Nosso Jornal Online

Tatuí, 

PUBLICIDADE

ANUNCIE AQUI

Peça já seu orçamento
e-mail para publicidade@diariodetatui.com

quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Caminhões são fiscalizados em única ponte para veículos pesados em Tatuí

Limite de peso da ponte é de 20 toneladas, diz diretor de mobilidade urbana.
Fiscalização é realizada por guardas municipais e agentes de trânsito.

Do G1 Itapetininga e Região

Guardas municipais e agentes de trânsito começaram a fiscalizar o peso dos caminhões que trafegam pela ponte do Jardim Lírio, que é a única que está liberada para o tráfego de carros, ônibus e caminhões após seis das sete pontes da cidade ficarem bloqueadas e parcialmente interditadas.

Prefeitura fiscaliza caminhões que trafegam por
ponte de Tatuí (Foto: Reprodução/TV TEM)
Segundo o diretor de mobilidade urbana, José Roberto Xavier da Silva, um laudo feito por um engenheiro mostra que a ponte não está danificada e não apresenta sinais que comprometem sua estrutura. Porém, ela não foi construída para atender a demanda atual, já que é a única liberada para veículos pesados. Por isso, a restrição do laudo é de que passe um caminhão por vez e que não exceda 20 toneladas.

De acordo com o chefe de Divisão de Fiscalização de Trânsito Yustrich Azevedo, como o município não tem balança de pesagem, a fiscalização será feita através de notas fiscais pelos guardas municipais e agentes de trânsito. “Estamos somando o peso do material descrito na nota com o peso do caminhão para verificar se está dentro do permitido”, explica.

Ainda de acordo com Azevedo, a proposta não é sair multando, mas orientar os motoristas. “Quando o peso exceder do permitido, será feito uma notificação pela nota fiscal. Mas atualmente estamos fazendo um trabalho de orientação para preservação das pontes da cidade”, conclui.

Para o caminhoneiro Vilson Diniz, está cada vez mais difícil andar por Tatuí. “Esta situação ficou ruim, pois a fábrica onde trabalho fica dentro da cidade, e esse é o único acesso”, conta.

Já o motorista Valter José Aparecido aprovou a fiscalização no trecho. “O excesso de peso acaba com a estrada e com o nosso caminhão”, conclui.

Laudo diz que ponte não foi construída para atender a demanda atual (Foto: Reprodução/TV TEM)

Fiscalização é feita através de notas fiscais (Foto: Reprodução/TV TEM)

Nenhum comentário:

Postar um comentário