Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Conservatório de Tatuí oferece ajuda a município em estado de emergência

Instalações para 40 militares que atuarão em construção de ponte serão cedidas por 90 dias; ‘estamos contribuindo para restauração da cidade’, afirma diretor Henrique Autran Dourado



O Conservatório de Tatuí atendeu a pedido da prefeita Maria José Vieira de Camargo (Tatuí) e receberá, em seu alojamento, 40 integrantes do Exército Brasileiro que irão atuar na construção de uma ponte provisória na cidade. A atuação ocorre devido ao estado atual do município, que está em situação de emergência devido às fortes chuvas. A cessão do espaço para os militares será por 90 dias e não irá prejudicar a rotina do corpo discente da instituição.

Conforme o diretor executivo Henrique Autran Dourado, a prefeita Maria José solicitou no último dia 23 de janeiro o alojamento para 40 militares que prestarão auxílio em ação em caráter emergencial na cidade, construindo uma ponte provisória para desafogar o tráfego e viabilizar a mobilidade urbana no município.

Devido às recentes fortes chuvas que caíram na cidade, provocando cheias em rios e córregos, importantes pontes locais foram interditadas. Uma das pontes provisórias ligará o Jardim Paulista à vila Dr. Laurindo. Outra, sobre canteiro de obras do Marapé deverá ser realizada com a colaboração do Exército Brasileiro, cujos oficiais e engenheiros já estiveram na cidade em vistoria. Caso o Ministério da Integração Nacional aprove a solicitação da prefeita Maria José Vieira de Camargo e ceda os 40 militares para a construção da obra, estes serão acomodados no alojamento do Conservatório de Tatuí. A expectativa é de que o 2º Batalhão de Engenharia de Combate, sediado na cidade de Pindamonhangaba, venha para a cidade realizar o trabalho. O destacamento é especializado em construção de pontes provisórias para locais em situação de calamidade.

Conforme Autran Dourado, a colaboração é uma “obrigação de uma entidade como o Conservatório, cuja verba é cedida pelo estado de São Paulo, e obrigação moral de cidadãos que vivem no município”. “Receberemos os 40 soldados no alojamento do Conservatório de Tatuí, com acomodações mínimas condizentes com a honra da missão, com quartos individuais com banheiro, tendo à sua disposição máquinas de lavar, cozinha, inclusive com fogão industrial, refeitório e até algum merecido lazer como aparelhos de TV, campo de futebol, pelo prazo de 90 dias. Também ofereceremos ingressos para os eventos produzidos pelo Conservatório, caso os militares tenham interesse”, destacou o diretor.

O alojamento do Conservatório de Tatuí conta com 40 vagas reservas para eventos diversos, 60 vagas para residentes masculinos, 24 vagas para residentes femininos e 20 vagas para monitores ou professores diaristas. “Cederemos justamente as vagas reservadas para eventos, uma vez que o calendário artístico da instituição deverá iniciar-se somente a partir de maio. A cessão não irá, em nenhum momento, prejudicar nossos alunos”, enfatizou Autran Dourado. “Acreditamos que o trabalho da prefeita Maria José é em busca de restaurar a cidade. Colaboraremos de toda forma”, finalizou.

Apoio Cultural – No ano de 2017, o Conservatório de Tatuí orgulha-se em receber apoio cultural da Coop e CCR SPVias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário