivindicação feita pelo Oficio. Interessante foi que recebemos o Oficio SIMA-1983/15 - Governo Manu, Oficio da Municipalidade informando que estariam entrando em negociação com as Empresas Funerárias na tentativa de conseguir esse serviço gratuito. 

Mas como diz o ditado, a “corda arrebenta do lado mais fraco” e a situação continua até o momento, ou seja, até hoje, 11/07/2017, oito anos depois do primeiro pedido. Cidadãos menos abastados continuam como se numa maratona, correndo atrás do carro funerário que transporta um seu familiar ou amigo para a última morada, caixões abertos com o corpo dentro antes da última despedida sendo surpreendidos por chuvas repentinas que deixam familiares e amigos ainda mais revoltados.

Resposta da municipalidade não mais nos chegou às mãos, nenhuma providência foi tomada, ou seja, falta de interesse, de compaixão e aquele campo santo continua em estado de petição de miséria – abandono total.

No intuito de evitar que o filme passe novamente, que fatos como esse tornem a acontecer diante de nossos olhos, indagamos de vossa senhoria sobre as possibilidades de ser construído naquele campo santo um velório antes que a estação das chuvas se aproxime. Esse pedido já foi copiado por dois vereadores em anos distintos, mas da mesma forma foi e continua sendo ignorado.

Sem outro particular, esta Diretoria renova os protestos de elevada e distinta admiração enquanto continua na expectativa de um vosso retorno favorável.

Tatuí, 11 de julho de 2.017

ANTÔNIO DE PÁDUA OLIVEIRA

Pres. COBAT

(protocolado na Prefeitura Municipal no dia 11/07/2017)

Nenhum comentário:

Postar um comentário