Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Ponte do Bairro Colina Verde em Tatuí é liberada após quatro meses

Local estava fechado desde janeiro deste ano e parcialmente interditado desde 2014. Trecho foi liberado após obras que custaram R$ 500 mil ao governo estadual.
G1 Itapetininga e Região


A prefeitura de Tatuí liberou nesta quarta-feira (10), o acesso de veículos e pedestres pela ponte do Bairro Colina Verde, que estava interditada em janeiro deste ano, quando o muro de contenção que estava sendo construído não suportou a força da água da chuva e cedeu.

A ponte já estava parcialmente interditada desde 2014, porém as obras de manutenção, que eram realizadas por uma emprsa, foram paralisada por irregularidades em 2016. Desde então o serviço ficou parado até janeiro deste ano, quando o muro cedo.

Ainda segundo a prefeitura, os serviços foram retomados no início deste ano, financiada com recursos do governo estadual por R$ 500 mil. Os trabalhos acabaram este mês.

Interdição
Ponte foi interditada após queda do muro de contenção (Foto: Reprodução/TV TEM)
A ponte que dá acesso ao Bairro Colina Verde foi interditada em 31 de janeiro deste ano, após o muro de contenção que estava sendo construído não suportar a força de água da chuva e cedeu.

Na época, o secretário de Obras e Infraestrutura Marco Luís Rezende decidiu interditar a ponte como medida de segurança. “A estrutura está firme. O problema está na ala que faz parte do aterro, por isso achamos melhor interditar para que engenheiros façam uma análise", afirmou na época.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil João Batista Alves, um desvio estava sendo realizado pela ponte da Rua Caridade Terceira, que fica cerca de 200 metros da ponte que foi interditada.

Outras pontes

Ponte foi interditada após queda do muro de contenção (Foto: Reprodução/TV TEM)
Das sete pontes que ligam o centro aos bairros de Tatuí, cinco delas ainda estão com problemas. Duas chegaram a desabaram, a primeira caiu em março de 2016 e a outra foi no início de janeiro de 2017. A última ponte a apresentar problemas foi à ponte do Jardim Paulista, onde uma ponte de madeira foi construída como passagem alternativa. Com isso, a cidade contava apenas com a ponte do Jardim Lírio para passagem de carros, caminhões e ônibus.

Outros pontos que estão com problemas são: ponte do Bairro Marapé, interditada desde março de 2016 após cair. Nessa ponte um homem de 36 anos morreu em março deste ano, ao tentar fazer a travessia por uma tubulação de água na ponte que está em obras, quando escorregou e caiu.

A ponte do Residencial Bosque dos Junqueiras, também está interditada. Ela só utilizada por moradores do condomínio; e ponte da Rua Alfredo Oliveira, proibida para caminhões e ônibus.

Emergência decretada

Ponte do Jardim Junqueira cai após forte chuva em Tatuí (Foto: Vander Maques Junior/TV TEM)
A prefeitura decretou estado de emergência em 5 de janeiro deste ano, após a queda da ponte do Jardim Junqueira. O decreto foi publicado pelo governo estadual em 20 de janeiro, e a situação de emergência tem duração de 180 dias.

A ponte que caiu este ano ficou parcialmente interditada desde dezembro de 2016 com acesso liberado apenas para veículos. Mas com o temporal que aconteceu no início de janeiro, o acesso não resistiu e caiu. O trecho era um dos principais acessos da cidade após a queda da ponte do Bairro Marapé, em março de 2016.

Nenhum comentário:

Postar um comentário